Marketing de permissão: como funciona?

marketing de permissao 2 1

Devido à enorme e exaustiva prática de publicidades invasivas, o consumidor tem se blindado frente a comunicação veiculada pelas empresas. É justamente sob essa preocupação, que o marketing de permissão atua.

O marketing de permissão funciona por meio do contato direto com o cliente, nesse caso, é o consumidor que busca a empresa. Ou seja, a organização deve conquistar a atenção e interação com o cliente, e usar da recorrência para alimentar o processo de relacionamento no empreendedorismo.

O que é marketing de permissão?

Também chamado de permission marketing, essa é uma forma de comunicação destinada a integração entre empresas e pessoas. Sendo considerada uma boa prática de B2Cbussiness to consumer (relacionamento ou venda para consumidores).

O conceito de marketing de permissão é cunhado pelo escritor estadunidense Seth Godin. Em seu livro, Godin diz que é importante converter os desconhecidos em amigos e os amigos em consumidores da marca.

Então, a sua ferramenta é baseada no respeito ao cliente, ter essa permissão torna-o mais suscetível a compra, pois, ele já aceitou previamente e deseja estar em contato com a empresa.

Como fazer marketing de permissão?

Para realizar marketing de permissão algumas empresas buscam táticas digitais e especialmente a criação de bons conteúdos, assim, o cliente chega mais rápido até a empresa.

Em alguns casos, o SAC é uma ferramenta poderosa e que agrega nesse sentido do marketing permissivo, entre outras táticas para fazê-lo:

  • Inbound marketing: é o marketing pautado na atração orgânica ou por meio da criação de conteúdo. Ou seja, práticas como, o SEO, formulários, podcast, blogs, ebook, vídeos e principalmente as newsletters;
  • Marketing boca a boca: é o tipo de marketing pautado na influencia as pessoas exercem sobre outras pessoas. As recomendações são fortes no contexto digital e exaltar isso, pode ser a chave para divulgar organicamente a empresa;
  • Marketing one to one: é um tipo de marketing voltado para comunicações individuais, ou seja, uma interação voltada para preferências e peculiaridades de cada cliente, valorizando sua individualidade e promovendo maior interesse;
  • Mídia OOH: é uma forma publicitária que emprega peças Out of Home – “fora de casa”, outdoors, banners, entre outros. Porém, deve ser atrelado a uma pesquisa de público, onde o cliente potencial pode ter interesse ou curiosidade.

Quais são as vantagens?

Resumidamente o marketing de permissão é importante por demonstrar fortemente as necessidades do consumidor, suas dores e as interações que busca.

Além disso, a estratégia do marketing de permissão é uma forte aliada para as empresas, através dele ela consegue melhorar a comunicação, tornar mais acessível e personalizada, além disso, entre outras vantagens do marketing de permissão:

  • Maior credibilidade para a empresa ou marca: o consumidor se sente mais próximo da empresa e é impactado pelo serviço demonstrado após essas primeiras interações, o que pode gerar maior recorrência;
  • Aumento da conversão relativa a clientes: com o aumento da “disponibilidade” que a empresa irá comunicar, é provável que aquele consumidores indecisos ou desconhecidos tomem conhecimento da marca e optem por ela;
  • Redução de práticas nocivas ao relacionamento: se dá através da não utilização de spam e comunicações indesejadas, isso impacta diretamente no relacionamento, pois, o cliente classificará como desrespeitoso e negativo.

Por fim, o marketing de permissão auxilia empresas em seu relacionamento com clientes, através dele os leads (consumidores da marca e clientes em potencial) são impactados de maneira positiva, isso agrega mais valor para a marca e autoridade.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos