O que é e como construir o patrimônio familiar?

patrimonio familiar 1

Muitas relações afetivas são iniciadas no intuito de constituir família. Além disso, uma das preocupações dos pais é com os recursos que deixarão para os filhos. No entanto, poucas pessoas sabem como construir um patrimônio familiar.

Além disso, algumas pessoas possuem uma ideia inexata do que é o patrimônio familiar. Ou seja, o mau cálculo do patrimônio da família pode comprometer toda uma relação financeira com as gerações futuras.

O patrimônio familiar é o que constitui a segurança financeira da família no futuro. No entanto, nem todos os bens são incluídos nessa relação. O bem familiar é detalhado através das poses de maior valor e que podem servir de fonte de renda, seja na venda ou utilização.

Patrimônio familiar: o que é?

De uma forma ilustrativa, o patrimônio familiar acontece quando existe a junção de esforços de uma família e ,a partir desse trabalho, são construídos bens.

Por exemplo, casa, empresa, conta bancária e móveis de valor são considerados recursos patrimoniais da família.

Ativo, passivo e patrimônio líquido

Na contabilidade o ativo, passivo e o patrimônio líquido estão presentes com frequência. No entanto, poucos brasileiros conhecem esses termos e qual a influência que possuem na relação dos bens e recursos familiares.

●  Ativo

Os ativos no patrimônio familiar representam os bens. Ou seja, o capital desempenhado através de: automóveis, imóveis, empresas, saldo bancário etc.

●  Passivo

Os passivos no patrimônio familiar estão relacionados às obrigações econômicas. Ou seja, impostos, cartão de crédito e afins.

●  Patrimônio líquido

O patrimônio líquido familiar é a subtração do valor geral dos ativos – valor geral dos passivos. Ou seja, o que resta financeiramente após arcar com as obrigações financeiras. Isto é, o patrimônio líquido é o valor real dos recursos da família.

Por exemplo, se uma família possui bens ativos estimados em R$500.000 e ativos de R$300.00, o patrimônio líquido é no valor de R$200.00.

Como construir patrimônio familiar

Aprender a construir e cuidar do patrimônio familiar é um processo que envolve diversos fatores. Um deles é que a construção seja feita de maneira saudável.

Como proteger o patrimônio familiar?

Manter saudável um patrimônio  pode, muitas vezes, ser mais difícil do que começar uma patrimônio familiar do zero. Isso acontece pela falta de educação financeira e por não ter objetivos definidos.

Por isso, algumas atitudes são básicas para a proteção de um patrimônio:

Sucessão patrimonial: o que isso significa?

A sucessão patrimonial acontece quando os detentores dos bens fazem a transferência para os beneficiários. Ou seja, os herdeiros se tornam proprietários e possuem total responsabilidade sobre a gestão do patrimônio.

Por essas questões, é preciso que haja um planejamento e educação no patrimônio familiar. Nessa etapa, pode ser perdido o patrimônio adquirido ao longo dos anos pela falta de conhecimento dos sucessores sobre os cuidados necessários para a manutenção e aumento de bens. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos