Home Blog MRVE3: vale a pena investir na MRV?

MRVE3: vale a pena investir na MRV?

mrve3

A MRV (MRVE3) é uma empresa brasileira que atua no setor de construção civil e incorporações. Considerada uma das maiores construtoras da América Latina, a empresa possui o maior número de unidades e cidades atendidas do País.

Os papéis da MRV (MRVE3) integram a bolsa de valores brasileira, a B3, com participação no índice IBOV. Dessa forma, é possível negociar ações da empresa caso o investidor observe nesse setor uma boa oportunidade.

O que é a MRV (MRVE3)?

A MRV Engenharia e Participações S.A. (MRVE3) tem uma atuação voltada para o segmento de empreendimentos residenciais populares. Dessa forma, prioriza projetos do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Fundada no ano de 1979, a empresa realizou sua Oferta Pública Inicial (IPO) no ano de 2007. Os papéis da MRV são negociados pelo ticker MRVE3.

Sendo assim, na bolsa de valores, a companhia possui mais de 481,9 milhões de ações gerenciadas, sendo 47,5% em Free Float.

Além da MRV, outras companhias fazem parte desse segmento. São elas, por exemplo, a Tecnisa (TCSA3) e a Cyrela (CYRE3):

  1. Tecnisa: a empresa possui como foco o mercado brasileiro de incorporação imobiliária. Atuando no mercado residencial de maneira integrada, ela realiza, por exemplo, a aquisição de terrenos, incorporação, vendas e construção;
  2. Cyrela: empresa também atua no setor imobiliário e se divide em bandeiras diferentes para atuar em segmentos distintos do mercado como, por exemplo, as empresas Living e Vivaz.

Além dessas informações, é importante avaliar o histórico e modelo de atuação da MRV (MRVE3) antes de tomar uma decisão assertiva.

O que faz a MRV (MRVE3)?

Em primeiro lugar, a principal atividade da MRV (MRVE3) é a construção civil e a incorporação de empreendimentos imobiliários. No geral, a empresa trabalha com 3 linhas de mercado:

  • Linha Eco: essa propõe uma construção inteligente que promove bem-estar com o preço mais acessível do mercado. Portanto, ela associa design contemporâneo, conforto e bom custo-benefício;
  • Linha Bio: em segundo lugar, esse mercado traz padrão mais alto de conforto e bem-estar. É a linha intermediária para quem já pode dar um passo maior em direção ao sonho da casa própria, por exemplo;
  • Linha Premium: por fim, existe a exclusividade. Os empreendimentos que se encaixam nessa linha são poucos, mostrando o melhor do desenvolvimento e construção de alto padrão da empresa.

Como a MRV (MRVE3) atua?

Com quatro décadas de história, a MRV mantêm seu foco em inovação e sustentabilidade, trazendo uma nova linha de produtos para revolucionar o mercado de empreendimentos residenciais brasileiro.

A empresa foca sua atuação no programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Além disso, o preço médio de venda das unidades é R$152mil.

Com esse foco de atuação e uma linha de produtos padronizada, a MRV possui uma escala industrial de produção, oferecendo elevado grau de especialização de processos, baixo custo de produção e qualidade diferenciada no segmento em que atua.

Além disso, a MRV possui uma grande variedade geográfica no setor imobiliário brasileiro. A companhia atua em 158 cidades em 21 Estados do Brasil.

Por último, a MRV ainda é uma das empresas brasileiras com maior histórico e experiência no acesso aos programas de financiamento especiais da CEF e BB;

Isso permite à empresa oferecer aos clientes condições de financiamento vantajosas, ao mesmo tempo em que reduz sua necessidade de capital no desenvolvimento de seus projetos.

Ações da MRV (MRVE3): onde e como negociar?

O ticker da MRV (MRVE3) é vendido na bolsa de valores brasileira de forma eletrônica, através de plataformas como o home broker.

A empresa possui ações ordinárias (MRVE3 ON). Esse tipo de papel dá, por exemplo, o direito ao voto durante as assembleias executivas.

No entanto, antes de comprar ações da MRV, é necessário realizar a abertura de um conta em uma corretora de valores. Essa, por sua vez, precisa ser credenciada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Depois, deve-se realizar uma transferência TED, com o valor direcionado para os aportes. Além dessa opção, também é possível realizar um Pix para a corretora de valores. Feito isso, então, o investidor poderá selecionar ações da MRV, referidas como MRVE3.

Características das ações da MRV (MRVE3)

mrve32

Considerada uma Small Cap, a MRV (MRVE3) tem como seu maior acionista Rubens Menin Teixeira de Souza, um dos fundadores, que detém mais de 36% das ações ordinárias. Além disso, a empresa participa dos índices IBOV, SMLL e IDIV.

A classificação setorial da MRV (MRVE3), segundo as informações disponibilizadas na B3, é: Consumo Cíclico / Construção Civil / Incorporações.

Ainda, seu segmento de listagem na bolsa de valores é Novo Mercado, que prioriza empresas com boa governança corporativa e alta transparência.

Por último, vale ressaltar que suas ações oferecem Tag Along de 100% ON, além de free float de 47,5%.

História da MRV

Em primeiro lugar, a MRV foi fundada pelos sócios Rubens Menin Teixeira de Souza, Mário Lúcio Pinheiro Menin e Vega Engenharia Ltda no ano de 1979. Surgiu, assim, a MRV Serviços de Engenharia, na cidade de Belo Horizonte (MG). Em 1981, já começaram a ser entregues os primeiros prédios em BH.

Em 1990, a empresa começou a ter participação de mercado relevante em Belo Horizonte, partindo assim para novos mercados. Três anos depois, em 1993, surgiu o “kit acabamento”, produto que passa a proporcionar opções adicionais aos imóveis.

Em 1995 a empresa expandiu e construiu empreendimentos e Uberlândia, cidade de MG. Um ano depois, em 1996, a empresa chegou na cidade de Americana, em SP.

Surgiu, então, a MRV Construções, em 1999, que passou a atuar no sul do Brasil, inicialmente nas cidades de Londrina e Curitiba.

Século 21

Em 2003, houve o lançamento das linhas Spazio e Village. Já em 2005 teve a expansão das atividades pra Goiânia, completando 28 cidades de atuação.

Além disso, ocorreu a reestruturação do Grupo MRV. A companhia foi constituída com o objetivo de facilitar a estrutura, passando a controlar a MRV Construções e a MRV Empreendimentos.

2007 foi o ano em que a empresa abre capital e passa a negociar ações na bolsa de valores. A Oferta Pública Inicial abrangeu 45,9 milhões de ações ordinárias, levantando R$ 1 bilhão de recursos líquidos.

Neste ano, a MRV também passou a deter participação acionária no capital social das empresas Prime e Blás, que atuam no segmento de Empreendimentos Residenciais Populares.

Um ano depois, em 2008, surgiu a MRV LOG, atuando no segmento imobiliário voltado pra incorporação e locação de centros de distribuição, condomínios industriais, hubs e condomínios logísticos.

Em 2010, as ações da MRV passaram a fazer parte do Índice Bovespa. Em 2012, foi aprovada a alteração do nome e marca da antiga MRV Logística e Participações S.A. pra LOG Commercial Properties e Participações S.A (”LOG CP”).

Além disso, foi constituída a Urbamais Properties e Participações S.A. (“Urbamais”). A empresa foi criada com o objetivo de desenvolver grandes áreas urbanas onde a MRV já opera, com maior foco no público das classes “B”, “C” e “D”.

Por fim, em 2018, acionistas aprovaram cisão parcial, resultando na segregação das ações de sua propriedade emitidas pela Log Commercial Properties e Participações S.A.

Em dezembro desse ano, por fim, as duas empresas passaram a ser negociadas separadamente na B3. Sendo assim, a companhia deixou de ter participação no controle da Log.

Linha do tempo da MRV

  • 1979: Fundação da MRV na cidade de Belo Horizonte (MG);
  • 1981: Entrega dos primeiros prédios em BH;
  • 1993: Surgimento do “kit acabamento”, produto que passa a proporcionar opções adicionais aos imóveis.
  • 1995-1996: Expansão para outra cidade de MG e para São Paulo;
    1999: Surgimento MRV Construções, atuando no sul do Brasil;

Século 21

  • 2003: Lançamento das linhas Spazio e Village;
  • 2005: Expansão das atividades pra Goiânia, completando 28 cidades de atuação. Reestruturação do Grupo MRV;
  • 2007: Entrada da empresa na bolsa de valores. Participação acionária no capital social das empresas Prime e Blás;
  • 2008: Surgimento da MRV LOG;
  • 2010: Participação no IBOV;
  • 2012: Alteração da antiga MRV Logística e Participações S.A. pra LOG Commercial Properties e Participações S.A. Consititição da Urbamais Properties e Participações S.A. (“Urbamais”);
  • 2018: Cisão parcial, resultando na segregação das ações de sua propriedade emitidas pela Log Commercial Properties e Participações S.A. Negociação separada das empresas na B3.

Como ganhar dinheiro com ações da MRV (MRVE3)?

mrve33

A MRV distribui dividendos constantes aos seus acionistas. Portanto, o pagamento de proventos, por exemplo, é uma das formas de lucrar com a empresa.

Além dessa forma, o investidor também pode ganhar dinheiro através da venda de suas ações por um valor mais alto que o comprado antes, prática comum entre traders.

Dentre as questões a serem levadas em conta, por exemplo, o investidor pode considerar a busca pela diversificação da sua carteira de ativos, realizando aportes em renda fixa e renda variável.

Por isso, recomenda-se que o acionista análise a segurança, liquidez e rentabilidade das ações que integram a bolsa, antes de efetuar a aquisição de um papel.

Sendo assim, antes de efetuar os investimentos é importante que o perfil investidor e seus objetivos já estejam definidos, afinal, a escolha de um investimento a curto ou longo prazo vai depender disso.

Vale a pena investir nas ações da MRV (MRVE3)?

Em primeiro lugar, com diversos prêmios, a empresa se destaca enquanto pelos projetos do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Portanto, como ponto positivo, a empresa apresenta uma boa governança e um bom histórico de pagamento de dividendos, o que pode ser positivo para quem procura investir em uma empresa com esse objetivo.

Por outro lado, esse segmento apresenta uma alta concorrência, o que pode ser um ponto negativo para se levar em conta. Além disso, esse nicho faz parte de um mercado de consumo cíclico.

Portanto, é interessante, antes de comprar papéis da empresa, fazer uma análise fundamentalista da empresa. Dessa forma, então, será possível verificar se seus investimentos estão sendo realizados de forma coerente, seja com a MRV (MRVE3) ou com outra companhia que faça parte da B3.

A MRV é small, medium ou large cap?

A MRV é uma small cap avaliada em R$8,2 milhões em 2020.

Qual é o Tag Along das ações da MRV?

A empresa apresenta um Tag Along de 100% ON.

A MRV participa do Ibovespa?

A MRVE3 tem 0,29% no Ibovespa.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *