Home Blog Livros de educação financeira: {4} que vale a leitura!

Livros de educação financeira: {4} que vale a leitura!

livros de educacao financeira

Os livros de educação financeira têm se popularizado nos últimos anos. Entretanto, para quem está começando a organizar as finanças, é difícil escolher entre todas as opções.

É fundamental para quem está começando receber dicas mais específicas, já que existem diversos temas dentro do assunto. Por isso, separamos os livros de educação financeira essenciais para transformar sua relação com o dinheiro.

Os livros de educação financeira são uma ótima alternativa para as pessoas que querem acessar os conhecimentos de grandes empreendedores e entendedores no assunto.

Eles servem para que, mesmo sem um real contato, você possa aprender com os erros e acertos de pessoas que alcançaram o sucesso financeiro e assim, melhorar a sua educação financeira.

Por isso, confira abaixo uma lista com os melhores livros de educação financeira para ajudar no controle e planejamento financeiro.

4 livros de educação financeira para ler:

1. Pai Rico, Pai Pobre

“Há uma diferença entre ser pobre e estar quebrado. Estar quebrado é algo temporário. Ser pobre é algo eterno”.

A incrível e clássica obra de Robert Kiyosaki conta a história de Robert, que cresceu com duas referências paternas: um pai rico e outro pobre.

O “pai pobre” é o seu verdadeiro pai. Ele é chamado dessa forma pois, mesmo tendo trabalhado para o governo, passou por dificuldades financeiras após se aposentar.

Já o “pai rico” é o pai do seu amigo. Ele, que nem concluiu o ensino médio, por suas características empreendedoras, se tornou um dos homens mais ricos do Havaí.

A partir do confronto entre essas duas visões de mundo, o autor traz diversos ensinamentos com o objetivo de mudar a forma na qual as pessoas observam o dinheiro.

Dessa forma, o livro se divide entre as lições sobre o dinheiro e as formas de introduzi-las na sua vida da maneira correta.

2. Quem pensa enriquece

“As pessoas que têm êxito não são aquelas que guardam rancores ou se recusam a prestar o melhor serviço, mas as que, em toda ação e pensamento, pavimentam o caminho em direção a objetivos maiores”.

A obra de Napoleon Hill, publicada em 1937, foi best-seller mundial e continua sendo base para os atuais livros de finanças.

O autor, que se dedicou vinte anos para descobrir as características de sucesso, conheceu pessoas como Henry Ford e Theodore Roosevelt. Por isso, compartilhou os hábitos e comportamentos comuns a quem alcançou o sucesso financeiro.

Bastante citado no livro Pai Rico, Pai Pobre, o livro traz ensinamentos sobre mindset, com uma abordagem sobre a mentalidade de crescimento e a forma como sua mente é programada para pensar sobre algo.

A importância de um pensamento enriquecedor e questionador, o autoconhecimento e o foco em objetivos claros são lições contidas na importante obra de Napoleon.

3. Os segredos da mente milionária

“Se você diz que é merecedor, então é. Se diz que não é, então não é. Em qualquer hipótese, você viverá a sua própria história. É simples assim.”

Diversos livros de finanças pessoais abordam o impacto do pensamento das pessoas ao nosso redor em nosso crescimento. Por isso, o livro Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker, compartilha o pensamento das pessoas ricas.

Para quem é rodeado de pessoas com pensamento limitado, buscar a visão ampla das mentes milionárias é a alternativa para sair da estagnação financeira. Esse tipo de atitude, influenciada pelo livro, traz a possibilidade de agir de forma diferente da maioria.

Harv conta como, mesmo consumindo diversos conteúdos sobre as estratégias de enriquecimento, seus projetos não davam certo. Algo ocorrido pela ausência do pensamento rico.

Com isso, o livro aborda o conceito de “causa e efeito”. Ele explica que todos os resultados nas diversas áreas da vida estão diretamente ligados ao pensamento e às atitudes.

4. Trabalhe 4 horas por semana

“Foque em SER PRODUTIVO, em vez de focar em SER OCUPADO”.

O livro de Timothy Ferris fala diretamente sobre produtividade. Entre os livros de finanças pessoais citados, esse foca no trabalho e nas falsas crenças a ele relacionadas.

Através da sua própria experiência de vida, o autor comprova a possibilidade de trabalhar menos e entregar ainda melhores resultados.

No livro, Ferris comenta que muitos se sentem bem por serem “ocupados”, mas que isso está longe de significar um trabalho eficiente. E, além disso, que dedicar esforços para diversas atividades inúteis são costumes que acabamos praticando sem perceber.

Por isso, traz métodos para que o leitor saia de sua zona de conforto e observe para onde estão direcionados seus esforços. A partir disso, consiga trabalhar por menos tempo entregando melhores resultados.

O livro consegue passar ótimos ensinamentos sobre o uso efetivo do tempo diário. Eles são fundamentais para quem acredita que o excesso de (qualquer tipo de) trabalho resulta automaticamente em desenvolvimento financeiro.

Entre os diversos livros de finanças para iniciantes, estes são os considerados como base para uma efetiva transformação nos pensamentos e atitudes relacionados ao dinheiro.

Por isso, sempre cultive o hábito de ler livros de educação financeira e não deixe de aplicar seus grandes ensinamentos em sua vida. Para mais conteúdos como esse acesse o ebook: livros sobre  finanças e empreendedorismo.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *