Home Blog Conheça os melhores Fundos de Investimento!

Conheça os melhores Fundos de Investimento!

melhrores fundos de investimento

Os melhores fundos de investimento são, sem dúvida alguma, aqueles que mais se adequam à sua carteira de investimentos e seus objetivos financeiros.

Além disso, definir os melhores fundos de investimento também é algo diretamente ligado ao seu perfil de investidor.

Conhecer os melhores fundos de investimento pode ajudar o investidor a definir suas aplicações da forma mais lucrativa possível.

Por conta disso, é importante que você conheça as características dos principais fundos de investimento para entender qual o mais indicado para o seu perfil.

Isso, é claro, levando em conta informações sobre rentabilidade, liquidez, taxas e as estratégias utilizadas.

O que são fundos de investimento?

melhores fundos de investimento

Um Fundo de Investimento é um tipo de aplicação mediada por uma instituição financeira, que forma uma carteira de ativos para seus clientes.

Elas são administradas pelos chamados “gestores de fundos”, que possuem grande experiência no mercado financeiro e definem estratégias de acordo com o objetivo dos aplicadores.

Portanto, ele é oferecido por administradoras que disponibilizam cotas para a captação de recursos.

Cada investidor que possua uma cota paga um valor mensal para a administração, a partir de algumas regras preestabelecidas.

As instituições responsáveis pela regulamentação desse investimento são a CVM e a Anbima.

Em alguns fundos é possível acordar taxas que beneficiam fundos que superam a rentabilidade esperada.

Quais os melhores fundos de investimento?

Definir qual o melhor fundo de investimento não é uma tarefa fácil, já que existem diversos tipos de estratégias financeiras no mundo dos investimentos, e diversos ativos recomendados para cada uma delas.

Por isso, o ideal é analisar como cada um dos principais fundos de ativos funcionam para que você defina qual faz mais sentido para suas metas financeiras, em geral de longo prazo.

É comum que os diversos tipos de fundos de investimento sejam melhores quando possuem gestores eficientes e responsáveis.

Por isso, é preciso estar atento antes de escolher algum deles para evitar prejuízos.

Os principais fundos de investimento:

Existe uma grande diversificação de fundos de investimentos. Entre os principais, temos os fundos:

Cada um deles possui suas particularidades. Por isso, não existe a “escolha correta”, apenas a mais adequada aos seus planos de investimento.

O essencial e indispensável é entender como se executa cada fundo e, a partir disso, estudar o melhor para si.

Fundos cambiais

Os fundos cambiais são aqueles que acompanham a cotação de moedas “fortes” no mercado.

Como exemplo disso, temos os fundos com rendimento relacionado ao Dólar, que têm a sua performance relacionada ao preço da moeda no momento.

É preciso estar atento ao período em que o fundo cambial está sendo analisado, já que o rendimento anterior da moeda não tem influência direta nos seus resultados futuros.

Algumas características desse tipo de investimento são:

Fundos de renda fixa

Os fundos de renda fixa possuem seus rendimentos divididos a partir de um percentual específico: 80% das aplicações precisam ser em renda fixa.

As vantagens de investir nesse fundo é a simplicidade e segurança de suas operações, geralmente, atreladas a um baixo investimento inicial.

São diversos os investimentos que podem se enquadrar nessa categoria.

Algumas vezes, a parte do fundo de renda fixa que não é composta por ativos de renda fixa é destinada para aplicações em derivativos.

Os derivativos, em contrapartida, são investimentos de perfil arrojado, mas possibilitam grandes rentabilidades.

Fundos de investimento imobiliário

Os FIIs são destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários, como a aquisição de direitos reais sobre bens imóveis e o investimento em títulos relacionados ao mercado imobiliário.

Investir em fundo imobiliário possibilita a aplicação de seu patrimônio em ativos como:

  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Certificados de Potencial Adicional de Construção (CEPAC);
  • Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

Fundos multimercado

O fundo multimercado é uma modalidade que, ao contrário das demais, não segue uma limitação de tipo de investimento.

Essa, inclusive, é a sua principal característica, que permite a aplicação em mercados como:

O investidor que escolhe esse fundo deve estar disposto a correr diferentes níveis de riscos, do moderado ao agressivo.

Consequentemente, o fundo multimercado permite um maior potencial de rentabilidade.

Fundos de ações

O fundo de ações é completamente composto de uma carteira de ativos da renda variável.

Ele serve como alternativa para quem deseja começar a investir na Bolsa de Valores, mas ainda precisa de auxílio na hora de gerenciar as aplicações.

Por serem construídos de forma diversificada, os fundos de ações tendem a ter menores perdas de capital, se comparados ao investimento direto em ações.

Investir em fundos é seguro?

Os fundos de investimento não possuem garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), quer protege investimentos de até R$250 mil por CPF.

Mesmo assim, caso haja a quebra da instituição financeira responsável pelo fundo, não existe mistura do seu patrimônio.

Isso porque o fundo possui seu próprio CNPJ, possibilitando que outra instituição adote a sua administração dê continuidade aos investimentos.

Por isso, em geral, os riscos envolvidos nos fundos estão relacionados aos riscos dos próprios ativos escolhidos e da estratégia utilizada (conservadora, moderada ou agressiva).

Vale lembrar que o resgate do fundo de investimento pode variar de acordo com os ativos que os compõem.

Vale a pena aplicar em fundos de investimento?

Investir ou não em fundos de investimento é uma pergunta que só pode ser respondida por cada investidor.

Essa decisão precisa ser fundamentada no tipo de carteira que cada um deseja criar e nos riscos que estão dispostos a correr com o patrimônio.

Vale lembrar, no entanto, que o primeiro passo ao começar a investir deve ser a criação de uma reserva de emergência em ativos com alta liquidez.

Assim, mesmo investindo nos melhores fundos de investimento, você estará assegurado caso ocorra alguma eventualidade.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *