Público-alvo: saiba como definir o seu!

publico alvo

Entender o público-alvo parece algo óbvio, no entanto, não é uma tarefa tão simples. Em alguns casos, existe o erro de direcionamento de audiência, causando cansaço na estratégia, perda de recursos financeiros e até mesmo o fechamento de um negócio.

Por isso, definir o público-alvo é uma atividade que merece atenção, cuidado e muito estudo! Para o sucesso no empreendedorismo, é necessário estar atento aos mínimos detalhes. Afinal, são eles que formam a autoridade de uma empresa.

O que é público-alvo?

Antes de entender o que é público-alvo, é preciso saber que existe um mecanismo por trás de qualquer iniciativa de sucesso:

  • O que se comercializa (produto ou serviço);
  • A atividade da venda;
  • O cliente.

É importante ressaltar que esses processos não funcionam separadamente. Se existir produto/serviço sem cliente, não há venda. Se existir cliente sem produto/serviço, não há venda.

Mas o que conecta uma coisa à outra (cliente-produto/serviço e produto/serviço-cliente)? O público-alvo!

Definir a audiência é o que conecta o cliente ao produto e vice-versa. Afinal, se não existir interesse, não existe chance de comercialização.

Imagine que uma loja que vende tortas está tentando atingir um público fitness. Essa técnica dificilmente seria assertiva porque os interesses não “conversam”.

Agora imagine uma loja que vende tortas low carb tentando atingir ao mesmo público. Provavelmente o alcance de pessoas impactadas e de vendas seria maior.

Isso acontece porque o grupo-alvo possui os mesmos interesses que a loja de tortas: alimentação saudável.

Como descobrir meu público-alvo?

Entender a audiência da empresa é um fator que gera economia e pode destinar recursos para novos investimentos. Fazendo com que o retorno nas finanças seja mais significativo e a recorrência dos clientes seja alta!

Claro que as organizações “vendem para quem quiser comprar”, mas se quiserem chegar às pessoas, precisam definir estratégias de marketing que sejam bem direcionadas e utilizar certas ferramentas para definir público-alvo.

Por exemplo, algumas perguntas para definir público-alvo podem ser utilizadas:

  • Gênero;
  • Faixa etária;
  • Poder aquisitivo;
  • Produto adquirido;
  • Marcas que consome.

3 dicas para definir público-alvo de um projeto

Para ajudar na definição da audiência existem 3 dicas chaves para qualquer projeto.

1. Conhecer o mercado

Conhecer o mercado de atuação não significa apenas saber o que se vai vender no negócio.

Isso quer dizer que, observar indicadores através de grandes marcas que vendam o mesmo tipo de produto/serviço que o seu negócio também pode ajudar nessa tarefa.

  • Observar como o mercado se comunica com o público;
  • Entender se aquele grupo é o nicho que se deseja trabalhar;
  • Formular maneiras de diferenciação que não sejam muitos distintas do que a audiência pede.

Sair do lugar comum de comercialização pode trazer grandes lucros financeiros, mas é preciso que essa atividade seja feita com bastante estudo.

Por isso, antes de tudo, é preciso conhecer o mercado em que se pretende exercer a função!

2. Identificar canais de comunicação

Existem algumas perguntas que devem ser respondidas antes de iniciar a presença digital, por exemplo:

  • Qual rede o público acessa?
  • Como se comunica?
  • Que tipo de conteúdos consomem?

3. Elaborar ofertas direcionadas

Depois de conhecer quem é o grupo-alvo, é preciso definir estratégias de ofertas direcionadas. É necessário pensar como o cliente!

O uso correto da linguagem nas ofertas fará com que o público-alvo tenha vontade de conhecer melhor o que o seu negócio oferece! Para mais conteúdos sobre empreendedorismo, educação financeira e investimentos, assine a newsletter na WhatsApp!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos