Qual a diferença entre Nome Fantasia e Razão Social?

Abrir uma empresa traz consigo diversas dúvidas. Qual o valor necessário, tipo de empresa, momento para contratar, entre diversas outras questões. Uma das principais perguntas é sobre a diferença entre nome fantasia e razão social.

Ou melhor, na maioria dos casos, os novos empreendedores e empresários podem acreditar que o nome fantasia e a razão social possuem o mesmo significado. Mas a realidade é que esses dois termos têm distinções.

O nome fantasia nada mais é do que o nome de marca. Isto é, o nome comercial. Ou seja, o título no qual aquela empresa vai se tornar conhecida pelo público. O nome fantasia é a marca registrada de um empreendimento.

Diferença entre nome fantasia e razão social

Antes de tudo, é importante lembrar que a razão social é algo obrigatório e exclusivo da empresa. Isso significa que nenhum outro CNPJ pode uma razão social igual a uma já existente.

Já no caso do nome fantasia, é possível que exista mais de um. A não ser que o empreendedor queira registrar um nome fantasia.

Para conseguir registrar nome de empresa é preciso entregar a documentação no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Além disso, também existem outras distinções entre o nome fantasia e a razão social.

Nome fantasia

  • Nome para divulgação;
  • Não é obrigatório;
  • Costuma ser mais simples do que o nome da razão social.

Razão social

  • Nome utilizado em documentos oficiais;
  • O nome deve ser exclusivo;
  • Geralmente indica na razão social o tipo de empresa que está sendo aberta.

Como escolher o nome fantasia?

O nome fantasia é o que vai estar na boca dos consumidores e que será levado em geração e geração. Por isso, o nome de uma empresa precisa ser, preferencialmente, algo atemporal e de fácil recordação.

Muitas vezes, associamos o nome de uma empresa à uma experiência, sabor, cheiro ou qualquer outro sentimento. Ou seja, ter um nome para dar a essas sensações é imprescindível para que a marca tenha uma relação próxima do público.

  • Facilidade na pronunciação

Ter o nome de uma marca com uma pronúncia difícil é um grande erro. Em algumas das vezes, o consumidor pode se sentir acanhado para falar sobre a marca com outras pessoas pelo medo de errar a pronúncia.

Por isso, para ter um bom nome de uma empresa é preciso escolher algo que retrate o serviço, a cultura e os demais aspectos que fazem aquela empresa ser especial, além de ter um pronunciamento acessível.

  • Originalidade

O nome precisa ser único e se manter atual com o passar dos tempos.

Ou seja, não adianta colocar um nome que retrate apenas aquela geração, pois com o passar dos anos a marca pode perder o sentido ou até mesmo mudar de significado.

Originalidade e atemporalidade devem ser dois pilares cruciais para a construção de uma marca que pretende se estabelecer no mercado.

  • Disponibilidade

A internet é um dos meios mais eficazes para as pessoas acharem e compartilharem uma marca. Por isso, deve-se verificar o registro das redes sociais.

Essa disponibilidade faz com que você atribua às redes sociais o nome da empresa sem precisar competir com outros domínios que trazem nomes iguais.

O nome fantasia é uma etapa importante na construção de uma marca, por isso, merece atenção. O nome da marca é um dos pontos importantes que faz com que o público veja valor e confiança no produto ou serviço. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos