Mini índice: vale a pena investir?

Mini índice 2

A renda variável dispõe de uma gama de modalidades de investimentos: sejam ações, ETF’s, Units, Fundos, Moedas ou Índices. Entre essas modalidades, existem os minicontratos, que é o caso do Mini Índice.

De forma resumida, o Mini Índice representa o contrato futuro do índice Ibovespa negociado a um valor menor que o índice futuro.

Portanto, para quem deseja seguir nessa área dos minicontratos, uma forma de começar com pouco dinheiro é através do Mini Índice, já que ele é disposto por frações, o que torna ele mais acessível do ponto de vista econômico.

O que é o Mini Índice?

Em linhas gerais, o Mini Índice é o contrato para um ativo derivado do Índice Bovespa. Através do índice Bovespa, é possível saber quando as ações mais representativas da Bolsa de Valores estão caindo ou quando elas obtém crescimento significativo.

Planejado em 2001 com o objetivo de dar acesso a investidores que são pessoas físicas, o Mini Índice tem um o perfil distinto. Este contrato totaliza 20% do valor de um contrato de índice cheio (IND), ou seja, ele é uma fração do que o índice cheio é.

Por exemplo, imagine a situação que você tenha comprado uma ação da empresa Petrobrás (PETR4) às 11h30 por R$ 25,00 e às 14h conseguiu vender por R$ 29,00.

Nesse caso, você realizou uma operação Day Trade com lucro de R$ 3,00 por ativo. Vale lembrar que essa é uma forma de investir dinheiro a um alto risco. Para quem é pessoa física comum, essa pode não ser a forma mais eficiente de investir em ações.

Como funciona o Mini Índice?

Cada contrato tem sua cotação expressa em pontos (por exemplo, os pontos Bovespa). Eles representam um valor na moeda nacional respectivo.

Por exemplo, 1,00 ponto é o equivalente a R$ 5 reais. Cada “IND”, leva em consideração lotes de 5 contratos, ou seja, o equivalente a 5 pontos.

No entanto, imagine que o índice cheio equivale a “1,00 por ponto”. No caso do Mini Índice, ele representaria “0,20 por ponto”. Dessa forma, ele iria permitir:

  • Menores riscos;
  • Menores variações;
  • Menor margens para se operar.

É possível comprar e vender um Mini Índice sob a perspectiva do contrato futuro. Ainda, esse índice tende a oscilar em função de especulações e dos movimentos da Bolsa/ibovespa.

Com a ajuda de técnicas de Day Trade é possível pensar de forma especulativa sobre operações avançadas envolvendo contratos. No entanto, vale lembrar que essa é uma operação de alto grau de risco.

Mini Índice Bovespa


O Mini Índice Bovespa, por sua vez, é um contrato derivado da carteira teórica de ações da bolsa de valores, derivado do Ibovespa.

Ele funciona como medidor de desempenho em que o investidor vai poder avaliar se as ações mais representativas da bolsa estão em alta ou em baixa de acordo com mercado financeiro.

Para saber se os investimentos estão sendo lucrativos, então, basta comparar o desempenho das ações às variáveis do IBOV ou ao mini Índice Bovespa.

Caso as ações apresentem desempenho maior ou igual, os investimentos estão performando bem. Afinal, ele se baseia na liquidez de ativos mais representativos da bolsa, categorizando-se como um exemplo de desempenho mínimo a ser seguido.

Além disso, vale ressaltar que a cada quatro meses a carteira da Ibovespa passa por uma reavaliação, se mantendo, portanto, atualizada e garantindo sua posição de benchmark.

Como operar Mini Índice?

mini indice

Quando as pessoas decidem se tornar investidores na modalidade de Day Trade, muitas vezes elas não sabem propriamente como operar Mini Índice. As operações Day Trade são, portanto, orientadas no contrato futuro.

O Day Trader

Antes, os chamados Traders eram os profissionais especializados na movimentação dos minicontratos. Muitos investidores pagavam para que especialistas movimentassem suas ações.

No entanto, com o acesso à internet e cursos que foram surgindo ao passar do tempo, muitas pessoas optaram por deixar de buscar por esses serviços e começaram a controlar o desenvolvimento de suas próprias aplicações.

Para fazer isso, portanto, é preciso ter conhecimento avançado em investimentos, já que o Mini Índice Bovespa é de altíssimo risco.

Sendo assim, do mesmo modo que o investidor pode ganhar muito dinheiro, ele pode ter diversos prejuízos em operações mal sucedidas.

O Day Trader opera dentro períodos curtos, com operações que duram de minutos até horas dentro do mesmo dia, podendo operar mais de uma vez. No geral, ele opta por contratos ao invés das ações de apenas uma empresa, que são os chamados minicontratos.

Para saber como operar minicontratos é preciso entender quais são as principais características desse tipo de aplicação que tem o Mini Índice e Mini Dólar como ativos dominantes.

Características dos minicontratos

Portanto, alguns dos elementos que configuram os minicontratos são, por exemplo:

  • Data de vencimento: o minicontrato possui prazo de vencimento para ser negociado. Toda quarta-feira mais próxima ao dia 15 de um mês par;
  • Contrato: com lote mínimo é de 1 contrato de Mini Índice, seu cálculo varia através de pontuações. Nesse caso, 1 ponto corresponde ao valor R$ 0,20;
  • Ativo- objeto: tem no índice de ações da Bolsa de Valores (Ibovespa) o principal direcionador das aplicações tanto para compras quanto vendas.
  • Representação por códigos: um aspecto que diferencia o minicontrato das ações são as siglas e datas de vencimento usadas. Portanto, letras equivalem ao mês de vencimento e o número do ano usados em uma sequência de WIN.

Qual é o código do Mini Índice?

No momento de investir, a sigla WIN será acompanhada de uma letra que corresponde ao mês de vencimento do contrato junto com dois números que representam o ano de vencimento.

Portanto, o Código e Mês correspondente da sigla WIN da seguinte forma:

Mês Código
Janeiro F
Fevereiro G
Março H
Abril J
Maio K
Junho M
Julho N
Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

Q

U

V

X

Z

Tabela de identificação dos meses de vencimento dos minicontratos – Fonte: BM&FBovespa.

O que é o Mini Dólar?

O mercado futuro do Brasil possui dois principais minicontratos: o Mini Índice e também o Mini Dólar, sendo eles completamente distintos na sua composição.

O Mini Dólar é a variação futura de compra e venda de minicontratos e se baseia no preço das ações em dólar americano. Sua taxa de câmbio é a relação entre o Real e o Dólar (que tem cotação sempre variável).

Essa cotação do dólar em reais varia de acordo com a disponibilidade da moeda americana no país e o fluxo de entrada da moeda para exportação e importação de bens e serviços.

Sendo assim, o mini dólar é uma aplicação arriscada para iniciantes, mesmo sendo de minicontrato, pois tanto seu ganho está atrelado a valorização e desvalorização do dólar.

Além disso, ele apresenta um valor elevado com cada ponto de mini dólar (WDO) equivalente a R$ 10,00 na moeda brasileira, diferente do Mini Índice que custaria apenas R$0,20 por ponto de WIN (Mini Índice).

Diferença entre Mini Dólar e Mini Índice

Vale, ainda, entender a diferença entre Mini Dólar e Miní Índice. Por exemplo, o valor por pontos de cada. Isso faz com que o investidor corra mais ou menos riscos de perder dinheiro ao comprar alguns minicontratos, principalmente, quando está iniciando no day trade.

No âmbito dos minicontratos, a principal diferença é que Mini Índice acompanha a cotação das ações do Ibovespa e tem valor de R$ 0,20 por ponto. Já o Mini Dólar acompanha o Dólar e custa R$ 10,00 ponto.

Além disso, a volatilidade e oscilação dessas operações podem interferir de modo agressivo para ganhos e perdas financeiras. O Mini Índice, por exemplo, tem oscilação em média de 2.000 a 5.000 pontos por dia, já o Mini Dólar oscila em média entre 100 a 150 pontos por dia.

Por fim, caso não esteja disposto a correr esse risco ou ainda não está confiante para operar em Day Trade, você pode praticar a análise fundamentalista das empresas para poder operar no Mini índice.

Qual a diferença entre Mini Índice e Mini Dólar?

Quanto aos minicontratos, a principal diferença é que Mini Índice acompanha a cotação das ações do Ibovespa e tem valor de R$ 0,20 por ponto. Já o Mini Dólar acompanha o Dólar e custa R$ 10,00 ponto.

Qual é o código do Mini Índice?

A sigla é WIN. Ela será acompanhada de uma letra que corresponde ao mês de vencimento do contrato mais dois números que representam o ano de vencimento.

Como operar Mini Índice?

Quando as pessoas decidem se tornar investidores na modalidade de Day Trade, muitas vezes elas não sabem propriamente como operar Mini Índice. As operações Day Trade são, portanto, orientadas no contrato futuro.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos