Home Blog MRFG3: vale a pena investir em ações da Marfrig?

MRFG3: vale a pena investir em ações da Marfrig?

MRFG3

A Marfrig Global Foods S.A. (MRFG3) direciona suas atividades para a produção de proteínas. A empresa é uma multinacional, atuando especialmente no segmento de carnes e derivados.

As ações da Marfrig (MRFG3) integram parte da bolsa de valores brasileira. Sendo negociadas por investidores que enxergam no setor de alimentos, oportunidades vantajosas de investimentos.

O que é a Marfrig (MRFG3)?

A Marfrig (MRFG3) centraliza seus serviços no segmento de varejo, processamento e food service.

Além disso, a empresa possui uma capacidade anual de processamento de 480 milhões de frangos, 5 milhões de cabeças de gado, 3 milhões de ovinos e 9 milhões de perus.

A organização é brasileira, sendo considerada a segunda maior produtora de carne do mundo, suas ações são comercializadas na B3, mediante o ticker MRFG3.

Em síntese, a Marfrig atua no segmento de carnes desde o ano de 1986, por meio do início das operações referentes a distribuição de cortes de carnes pelo Brasil. A Marfrig possui mais de 711.369.913 milhões de ações, sendo 65,8% destas em Free Float

Além da Marfrig, outras companhias integram o setor de carnes e derivados no Brasil, como a Minerva (BEEF3) e a JBS (JBSS3).

  1. Minerva: a Minerva atua na produção e comercialização de carne in natura. Além disso, a companhia exporta gado vivo, atuando no processamento de carnes. A Minerva possui 11 frigoríficos e 1 planta de processamento.   
  2. JBS: a empresa atua operando no processamento de carne bovina, ovina, suína e de frango. Soma-se a isso, a JBS comercializa produtos de couro, colágeno, embalagens metálicas e biodiesel.

Por isso, mediante a relevância da Marfrig (MRFG3) para o mercado, é importante atentar-se a sua trajetória e modelo de negócio.  

Sendo assim, por meio das informações adquiridas é possível realizar investimentos de forma mais assertiva. 

O que faz a Marfrig (MRFG3)?

A principal atividade da Marfrig está associada ao processamento de carnes. 

Dessa maneira, dentre as marcas que integram a empresa no Brasil estão: 

  1. Montana Dia a Dia;
  2. Montana Premium Beef;
  3. Marca Bassi;
  4. Bassi Cordeiro da Patagônia;
  5. Bassi Stars;
  6. GJ;
  7. Bassi Wagyu;
  8. Pampeano;
  9. Marfrig Profissional;
  10. Palatare;
  11. Bona Pet;
  12. Ven.

Diante disso, percebe-se que a empresa busca explorar- além do setor alimentício- outros segmentos. Buscando diversificar seus produtos, atingindo assim, públicos diversos. 

Como atua a Marfrig (MRFG3)?

MRFG3 1

A Marfrig (MRFG3) é considerada uma das maiores empresas de processamento de carnes do mundo, contando com mais de 24 unidades primárias de processamento. 

Além disso, a companhia possui mais de 36 unidades de produção, possuindo atuação em 4 continentes do mundo.

Sendo assim, a Marfrig conta com 8 centros de distribuição localizados no Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos e Chile. 

Ademais, a empresa acredita que a utilização de recursos naturais e a preservação do meio ambiente devem ser fundamentais ao negócio da empresa, buscando assim, um crescimento sustentável. 

As ações da Marfrig: onde e como são negociadas?

O ticker da Marfrig (MRFG3) é negociado na bolsa de valores brasileira ou B3 (Brasil, Bolsa e Balcão).

As ações da empresa são adquiridas por meio de plataformas online, que possuem o intuito de tornar mais simples e descomplicado o sistema de negociações entre os acionistas.  

A organização possui ações ordinárias (MRFG3 ON) que ofertam direito ao voto durante as assembleias empresariais.

Sendo assim, para adquirir ações da Marfrig é importante realizar a abertura de uma conta numa corretora de valores

Além disso, será fundamental que seja realizada uma transferência TED com o valor desejado para realizar o investimento. 

Sendo assim, será possível selecionar ações da Marfrig, que estão classificadas como MRFG3. 

Características das ações da Marfrig (MRFG3)

As ações da Marfrig são negociadas na B3 e possuem as seguintes características:

A classificação setorial da Marfrig (MRFG3) segundo as informações disponibilizadas na B3 é: Consumo não Cíclico / Alimentos Processados / Carnes e Derivados.

Além disso, seu segmento de listagem na bolsa de valores é o Novo Mercado, que dá preferência a empresas com boa governança corporativa e alta transparência.

Suas ações oferecem Tag Along de 100% ON, além de Free Float de 65,8%.

História da Marfrig (MRFG3) 

No ano de 1986 a Marfrig deu início às suas operações através da distribuição de cortes de carnes especiais para grandes redes de restaurantes localizadas no Brasil.

Sendo assim, dentre os anos 90 e 2000 ocorreu o fortalecimento da Marfrig Beef, mediante a inauguração do 1° centro de distribuição próprio, que localizava-se em Santo André, em São Paulo.

Além disso, em 2001, ocorreu um arrendamento de uma segunda unidade de processamento e abate de carnes bovinas. Além disso, no mesmo ano, a Marfrig iniciou as atividades referentes à exportação, por meio da marca “GJ”, tornando-se conhecida no mercado internacional.

Logo, alguns anos após, especificamente , entre 2000 e 2005, ocorreu uma diversificação regional da Marfrig Beef em território nacional, além de serem iniciadas as exportações de carne bovina.

Foi entre os anos de 2005 e 2006 que deu-se início ao processo de expansão internacional, mediante a aquisição de empresas na Argentina, Uruguai e Chile. 

Posteriormente, em 2007, ocorreu a abertura do capital da empresa na BM&FBOVESPA.

Além do mais, em 2008, a Marfrig adquiriu a Moy Park, considerada a maior produtora de aves da Irlanda do Norte, como também, faz parte das 20 maiores empresas de alimentos localizadas no Reino Unido. 

No ano de 2009, a Marfrig foi a primeira empresa de alimentos em todo o mundo a assinar um compromisso público com o Greenpeace, assegurando a compra do gado legal e combatendo o desmatamento do bioma Amazônia. 

Por isso, em 2010, ocorreu a aquisição da Keystone Foods, vista como uma das maiores fornecedoras globais de alimentos para redes de restaurante e serviço rápido de alimentação. Atuando assim, em lugares como América do Norte, Ásia e Oceania.

Sendo assim,  em 2012 o foco da Keystone foi direcionado para a produção, industrialização e comercialização de alimentos, possuindo como base a proteína, por meio da comercialização do negócio de serviços e logística especializada. 

Reestruturação da empresa

Em 2013, ocorre a reestruturação do capital com a venda da Seara e Zenda por R$5,85 bilhões.

Além disso, no mesmo ano, a empresa deu início a nova cultura organizacional, denominada como “Focar para Ganhar”.

No ano de 2014, a nova denominação social da empresa foi aprovada, ficando conhecida como Marfrig Global Foods S.A.

Dessa forma, em 2018, a empresa anunciou que havia adquirido o controle da National Beef, sendo assim, acabou se consolidando como uma das principais produtoras globais de carne bovina. Servindo aos principais mercados consumidores do mundo.

Por fim, foi em 2019 que a empresa realizou a conclusão da aquisição da quickfood, VG e lowa, consolidando-se em posição de liderança na produção de hambúrgueres. 

Linha do Tempo da Marfrig (MRFG3)

  • 1986 – A Marfrig dá início às suas operações; 
  • Anos 90 a 2000 – É inaugurado o 1° centro de distribuição próprio da empresa;
  • 2001 –  É arrendada a segunda unidade de processamento e abate de carnes bovinas;
  • 2001 –  A Marfrig inicia suas atividades referentes à exportação, através da marca “GJ”;
  • 2000 a 2005 – Ocorre a diversificação regional da Marfrig Beef em território nacional;
  • 2005 a 2006 – O processo de expansão internacional da empresa foi iniciado;
  • 2007 – O capital da empresa é aberto na BM&FBOVESPA;
  • 2008 – A Moy Park é adquirida pela Marfrig;
  • 2009 – A Marfrig assina um compromisso público com o Greenpeace;
  • 2010 – Ocorre a aquisição da Keystone Foods;
  • 2012 – O foco da Keystone é direcionado para a produção, industrialização e comercialização de alimentos;
  • 2013 – O capital da empresa é reestruturado através da venda da Seara e Zenda;
  • 2013 – A Marfrig dá início a uma nova cultura organizacional;
  • 2014 – A nova denominação social da empresa é aprovada, tornando-se a Marfrig Global Foods S.A;
  • 2018 – A companhia anunciou a aquisição do controle da National Beef;
  • 2019 – A empresa realizou a conclusão da aquisição da quickfood, VG e lowa. 

Como ganhar dinheiro com as ações da Marfrig (MRFG3)?

MRFG3 2

De início, é importante deixar claro que existem diversas formas de adquirir lucros com as ações da Marfrig. 

Entretanto, é válido ressaltar que não se pode incluir o recebimento de dividendos, visto que a empresa não possui em seu histórico uma distribuição recorrente de proventos.

Porém, através da venda de ações por um valor mais alto que o adquirido anteriormente é possível obter lucros.

Por isso, recomenda-se ficar atento a algumas questões que proporcionam uma maior segurança às negociações.

Desse modo, é possível considerar questões relacionadas a diversificação da carteira de ativos, criando uma carteira que possua ativos de renda fixa e renda variável

Por fim, é válido analisar a segurança, liquidez e rentabilidade de uma ação, antes de realizar a aquisição. 

Vale a pena investir na Marfrig (MRFG3)? 

A Marfrig (MRFG3) é uma das principais empresas brasileiras, atuando no segmento de carnes e derivados. 

A empresa possui uma ampla diversificação geográfica, podendo ser vista como uma vantagem competitiva da empresa, dado que, essa distribuição contribui para uma redução nas restrições comerciais e também flutuações cambiais. 

Entretanto, a volatilidade referente aos custos das commodities podem impactar diretamente a margem bruta da companhia. Além disso, a empresa registra um alto índice de endividamento. 

Sendo assim, antes de realizar investimentos em uma determinada empresa, é importante realizar uma análise fundamentalista.

Dessa forma,  é possível perceber que os investimentos serão realizados com consciência e um maior nível de assertividade, seja com a Marfrig (MRFG3) ou com outra empresa que integre a bolsa de valores.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *