Home Blog Patrimônio líquido: o que é, como calcular e analisar esse indicador

Patrimônio líquido: o que é, como calcular e analisar esse indicador

patrimonio liquido 2

O aprendizado da contabilidade básica é muito importante para a tomada de decisões financeiras no mundo dos investimentos e dos negócios. Desta forma, entender alguns conceitos como o “patrimônio líquido”, é fundamental.

O patrimônio líquido, também conhecido como o capital próprio da empresa, é fundamental para a análise do balanço das empresas, para as suas finanças e investimentos.

O que é o patrimônio líquido?

patrimonio liquido

O patrimônio líquido (PL) é um dos componentes mais importantes do balanço patrimonial de um negócio.

Para encontrar o patrimônio líquido de uma empresa, basta calcular a diferença entre o valor dos ativos e dos passivos.

PL = Ativo – Passivo

Portanto, o patrimônio líquido nada mais é do que o valor contábil de um negócio, que representa o total de recursos próprios e as obrigações da empresa perante os sócios e investidores.

O valor do patrimônio líquido das empresas, principalmente as de capital aberto, deve estar sempre presente nos balanços patrimoniais.

No entanto, para que você entenda melhor o conceito e o cálculo do patrimônio líquido, é necessário entender o que compõe o ativo e passivo de uma empresa.

Ativo

Na contabilidade, os ativos de uma empresa representam todos os bens, direitos e créditos.

Os ativos são normalmente divididos em duas categorias:

  • Ativo circulante: são aqueles que possuem maior liquidez, ou seja, podem ser convertidos em dinheiro de forma mais rápida, como: estoques, dívidas a receber, dinheiro em caixa, entre outros;
  • Ativo não circulante: são os de menor liquidez, logo, irão se manter na empresa por mais tempo, como: marca, patente, terrenos, entre outros.

Passivo

Por outro lado, o passivo de um negócio mensura as suas dívidas, deveres e obrigações financeiras.

De forma similar ao ativo, o passivo pode ser dividido entre duas principais categorias:

  • Passivo circulante: Contas com vencimento no curto prazo, como: pagamento a fornecedores, empréstimos bancários, salários, entre outros.
  • Passivo não circulante: Contas com vencimento no médio e longo prazo, como: financiamentos, empréstimos e fornecedores a longo prazo.

Importância do conceito de patrimônio líquido

Se você pretende empreender, o conhecimento de contabilidade básica é extremamente importante.

Entretanto, entender o conceito e saber analisar o PL de um negócio não é benéfico apenas para os empreendedores.

Nas suas finanças pessoais e nos seus investimentos, o conceito de patrimônio líquido pode ser muito importante.

PL e as finanças pessoais

O balanço financeiro não se restringe a contabilidade dos negócios. Ele pode ser feito para as finanças pessoais de uma pessoa e/ou família.

Se feito para avaliar as finanças familiares, o patrimônio líquido demonstrará a “real riqueza” da família.

Assim, é mais fácil saber em que nível financeiro a pessoa está e quanto falta para alcançar seus objetivos e metas financeiras.

Além de ajudar a organização financeira pessoal, o entendimento do conceito do PL pode ser usado para os seus investimentos.

PL e os investimentos

Como você já deve ter percebido, o patrimônio líquido é uma importante informação contábil de todo negócio.

A partir do PL, é possível extrair algumas informações e derivar indicadores fundamentalistas para as análises de investimentos.

O ROE é uma métrica utilizada para medir a efetividade de geração de lucro de um negócio.

Para calcular este importante indicador, são levados em consideração o lucro líquido e o patrimônio líquido.

Além do ROE, outro indicador muito utilizado para análise de investimentos é o P/VPA (Preço/ valor patrimonial por ação).

Este indicador, por sua vez, leva em consideração a cotação da ação e o PL por ação.

O P/VPA é usado para realizar o valuation e preços de cotações interessantes para o investidor.

Com esses exemplos, é possível ver que a educação financeira e o conhecimento contábil são essenciais para a tomada de decisões inteligentes relacionadas as suas finanças.

Por isso, o patrimônio líquido e outros conhecimentos básicos de contabilidade são essenciais para quem deseja ter um negócio e começar a investir.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *