Home Blog MOVI3: saiba tudo sobre as ações da Movida

MOVI3: saiba tudo sobre as ações da Movida

ações da movida movi3

A Movida (MOVI3) é uma empresa brasileira de locação de veículos, com forte presença no mercado e relevância dentro do setor de transporte e logística.

As ações da Movida (MOVI3) fazem parte da parte da bolsa de valores brasileira, a B3 (Brasil, Bolsa e Balcão).

O que é a Movida (MOVI3)?

A Movida S.A. (MOVI3) é uma companhia brasileira responsável pela locação de automóveis com forte presença em seu setor. Suas ações são negociadas na bolsa brasileira através do ticker MOVI3.

A companhia possui uma frota de mais de 90 mil carros, distribuídos em seus mais de 180 pontos de atendimento.

A Movida (MOVI3) também comercializa carros seminovos e possui um segmento de terceirização de frotas.

Com a sua aquisição pelo Grupo JSL, um dos maiores grupos de logística do país, a empresa passou por diversas reestruturações e se tornou uma das líderes em seu mercado.

Além da Movida, outras empresas atuam no setor de transporte e logística, como a Locamerica (LCAM3) e a Localiza (RENT3)

  • Locamerica: empresa de terceirização de frotas e revenda de veículos seminovos, com sede em Belo Horizonte e ações negociadas na B3;
  • Localiza: rede brasileira especializada em aluguel de automóveis, atuante nas principais cidades e aeroportos do Brasil e também em diversos países da América Latina, como Argentina, Paraguai, Colômbia, Equador e Chile. Possui ações negociadas na B3.

Devido à importância da Movida para o mercado de locações de veículos e seu alto crescimento nos últimos anos, é importante analisar seu histórico e atuação.

Assim, permitindo decisões bem fundamentadas aos investidores interessados em seu setor.

História da Movida (MOVI3)

movi3 investimento ações da movida

A Movida foi fundada no ano de 2006, na cidade de São Paulo, como uma pequena locadora de veículos.

Nos seus primeiros anos de atuação, a empresa conseguiu um bom espaço no mercado, possuindo mais de 29 pontos de atendimento e uma média de 2,4 mil carros.

Em 2013, a empresa foi comprada pelo Grupo JSL, que iniciou o processo de consolidação de todas as suas atividades de aluguel de carros e de gestão e terceirização de frotas na Movida.

No ano seguinte, a então subsidiária já contava com 82 pontos de atendimento pelo Brasil e uma frota de mais de 36 mil automóveis.

Em 2015, a Movida expandiu suas atividades para o Mercado Premium e se consolidou como a segundo maior player do país.

Foi no mesmo período que a companhia lançou o serviço Movida Express, que possibilitou a retirada e devolução de veículos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

A essa altura, a empresa já contava com uma rede de 179 lojas e uma frota de mais de 52 mil carros espalhados pelo Brasil.

No ano de 2017, a Movida realizou a abertura de capital na bolsa de valores brasileira, a B3, dentro do segmento Novo Mercado.

Ainda nesse ano, lançou o seu sistema de pré-pagamento e alcançou 241 pontos de atendimento.

Em 2018, com a criação do i-move, a Movida se transformou em uma plataforma multimodal de mobilidade, com a oferta de bicicletas elétricas e trikkes.

Já em 2020, durante a crise do novo Coronavírus, a empresa enfrentou a paralisação de seus serviços e uma lenta retomada de suas atividades.

Linha do tempo da Movida (MOVI3)

  • 2006 – Movida é fundada na cidade de São Paulo;
  • 2012 – A companha alcança a marca de 29 pontos de atendimento e 2.400 carros em sua frota;
  • 2013 – Grupo JSL adquire a Movida com a intenção de expandir suas operações;
  • 2014 – Empresa define um novo Benchmark, expandindo sua frota com carros desejados por seus clientes;
  • 2014 – Movida chega a 82 pontos de atendimento e 36 mil veículos;
  • 2015 – A companhia é reconhecida como o segundo maior player do Brasil e lança o APP Movida e o serviço Movida Express;
  • 2016 – Movida conquista 242 pontos de atendimento e mais de 64 mil carros em sua rede;
  • 2017 – Número de automóveis em sua frota salta para 75.860;
  • 2018 – Movida inicia a venda de seminovos e chega a 250 pontos de atendimento e à marca de mais de 90 mil carros;
  • 2018 – Criação do i-move;
  • 2020 – Movida é atingida pela crise do novo Coronavírus.

O que faz a Movida (MOVI3)?

A Movida (MOVI3) se destaca como uma das maiores companhias de locação de veículos no mercado brasileiro.

A empresa busca o reconhecimento de seus clientes através de uma oferta diferenciada de serviços e produtos.

Além disso, a Movida também estabelece alianças estratégias com montadoras, concessionárias e locadoras com o objetivo de proporcionar uma melhor experiência aos seus consumidores.

Dentre suas principais linhas de negócios, estão:

  • Movida Express;
  • I-move;
  • Movida Seminovos.

Sua extensa rede de atendimento é localizada em pontos estratégicos em todos os estados do Brasil, com foco em mercados mais promissores.

Como atua a Movida (MOVI3)?

A Movida atua buscando o oferecimento de veículos com baixa quilometragem e alto estado de conservação aos seus clientes.

Suas atividades estão divididas entre os segmentos de:

  • Locação de veículos (“rent a car” ou RAC);
  • Gestão e terceirização de frotas (GTF).

Para isso, a companhia possui um processo constante de renovação de sua frota operacional, com a desmobilização de seu ativo após doze meses de sua aquisição.

Desde 2018, esses automóveis são comercializados dentro da própria empresa, sob a marca Movida Seminovos.

Assim, possibilitando sua diferenciação dentro do mercado de locação de veículos.

As ações da Movida (MOVI3): onde e como são negociadas?

A ação da Movida (MOVI3) pode ser negociada dentro da bolsa de valores brasileira (B3) por investidores interessados em sua atuação.

Esse processo ocorre através de um sistema digital, que oferece segurança e agilidade a quem deseja aplicar seu dinheiro no mercado de capitais.

A Movida possui ações ordinárias (MOVI3 ON), que dão aos acionistas o direito de participação nas decisões da empresa, e também está presente no mercado fracionário, através do ticker MOVI11.

Desse modo, para investir em Movida, é necessário realizar a abertura de uma conta numa corretora de valores de sua preferência.

Após isso, deve-se realizar uma transferência TED com o valor desejado para a realização do investimento.

Assim, posteriormente, o investidor poderá selecionar a ação da Movida, representada pelo ticker MOVI3, e tornar-se um de seus acionistas minoritários.

Características das ações da Movida (MOVI3)

As ações da Movida (MOVI3) são negociadas na bolsa de valores brasileira ou B3 (Brasil, Bolsa e Balcão), possuindo as seguintes características:

A classificação setorial da Movida (MOVI3), tendo em vista as informações divulgadas na B3 é: Consumo Cíclico / Diversos / Aluguel de carros.

Além disso, seu Segmento de Listagem na B3 é o Novo Mercado, que tende a abranger empresas com boas avaliações de governança coorporativa.

Suas ações também oferecem Tag Along de 100% ON e têm free float de 34,41%.

Como ganhar dinheiro com as ações da Movida (MOVI3)?

investir em movida movi3

É possível obter lucros com as ações da Movida (MOVI3) de algumas maneiras dentro da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão).

Dentre elas, uma das principais é através do ganho de dividendos, já que a companhia apresenta um histórico recorrente de pagamento de proventos.

Além disso, o investidor poderá se beneficiar com a multiplicação de seu patrimônio através da negociação das ações Movida por um preço mais alto que o adquirido inicialmente.

Algumas precauções podem possibilitar que o acionista realize suas negociações de forma mais segura, como a diversificação na carteira de investimentos, incluindo ativos de renda fixa e renda variável.

Nesse caso, priorizar rentabilidade ou liquidez irá depender dos objetivos do investidor, que pode escolher entre a realização de investimentos de curto, médio e longo prazo.

Vale a pena investir na Movida (MOVI3)?

A Movida (MOVI3) é uma das maiores empresas locadoras de veículos do mercado brasileiro.

A empresa possui uma frota de mais de 100 mil automóveis e investe consideravelmente em tecnologia, estando bem adaptada a um período onde o uso vem se tornando mais relevante que a posse.

Consequentemente, esse cenário indica uma tendência de crescimento para o setor de aluguel de veículos, o qual a Movida faz parte.

No entanto, por integrar o setor de transporte e logística, que possui uma forte concorrência, ela pode sofrer impactos no seu crescimento ao longo dos anos.

Um outro ponto de risco está relacionado aos níveis das tarifas e demandas entre as companhias, que podem chamar a atenção dos consumidores através do preço.

Portanto, para chegar a conclusões eficientes sobre o potencial de lucratividade representado pela Movida (MOVI3), é importante que o investidor realize uma análise fundamentalista.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *