O que é razão social e como escolher a da minha empresa?

agencia de fomento 1

Muitas pessoas que desejam abrir uma empresa têm dificuldade com alguns aspectos burocráticos e legais, como é o caso da razão social.

Entretanto, entender o que é a razão social e como escolher a da sua empresa é extremamente importante. Essa é uma das etapas de quem quer iniciar a vida no empreendedorismo.

O que é razão social?

A razão social, também conhecida como firma empresarial, é o registro comercial da empresa e o nome dado à pessoa jurídica para fins legais, administrativos e formais.

O momento de definição e registro da razão representa, para a junta comercial e/ou cartório, o nascimento da empresa.

Diferente dos nomes para pessoas físicas, a razão deverá ser única e exclusiva para cada empresa.

Logo, no momento do “nascimento” da empresa, deve ser checado se o nome social escolhido está disponível.

Contudo, a razão social de uma empresa não deve ser confundida com o nome pelo qual ela é popularmente conhecida.

O nome popular da empresa, por sua vez, é chamado de nome fantasia.

Portanto, a diferença entre razão social e nome fantasia é que o primeiro é usado para fins formais e legais, enquanto o último é a forma que a empresa é reconhecida pelo público.

É importante destacar que a razão é um direito destinado para empresas e garantido pela constituição federal e pelo código civil brasileiro.

Qual a importância da razão para uma empresa?

Como dito anteriormente, a razão social é fundamental para fins administrativos, judiciais e formais.

Assim como um endereço físico bem definido e o registro de um CNPJ, a razão é indispensável para a regularidade da atuação da empresa.

Mas, para facilitar a compreensão e aplicação da denominação social, é importante destacar os principais meios onde essa ela é usada:

  • Preencher documentos e contratos;
  • Folha de salário dos trabalhadores;
  • Emissões de cheques bancários;
  • Processos jurídicos e legais;
  • Contrato social;
  • Notas fiscais emitidas.

Como definir a razão social da sua empresa?

Através da razão da empresa, alguns pontos relacionados à atuação do negócio podem ser especificados, desde a sua área de atuação até serviços prestados.

Normalmente, a composição da razão social é dividida em três partes:

  1. Designação específica;
  2. Ramo principal de atuação;
  3. Enquadramento da empresa.

A designação específica é normalmente, algo mais próximo ao nome que o público conhece a empresa.

Porém, muitas vezes essa designação específica é o nome, sobrenome ou identificação dos sócios da empresa.

O ramo principal de atuação, como o nome já diz, é a área de atividade em que a empresa atua principalmente.

E, por fim, aparece o enquadramento da empresa ou constituição legal, que pode ser de várias formas distintas, como:

  • MEI: Microempreendedor individual;
  • EPP: Empresa de pequeno porte;
  • Limitada, ou seja, número limitado de sócio;
  • S/A: Sociedade anônima (Empresas de capital aberto);
  • EI: Empresário individual;
  • ME: Microempresa.

Portanto, para escolher a razão social da empresa, o recomendado é usar a seguinte fórmula: (Nome específico) + (Ramo de atuação) + (Enquadramento da empresa).

Por exemplo, Construir arquitetura Ltda., onde construir é o nome específico, arquitetura é o ramo de atuação e limitada é o enquadramento da empresa.

Portanto, agora que já sabe o que é razão social e como determinar a da sua empresa, você está ainda mais próximo de colocar o seu negócio em funcionamento.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos