Home Blog Entenda como funciona o mercado de crédito no Brasil

Entenda como funciona o mercado de crédito no Brasil

mercado de credito 2

Obter um crédito é um passo decisivo para mudar alguma questão no seu negócio ou conseguir realizar uma compra que antes não era possível. Por isso, o mercado de crédito no Brasil é algo tão importante, por empréstimo que permitem mudanças.

O mercado de crédito funciona como um sistema de empréstimos que são concedidos por instituições financeiras, bancos públicos e privados. Tais instituições, concedem esse crédito para fins diversos e essas transações dão origem ao que se conhece por mercado de crédito.

O mercado de crédito é um organismo vivo de concessão de crédito, ele aborda tanto a parte do credor quando do devedor. Esse crédito, é permeado por instituições ou bancos e são entregues a empresas e pessoas.

O sistema financeiro e a história do crédito no Brasil

Segundo a economista Lívia Sendra Coelho, a história do crédito no Brasil permeia alguns momentos disruptivos:

  • As novas regras de taxas.

Na década de 50, o Brasil sofria uma alta inflação que tornava difícil a possibilidade de concessão de créditos.

Entretanto, os fins dessa década representaram um momento forte de industrialização, aumentando consequentemente, a procura pelo crédito.

Por conta disso, surgiram diversas financeiras e sociedades de crédito que passaram a atuar mais fortemente nas concessões, representando um momento de crescimento no mercado de crédito no Brasil.

Contudo, a real mudança veio com a nova moeda de nome homônimo. O real apresentou maior consistência e menos inflação.

Dessa forma, com um maior controle sobre as flutuações salariais e preços, empresas de crédito começaram a se tornar mais solidificadas no Brasil.

Porém, somente após o período do plano real, em 1999, o Brasil implementou um regime de taxas de câmbio flutuantes e metas de inflação que impactou diretamente o sistema financeiro no Brasil.

Por conta dessa organização, os agentes e instituições financeiras conseguiram formar expectativas de preços e assim, conceder créditos com menores riscos, reduzindo a inadimplência no Brasil.

Em 2013, as mudanças nas modalidades de crédito acontecem pela Medida Provisória 130, na qual empréstimos poderiam ser concedidos em consignação, ou seja, folhas de pagamento e contas salariais, a medida que o salário era depositado, a parcela do empréstimo era abatida.

O crédito então, funciona como um mecanismo de estímulo para consumo. Através dele, existe um aumento de renda disponível e, portanto, aumento de atividades de compra.

Principais operações de crédito do mercado financeiro

As principais operações de crédito existentes no Brasil, variam de acordo com a modalidade, se for uma pessoa física ou jurídica. Então, entre as possibilidades de crédito, existem:

  • Pessoa física: crédito consignado, cheque especial, cartão de crédito, empréstimo pessoal, financiamentos, leasing, adiantamento de décimo terceiro salário e outros;
  • Pessoa jurídica: crédito para capital de giro, crédito para projetos e compras relativas a empresa, empréstimos para criação de negócios e startups, entre outros.

Por conta da diversidade de créditos existentes, o mercado de crédito serve para impulsionar o sistema econômico de uma forma geral.

Entretanto, devido as altas taxas de juros no Brasil, algumas instituições tendem a serem mais seletivas para oferecer serviços ou linhas de crédito.

Uma vez que com a inflação em alta e aumento nos juros, consequentemente, apresenta aumento de riscos de inadimplências. Por isso, crescimento da lista de devedores negativados e instituições financeiras sem receber seus empréstimos de volta.

Onde conseguir crédito e como funciona o spread bancário

Como conseguir crédito? Essa questão está intrinsecamente ligada as instituições que participam do mercado de crédito no Brasil. Entre essas instituições estão:

  • Bancos privados e públicos;
  • Cooperativas de crédito (associação de pessoas que compartilham um investimento ou empréstimo, reduzindo os custos de juros e particionando valores entre os membros para gerar o valor total do empréstimo);
  • Caixa econômica federal;
  • Sociedades de Crédito ao Microempreendedor;
  • Administradoras de Consórcios;
  • Empresas de cartões de crédito.

Essas instituições têm algo em comum: obviamente, o valor que saí como empréstimo não será o mesmo que retorna.

As instituições que concedem crédito adotam um modelo igual ao modelo de spread no Brasil.

Mas então, como funciona o spread? O spread bancário é justamente a desproporção entre o que os bancos remuneram na captação de recursos de uma conta, em contrapartida, dos valores cobrados quando o cliente vai pedir um empréstimo.

É exatamente por isso que as instituições financeiras oferecem melhores condições para reter montantes em conta ou a criação de poupanças.

Entretanto, no momento de conceder o crédito, o Brasil ainda precisa evoluir em suas taxas e especialmente no mercado de crédito privado.

Por isso, na hora de fazer uma linha de crédito ou pedir um empréstimo, ficar à mercê do mercado de crédito, é um risco.

Portanto, é necessário educação financeira e pesquisa sobre as opções de crédito existentes antes de realizar qualquer contrato que leve a um endividamento e posteriormente superendividamento.

É preciso entender o mercado de crédito, ele auxilia justamente na criação dessa base de conhecimento e pode ser o fornecedor do empurrão inicial para o seu projeto. A partir do momento que se conhece as opções, novas escolhas e formas de negócio surgem. Mais conteúdos como esse? inscreva-se no nosso Whatsapp.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *