Entenda o que são as metas SMART e como aplicá-las no seu negócio!

metas smart

Muitas vezes definimos objetivos que na verdade não são tão relevantes para os resultados profissionais e pessoais. Por isso, metodologias como as metas SMART vêm se tornando cada vez mais comuns no mundo corporativo.

Além de aumentar a assertividade na definição de objetivos, as metas SMART são úteis para que apenas metas atingíveis sejam definidas na execução do empreendedorismo.

O que são as metas SMART?

As metas SMART são uma metodologia de definição de objetivos individuais ou coletivos, comumente utilizadas para empresas em busca de crescimento.

Cada letra da palavra SMART representa uma etapa deste processo de estabelecimento de metas.

  • Specific (Específico);
  • Measurable (Mensurável);
  • Attainable (Atingível);
  • Relevant (Relevante);
  • Time based (Temporal).

Além do significado que cada letra do método, a palavra smart vem do inglês e significa “inteligente”.

Portanto, podemos dizer que a metodologia smart é uma forma inteligente de definir metas e alcançar objetivos corporativos e pessoais.

Originalmente, o método foi pensado para empresas. No entanto, ao se atestar da sua eficiência, a estratégia passou a ser muito utilizada para alcançar metas pessoais.

Como estabelecer as metas SMART?

Para conseguir desenvolver metas inteligentes através do método smart, é necessário entender a importância e os objetivos de cada etapa deste processo.

Specific (Específico)

O primeiro passo para definir um objetivo eficiente é pensar nas metas específicas, ou seja, metas que o objetivo a ser alcançados são bem definidos, sem flexibilidade e subjetividade.

Por exemplo, a empresa deve definir que pretende aumentar em 10% o volume de vendas, e não simplesmente definir que quer aumentar as vendas.

Essa diferença pode parecer singela, entretanto, impacta muito em relação aos resultados alcançados pela empresa.

Logo, neste primeiro passo para definir as metas smarts, deve-se estabelecer um ponto referencial que vai definir se a meta foi alcançada ou não.

Measurable (Mensurável)

O segundo passo é enquadrar o objetivo entre metas mensuráveis para ser possível analisar quão perto ou longe do objetivo você está.

Por exemplo, se a meta for ser a melhor sorveteria do estado, talvez não exista um indicador preciso para este objetivo.

Entretanto, como o exemplo dado para a meta específica acima, aumentar o volume de vendas em 10% é facilmente mensurado, basta ter cuidado com a coleta e metrificação dos dados.

Attainable (Atíngivel)

Para viabilizar o alcance do objetivo e evitar frustrações, sempre deve-se definir metas atingíveis.

Por exemplo, se sua meta for triplicar o orçamento da empresa, ela é específica e também mensurável, porém talvez ela não seja atingível.

Portanto, é essencial que seja feita uma análise cautelosa para definir metas que estejam de acordo com a real capacidade do seu negócio.

Relevant (Relevante)

Se o objetivo definido não for importante para seu planejamento estratégico, o desenvolvimento de metas não será muito útil.

Por isso, é necessário definir metas relevantes que vão ser importantes para a trajetória do negócio.

Uma meta relevante é facilmente identificada e abraçada por toda equipe, enquanto outra que seja apenas específica para um setor ou que seja apenas para “maquiar” a imagem da empresa podem parecer irrelevantes para a equipe.

Time based (Temporal)

Por último, mas não menos importante, devem ser definidas metas temporais.

Uma meta sem prazo, corre risco de ser procrastina e/ou nunca atingida, impossibilitando o planejamento estratégico da empresa.

Por isso, ao definir uma meta, deve ser estabelecido um período para a sua realização.

Além disso, se dentro da meta existirem atividades a serem realizadas, é interessante desenvolver um cronograma para entender se tudo está correndo como previsto.

Exemplos de metas SMART

Após entender o processo de definição de metas, é necessário estar atento a exemplos de metas SMART.

Desta forma, além de entender o conceito de metas SMART, você entenderá como elas são comumente aplicadas aos negócios.

  • Aumentar o volume de vendas em 10% em um prazo de 6 meses;
  • Produzir 600 artigos SEO em 3 meses para aumentar o tráfego orgânico;
  • Contratar mais 2 desenvolvedores web até o fim do ano.

Logo, as metas SMART podem ser para diversas áreas do seu negócio, contanto que sejam bem definidas e mensuráveis, atingíveis, relevantes e programadas para dentro do prazo necessário para o seu negócio. Assine nossa newsletter para mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos