Home Blog NTN-C: entenda a relação desse título pós-fixado com o IGP-M!

NTN-C: entenda a relação desse título pós-fixado com o IGP-M!

ntn c 1

A NTN-C é um título pós-fixado, um pouco menos popular entre o grande público de investidores.

Para os investidores que desejam obter uma boa rentabilidade pós-fixada, atrelada a um bom índice, a NTN-C pode ser bastante interessante.

Com a NTN-C, é possível fazer seu dinheiro render a partir da variação do principal índice de reajuste de contratos de aluguel e de serviços no Brasil, o IGP-M.

O que é NTN-C?

ntn c

A NTN-C ou Nota do Tesouro Nacional Série C é um título público que oferece rendimentos atrelados ao índice IGP-M, somado a uma taxa de juros prefixada no momento da aplicação.

Atualmente, a NTN-C é chamada de Tesouro IGP-M com Juros Semestrais. Por se tratar de um título pós-fixado, sua rentabilidade varia até a data de vencimento.

Por isso, mesmo sendo um investimento em renda fixa que informa a previsão de recebimentos ao longo do período de aplicação, a NTN-C pode sofrer oscilações em sua rentabilidade.

Isso porque o IGP-M é um dos indicadores utilizados para medir a inflação do país e realizar correções em preços nas áreas civil e imobiliária.

Assim, podendo variar de acordo com subidas e quedas na inflação.

O Tesouro Direto, programa criado pelo Tesouro Nacional para a emissão de títulos públicos, não tem mais oferecido essa opção de ativo desde 2007.

Por isso, para adquiri-la, é preciso ter acesso ao mercado secundário, algo feito por meio de corretoras e fundos de investimento.

Como funciona a NTN-C?

As Notas do Tesouro Nacional Série C são indicadas para o investidor que deseja obter uma rentabilidade acima da inflação.

Por ser uma modalidade com pagamento de juros semestrais, o pagamento do principal é realizado em uma única parcela, na data de vencimento do título.

Até lá, são feitos os pagamentos dos juros em fluxos periódicos, na forma de cupons semestrais nos meses de janeiro e julho.

Isso faz com que a NTN-C seja semelhante à NTN-B. No entanto, ao invés de utilizar o IPCA como índice de correção, ela oferece rendimentos atrelados ao IGP-M, e não ao IPCA.

Essa diferença pode gerar valores semelhantes aos do IPCA, mas com uma volatilidade maior.

Características do NTN-C

Entre algumas características pontuais das Notas do Tesouro Nacional da série C, podemos destacar:

Influência dos juros nas NTN-C

As NTN-C também sofrem com a volatilidade do mercado.

Quanto mais longo for o vencimento do papel, maior a volatilidade sobre o valor do principal da nota.

Por isso, quando um título estiver próximo do vencimento, ele contará com uma volatilidade reduzida.

Mesmo assim, quem comprou o NTN-C terá o rendimento oferecido no momento da compra respeitado a data de vencimento.

Isso significa que o investidor receberá o valor aplicado somado aos rendimentos, após a redução dos pagamentos semestrais.

Para quem a NTN-C é indicada?

A NTN-C é uma alternativa de investimento para quem deseja ter rendimentos atrelados ao IGP-M, que se apresenta mais rentável que o IPCA em determinados períodos.

Outro ponto importante é o pagamento de juros semestrais, que aumentam o fluxo de caixa da carteira de ativos, algo bastante vantajoso para quem deseja viver de renda.

No entanto, esse ativo tem sido cada vez menos comercializado, dando lugar a outras opções de investimento em renda fixa como os CDBs, por exemplo.

Outras Notas do Tesouro Nacional

As Notas do Tesouro Nacional representam títulos emitidos em diversas séries, cada uma delas com um índice de atualização próprio.

Entre elas, estão:

  • NTN-A: relacionada à dívida externa;
  • NTN-D: indexada à cotação do Dólar;
  • NTN-F: atrelada a uma taxa prefixada;
  • NTN-B: rentabilidade indexada ao IPCA;
  • NTN-H: rendimento pela TR.

Portanto, existem diversas formar de investir em ativos como a NTN-C, emitidos pelo Tesouro Nacional para a captação de recursos.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *