O que é marketing sensorial e como ele pode te ajudar a vender mais?

shopper marketing

Sabe aquele cheiro característico de uma loja ou de determinado produto? Bom, isso faz parte da estratégia de marketing sensorial das empresas.

Essa lógica do marketing sensorial faz muito sentido para vários negócios, conseguindo se diferenciar de concorrentes no empreendedorismo, através de técnicas para despertar atenção dos 5 sentidos das pessoas.

O que é e como funciona o marketing sensorial?

Essa é uma estratégia usada pelas empresas para chamar a atenção do consumidor através de experiências sensoriais.

A ideia é usar um marketing dos sentidos, estudando o seu público alvo e, a partir disso, desenvolver experiências sensoriais que promova lembranças e sentimentos positivos relacionados a marca do negócio.

A ciência por trás desse método é que, de fato, todos nós temos 5 sentidos:

  • Audição;
  • Olfato;
  • Tato;
  • Paladar;
  • Visão.

E, através desse conhecimento, as empresas buscam entender que tipo de experiência sensitivas os consumidores gostariam, para assim, promover uma experiência diferenciada relacionada a sua marca.

Uma das maiores vantagens do marketing sensorial é que ele acontece de forma quase que instintiva por parte do consumidor, tornando a eficiência do método maior.

Exemplos de marketing sensorial

Com certeza, já nos relacionamos ou compramos determinado produto graças a essa estratégia utilizada pelas empresas.

Portanto, é interessante conhecer cases de marketing sensorial, que possivelmente já nos estimularam a comprar determinado produto.

Starbucks

A Starbucks é uma empresa referência em branding, e uma das estratégias utilizadas para o fortalecimento da sua marca foi justamente o marketing sensorial.

A Starbucks trouxe a experiência de um ambiente de trabalho descontraído, recheado de estratégias de marketing auditivo e aromático.

Portanto, quem vai para Starbucks não está procurando somente um bom café, mas buscando a experiência completa.

Apple

Como todos sabemos, a Apple é uma empresa pioneira em inovação e em estratégias de encantamento do consumidor.

Além do grande volumes de vendas feito pela internet, o marketing no ponto de venda é um fator característicos nas lojas físicas da Apple.

O marketing visual da empresa já é bem feito desde da produção dos seus produtos, os quais são conhecidos pelos seus designs diferenciados e inovadores.

Portanto, ao chegar em uma loja da apple, além do encantamento visual gerado pelos produtos, o consumidor tem a sua disposição um ambiente repleto de estímulos relacionados a sonorização e ao tato nos próprios produtos.

Como implementar o marketing sensorial no seu negócio?

Após entender o conceito de marketing sensorial e como ele vem sendo aplicado por grandes empresas, é interessante pensar em como implementar essa estratégia dentro do seu negócio.

Não são só empresas grandes e com grande disponibilidade de recurso que podem tirar proveito dessa técnica.

Mas claro, para aplicar o marketing dos sentidos de forma eficiente, você deve conhecer verdadeiramente seus consumidores, e para isso, é necessário fazer as perguntas e reflexões corretas.

  • Quais são as características da sua marca?
  • Como essas características podem ser passadas via estímulos sensoriais?
  • Como introduzir esses estímulos no seu ponto de venda, produtos e embalagens?
  • Quais combinações de estímulos são mais eficientes?

A estratégia a ser usada vai variar muito de negócio para negócio, mas perguntas como essas podem ajudar qualquer empresa a encontrar o melhor método para sua marca.

Portanto, é interessante que o marketing sensorial seja planejado de forma eficiente e única, que diferencie o seu negócio. Afinal, o objetivo do marketing sensorial é promover uma experiência sensorial única para o consumidor.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos