Preço da gasolina no Brasil: você sabe como ele é formado?

preco da gasolina

O preço da gasolina é uma precificação muito relevante para a economia brasileira. Isto porque, um aumento deste preço poderá resultar em aumentos em vários outros.

Para entender o motivo do aumento ou diminuição do preço da gasolina, é necessário, estar atento a diversos fatores que influenciam o mercado de combustível. Para que as oscilações não prejudiquem a sua educação financeira!

Como funciona o mercado da gasolina no Brasil?

preco da gasolina

Para entender a composição do preço da gasolina, é necessário, entender o que de fato é este combustível e como ele é vendido no Brasil.

A gasolina é um combustível refinado do petróleo, formado, quase que totalmente, por hidrocarbonetos, que são compostos químicos formados apenas por carbono e hidrogênio.

A Petrobras produz diversos tipos de gasolina com sua própria tecnologia, utilizando algumas frações de petróleo e aditivos necessários para alcançar os requisitos necessários de qualidade de produto.

Esses aditivos servem para melhorar a eficiência da gasolina e, entre eles, são usados:

  • Detergente: reduzir desgaste do motor e da injeção, visando melhorar a combustão do combustível;
  • Desemulsificante: separa água no sistema de distribuição e armazenamento do combustível, visando diminuir a corrosão;
  • Solvente sintético ou Agente veículo: estabiliza o combustível a altas temperaturas;
  • Inibidor de corrosão: protege a circulação do combustível, diminuindo a corrosão provocada.

O Brasil, apesar de ter capacidade produtiva suficiente para atender a demanda nacional  por este produto, o país continua importando petróleo e derivados.

Isso, normalmente, é explicado por algumas justificativas:

  • Difícil refinamento do petróleo brasileiro;
  • Para algumas regiões importação pode ser mais vantajosa economicamente;
  • Participação da Petrobras vem caindo.

Composição do preço da gasolina

Entretanto, para entender como é feita a precificação, é necessário saber quais são os componentes do preço da gasolina.

Carga tributária

Uma grande parte dos preços dos combustíveis é formada pela carga tributária. No caso da gasolina, esses impostos são normalmente distribuídos da seguinte forma:

  • 29% ICMS, imposto sobre circulação de mercadorias e serviços;
  • 16% Cide e Pis/Cofins, que são, respectivamente, contribuições de intervenção no domínio econômico e contribuição para o financiamento da seguridade social;

Distribuição e revenda

É necessário entender que os distribuidores e refinadores compram a gasolina pura e o etanol anidro que, na proporção definida por lei, serão misturados e formarão o combustível que será vendido para os postos de gasolina.

Obviamente, o preço que os postos vendem ao consumidor, são mais caros, chegando muitas vezes a ser o triplo dos preços operados pela Petrobras.

É estimado que a distribuição e venda da gasolina representa aproximadamente 12% da formação do preço do produto.

Custo do etanol obrigatório

Atualmente, 27% da gasolina deve ser composta de etanol anidro (obrigatório), que por sua vez, também influencia na formação do preço da gasolina.

É estimado que o custo do etanol anidro (“sem água”) obrigatório, compõe 11% do preço da gasolina que é cobrado aos consumidores.

Realização da Petrobras

E, claro, não poderia faltar o lucro esperado pela empresa petrolífera brasileira, a Petrobras.

É estimado que a realização da Petrobras componha uma parcela de 32% do que é cobrado atualmente para a obtenção de gasolina.

O valor de todos esses componentes podem variar e influenciar na alta da gasolina. Por exemplo, se os produtores internacionais de etanol anidro aumentarem seus preços, certamente, o preço da gasolina brasileira ficará mais cara também.

Portanto, é importante entender como o preço da gasolina é formado para uma maior noção de como os impactos na exportação e importação, tributos e distribuição podem contribuir para a alteração do preço de um produto usado diariamente por quase todos. Assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos