Home Blog Comprar produtos importados para revender é um bom negócio?

Comprar produtos importados para revender é um bom negócio?

produtos importados para revender2

Com as facilidades trazidas pela expansão do e-commerce, comprar produtos importados para revender se tornou uma prática viável e que pode ser bastante rentável.

Claro, para ter sucesso comprando produtos importados para revender, assim como em qualquer modelo de negócio, é necessário um estudo aprofundado acerca de todas questões relevantes para colocar o negócio em prática.

Para quem gosta de trabalhar com flexibilidade e autonomia, comprar produto importados para revender pode ser uma ótima forma de começar um negócio rentável, gerar renda e aprender sobre o mercado de bens e serviços em geral. Ou seja, uma forma de exercitar o empreendedorismo.

Como comprar produtos importados para revender?

Para revender produtos importados, existe uma série de precauções e estudos de mercado que devem ser feitos para garantir o bom funcionamento e desenvolvimento do mercado.

Por isso, para entender como comprar produtos importados para revender, é necessário estar atento a alguns pontos.

Questões legais

As questões burocráticas e fiscais, sem dúvidas, são as mais desencorajadoras para quem está pensando em abrir um negócio relacionado a importar produtos.

No Brasil, existem produtos que, a depender do modelo de importação, as taxas podem chegar a ser quase o valor do produto!

Por isso, mesmo que um produto tenha uma margem de lucro atrativa, é necessária uma análise sobre as questões legais e burocráticas.

Logo, ao escolher ao decidir entre produtos importados para revenda, deve-se estar atento às questões legais da mercadoria específica, já que as regras podem variar de acordo com o produto.

Conheça o seu mercado consumidor

Ao encontrar um produto interessante para importar para revender, deve ser feito um estudo sobre o mercado consumidor que irá consumi-lo.

Para poder fazer um negócio escalável, é necessário atingir o maior público possível, o que só pode ser feito minimizando o custo de entrega e fazendo um bom trabalho de marketing para atingir um grande público qualificado.

Por isso, ao decidir com quais produtos trabalhar, é recomendado desenvolver uma boa estratégia de atração do público qualificado e logística do produto.

Escolha a melhor forma de importação

Quem quer ter sucesso com um negócio, independentemente do segmento de mercado, é necessário minimizar os custos a fim de maximizar seus lucros.

Portanto para trabalhar com importados para revenda, é necessário conhecer as principais formas de importação e suas vantagens.

  • Importação direta: modelo tradicional, onde os produtos são comprados do fornecedor para serem estocados. Não é muito indicado por ter altas taxas e necessidade de espaço para armazenamento dos produtos;
  • Importação por trading: neste modelo de importação, ao receber um pedido de determinado produto por um cliente, você deverá contatar a empresa que fará o trading, que por sua vez, irá viabilizar a compra do produto. Apresenta vantagem em relação a importação direta já que não há necessidade de estoque, entretanto ao agrega ao seu custo o preço do trading;
  • Dropshipping: ao fazer uma venda de determinado produto, no modelo dropshipping, você deve contatar a empresa fornecedora, que irá entregar o produto diretamente para o seu cliente. Essa pode ser a forma mais barata, prática e viável de iniciar um comércio digital.

Presença digital

A presença forte digital para esse tipo de negócio é extremamente necessário, tanto para atrair clientes quanto para viabilizar a venda e entregas de produto.

Portanto, não economize em pontos essenciais para o funcionamento do negócio:

  • Ter um bom site;
  • Redes sociais;
  • Investimento em marketing;
  • Logística eficiente.

Esses são alguns dos pontos que poderão fazer você se diferenciar dos demais revendedores de produtos importados e alcançar o sucesso com as vendas.

Vale a pena trabalhar com importados para revender?

Muitos se perguntam se vale a pena importar para revender, entretanto, esta resposta depende diretamente do que vai ser vendido e de como será vendido.

Todos os pontos citados acima, se analisados e desenvolvidos da melhor maneira, podem viabilizar a execução do negócio e levar o empreendedor ao sucesso com vendas.

Além disso, para valer a pena todo esse esforço, é necessário estar atento a apenas importar produtos legalmente e vendê-los atentando-se aos custos operacionais e taxas.

Portanto, trabalhar com produtos importados para revender, se feito de forma inteligente, pode ser uma ótima forma de construção de renda e início de um negócio de muito sucesso. Para mais conteúdos como esse, assine nossa newsletter!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *