Primeiro funcionário: entenda como e quando contratar um!

primeiro funcionario

Para quem tem um empreendimento e deseja contratar o primeiro funcionário, pode surgir a dúvida se o momento atual é o certo para fazer isso. Além das questões monetárias, existem outros fatores que devem ser levados em consideração para essa ação.

Contratar o primeiro funcionário exige uma série de ponderações. Isso porque um mau contrato ocasiona em um mau resultado. E ninguém quer contratar uma pessoa para entregar frutos negativos.

Por isso, antes de escolher o primeiro empregado é preciso estar atento a algumas inquisições. Seja para o empreendedor iniciante no negócio pequeno ou para uma empresa de grande porte.

Contratar primeiro funcionário é um passo importante!

Como escolher primeiro funcionário?

Primeiro é preciso que o candidato à integrante do time tenha “feeling” com a empresa de uma forma geral.

Não adianta contratar a pessoa mais qualificada no assunto se não existir uma conexão entre o funcionário e a motivação por trás da função. Isto é, o empreendedor precisa unir a ele pessoas que compartilhem do mesmo propósito.

Por exemplo, para alguém que possui um estúdio de musical não seria recomendável contratar alguém que não gosta de música.

Acontece que o trabalho se tornaria exaustivo para ambas as partes. Tanto para o contratante, quanto para o contratado. O ideal é trabalhar com o que se gosta, porque dá tesão e vontade de se desenvolver cada vez mais.

Por isso, para escolher o primeiro funcionário, é preciso antes de tudo saber se o candidato possui afinidades com o que a empresa propõe.

Funções podem ser delegadas e aprendidas para, posteriormente, serem executadas. Já a paixão é algo mais difícil de se desenvolver.

É imprescindível ter ao lado pessoas que compartilhem das mesmas paixões e propósitos. Até porque não é possível contar com isso 100% do tempo. O local de trabalho deve ser um lugar de amor, dedicação e fruição.

Quando contratar primeiro funcionário?

Contratar uma ou mais pessoas para agregarem na jornada do empreendedorismo pode ser uma tarefa complicada, primeiro, para saber o momento e quais são os perfis que o empreendedor busca.

Para saber o momento ideal de contratar o primeiro funcionário para não perder recursos financeiros e nem ânimo nas próximas contratações, é preciso saber da necessidade.

Por exemplo, em uma empresa iniciante que quer ter visibilidade no universo digital, mas o empreendedor não possui conhecimento sobre a área. Pode ser bastante viável contratar alguém especializado em marketing digital.

Muitos podem pensar no custo que a contratação trará, mas um empreendedor inteligente pensa além disso. Ou seja, além do valor que será pago para o funcionário, quais serão os valores agregados por ele.

Como contratar primeiro funcionário?

Depois de fazer uma avaliação sobre os recursos financeiros a serem dispostos e a real necessidade de trazer mais uma pessoa para compôr o empreendimento, é preciso encontrar a pessoa que seja compatível com o que a empresa pretende.

Fazer uma busca no mercado, pedir para amigos compartilharem a oportunidade e até mesmo divulgar nas redes sociais, são maneiras eficazes de ter um maior leque de opções de possíveis funcionários que tenham a cara da empresa.

Depois disso, é preciso ir em busca da regularização dos documentos necessários para contratar o primeiro funcionário. A partir daí, juntar os esforços e fazer a empresa crescer cada dia mais. Lembrando que agora foi formado um time! Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Últimos artigos