Mídia Kit: saiba o que é e aprenda como fazer!

midia kit 3

Com o crescimento do universo digital, a estratégia de Mídia Kit está sendo cada vez mais usada pelo mercado para divulgar uma marca, produto ou serviço a um maior público.

No entanto,  muitos comunicadores e veículos de comunicação, assim como influenciadores digitais que trabalham com criação e divulgação de conteúdo podem não conhecer ou não saber como fazer um Mídia Kit.

Por exemplo, a criação do Mídia Kit permite apresentar a uma empresa como a sua audiência (por exemplo, os seguidores no Tiktok e no Instagram) podem trazer um resultado positivo para uma marca que queira anunciar no seu perfil.

O que é o Mídia Kit?

Em primeiro lugar, o Mídia Kit trata-se de um documento (digital ou físico) que entrega algumas informações sobre o produtor de conteúdo. Alguns desses pontos são, por exemplo:

  • A dele atividade na rede social ou outras mídias;
  • Qual é o nicho dele;
  • Quais são as suas ideias e posicionamentos dele;
  • Quais são as métricas dele;
  • Com quais marcas ele já atuou antes;
  • Quais são os serviços e qual o preço para cada um deles.

No entanto, para que esse documento, que também é chamado de Press Kit ou Media Kit, seja atrativo para a empresa, é preciso saber vender aquele espaço com certificação de boas chances de sucesso.

Por essa razão, na maioria das vezes, esse material é feito e distribuído por uma assessoria de imprensa, sendo um setor com experiência para essa atividade.

Quando fazer um Mídia Kit?

A necessidade de criar um Mídia Kit deve ser identificada de acordo com a intenção de se criar atividades de empreendedorismo de quem quer anunciar.

Por exemplo, um usuário do Instagram que quer disponibilizar o espaço das suas redes sociais para fazer divulgações precisa entregar algum material para que haja a análise de pontos como, por exemplo, se o público daquele Instagram tem conexão com o público da empresa.

Com ele, a empresa poderá entrar em contato com esse produtor de conteúdo para poder traçar estratégias de divulgação que sejam boas para ambos.

Como fazer um Mídia Kit?

Em primeiro lugar, em um Mídia Kit, todas as informações devem estar postas de forma bem clara e objetiva, a fim de que o possível parceiro tenha em mente todos os pontos importantes sobre o produtor de conteúdo em questão.

Portanto, é preciso ter coerência com o estilo e logo da marca, sem deixar a criatividade de lado para que seja um conteúdo agradável mas também interessante.

Vale ressaltar que é possível produzir um Mídia Kit usando desde ferramenta gratuitas, como é o caso do Canva, site que permite a criação de peças gráficas de forma simples, assim como o Adobe Photoshop.

Além disso, uma dica valiosa: sempre deixar o formato do arquivo em PDF, para garantir que não aconteçam transformações no arquivo após enviá-lo.

O que colocar no Mídia Kit?

midia kit 2

Existem alguns elementos que não podem faltar de forma alguma em um Mídia Kit, indo desde quem é o anunciante, passando por dados estatísticos e, por fim, regras.

Essência do conteúdo

Em primeiro lugar, de forma simples e direta, você precisa definir o que sua empresa ou você são. Isso precisa fazer sentido para quem quer anunciar na sua plataforma e, assim, consiga despertar o interesse da empresa em questão.

Posição da marca

É preciso que os seus objetivos e valores também estejam muito bem desenhados para quem lê, pois é isso que vai dar credibilidade ao seu conteúdo. Portanto, isso deve ser feito de modo bastante explícito.

Nicho de mercado

Outro elemento essencial é o nicho de mercado. Para quem quer contratar seus serviços, faz toda a diferença saber se você está dentro do ambiente que o anunciante quer atingir. Não pode haver choque entre os nichos de quem anuncia e quem quer ser anunciado.

Por exemplo, uma Churrascaria não pode ter grande alcance se escolher um influenciador digital que seja vegetariano ou vegano e busque trazer conteúdos sobre isso, pois seu nicho também não vai ter interesse.

Perfil do público

Assim como o nicho de mercado, o perfil do público é bastante relevante. Inclusive, quanto mais informações sobre o perfil da audiência você oferecer, melhor para quem quer entender o comportamento do público em questão.

É possível ir além de gênero, idade, renda e escolaridade. Para facilitar a compreensão, você pode adicionar uma persona para o seu público. E fica uma dica de ouro: jamais tente modificar esses dados para distorcer a ideia de quem lê, pois o prejuízo pode vir depois – para ambos.

Número de seguidores

Apesar de ser uma informação muito simples, não deixa de ser muito importante. Afinal, quanto maior for o alcance do produtor de conteúdo, o produto ou serviço a ser anunciado vai chegar a mais pessoas.

Sendo assim, se trata de um objetivo básico para uma empresa: o número de seguidores reflete o poder do influenciador digital.

Dados estatísticos

Além de números de seguidores, o engajamento também entra como um fator imprescindível. Afinal, ter muitos seguidores e pouco engajamento não será positivo para o objetivo da marca.

O engajamento, por sua vez, é capacidade de influenciar pessoas e se relacionar com elas. Para comprovar seu alcance e influência, é importante mostrar estatísticas, taxas e comentários que sirvam de exemplo. Sobretudo, quando se trata de recordes.

Parcerias anteriores e casos de sucesso

Outro ponto de credibilidade é falar de trabalhos e parcerias anteriores, principalmente quando foram positivas. Além de trazer credibilidade e consistência ao Midia Kit, serve como portfólio do que você já criou e comprova sua experiência no ramo.

Portanto, selecionar os melhores negócios e casos de sucesso é essencial para mostar o poder de alcance que o seu conteúdo pode atingir.

Valores

É importante que quem quer anunciar tenha uma noção de quanto vai custar até mesmo para poupar tempo. Isso porque, caso ele não tenha condições de pagar o valor que você está disposto a receber, ele não irá dar continuidade.

No entanto, é bom ter duas opções de Mídia Kit – uma com preço e outra sem preço. O primeiro pode servir para empresas novas que você quer apresentar seu conteúdo, já o segundo serve para casos em que o interesse em anunciar existe e o foco é fechar um contrato.

Direitos e deveres

Sempre há regras. Portanto, elas não podem passar batidas. São elas, por exemplo, condições de pagamento, o tempo para publicação dos materiais e ajustes de conteúdo. Tudo isso precisa estar claro para evitar problemas futuros.

Informações de contato

Por último, mas não menos importante, para facilitar a comunicação, você deve deixar seus dados adicionais para contato – e-mail e telefone.

Como visto, o Mídia Kit é uma importante ferramenta para se colocar disponível enquanto anunciante. Por isso, todas essas recomendações fazem a diferença na hora de fazê-lo para conquistar parcerias.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos