Home Blog Saiba como utilizar a Pirâmide de Maslow no espaço empresarial

Saiba como utilizar a Pirâmide de Maslow no espaço empresarial

piramide de maslow

Existem diversos recursos da psicologia que podem trazer melhores resultados em uma empresa. A pirâmide de maslow, também conhecida como Pirâmide das Necessidades Humanas, é uma delas.

A Pirâmide de Maslow, criada pelo norte-americano Abraham Maslow traz, do ponto de vista empresarial, a capacidade de entender o comportamento do consumidor. Assim, se torna mais fácil quebrar a barreira e desenvolver um relacionamento mais duradouro.

Para tornar mais claro, a Pirâmide de Maslow é uma teoria que divide as necessidades do ser humano. Desde às necessidades fisiológicas, até mesmo as realizações pessoais. A teoria de Maslow entende que essas indisponibilidades influenciam diretamente na motivação e em outros fatores.

Como é formada a hierarquia das necessidades?

piramide-de-maslow

A teoria de Maslow acredita que todo indivíduo é capaz de se autodesenvolver. No entanto, para alcançar a realização pessoal, é preciso “estar em dia” com as outras necessidades. A Pirâmide das Necessidades Humanas é formada da base ao topo da seguinte forma:

● Fisiologia;
● Segurança;
● Social;
● Estima;
● Realizações pessoais.

Essas cinco necessidades são consideradas essenciais para o bem estar fora e dentro do trabalho. A teoria de Maslow aplicada nas empresas entende essas urgências de forma que o profissional se sinta confortável naquele ambiente em todos os estágios.

● Fisiologia (base da pirâmide): Conforto físico; horário de trabalho; intervalo de descanso; água e afins;
● Segurança: Remuneração; benefícios; permanência; trabalho seguro etc;
● Social: Bom relacionamento com o líder; interação com os colegas, entre outros;
● Estima: Promoção; reconhecimento; responsabilidade etc;
● Realizações pessoais (topo da pirâmide): Crescimento pessoal; participação nas decisões; trabalho estimulante e afins.

Mas além disso, um estudo sobre a possibilidade de uma nova Pirâmide de Maslow mostrou que outras necessidades foram agregadas com o avanço da tecnologia.

Por exemplo, o acesso à internet pode ser considerado um fator quase que fisiológico na Pirâmide de Maslow para empresas, já que a sociedade precisa estar conectada o tempo todo para interações sociais e para exercer a função.

Utilizar a Pirâmide de Maslow no trabalho é uma forma de entender como funcionam as necessidades dos potenciais clientes e também dos colaboradores. Para que haja maior probabilidade de satisfação e participação dentro dos processos empresariais.

Como aplicar a Pirâmide de Maslow em vendas?

Um fato visível à todos é de que, quanto mais próximo o produto ou prestação de serviço entregue por uma empresa estiver das necessidades dos clientes, maiores as chances de sucesso.

Por isso, é importante entender o funcionamento a aplicação da Pirâmide de Maslow em vendas. Através do seu estudo é possível identificar fatores essenciais na composição do comércio.

● Criar produtos e/ou serviços que conversem com a necessidade do público;
● Entender os motivos da compra;
● Estratégia de abordagem que impulsione as vendas;
● Direcionar campanhas de marketing.

Já os benefícios dentro do ambiente de trabalho podem ser divididos em fatores que auxiliam na produtividade e satisfação do time envolvido no negócio. Afinal, nenhum empresário quer ter um alto índice de rotatividade de profissionais.

Turnover exige maior investimento financeiro para lidar com a saída e entrada constante de profissionais, além de aumentar a probabilidade de perder talentos expressivos na empresa.

É importante entender as necessidades dos profissionais para:

● Tornar o espaço de trabalho mais agradável;
● Entender quais são as expectativas sobre a atuação na empresa;
● Escutar os colaboradores para realizar eventuais mudanças nos processos.

São alguns dos benefícios de aplicar a Pirâmide de Maslow na empresa. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *