Home Blog ROI: como o Retorno sobre Investimentos pode trazer insights valiosos

ROI: como o Retorno sobre Investimentos pode trazer insights valiosos

roi

O ROI, permite que o investidor entenda, qual o retorno sobre o investimento realizado, faça prospecções e compare o desenvolvimento de alguns negócios. Ele é muito utilizado no mundo dos investimentos, especialmente quando a questão é a renda variável.

No caso, o ROI funciona como um indicador percentual ou múltiplo que serve para mostrar quanto determinado investimento performou em um espaço de tempo.

O que é ROI?

roi 2

ROI é uma sigla derivada da frase em inglês “Return on Investment“, que significa retorno sobre o investimento, sua relação pode indicar tanto um retorno lucrativo quanto prejuízo.

Inclusive, existem várias opções de investimento que aplicam o ROI como é o caso: da renda fixa, dos fundos de investimento, da renda variável e outros.

Ele pode ser calculado para saber quantas vezes o investimento valorizou e qual a porcentagem exata desse valor.

Vale lembrar que o ROI sempre está atrelado a um período, demarcado por mês, ano ou unidade.

Em alguns casos o retorno sobre o investimento pode ser considerado ruim ou bom de “forma errada”, por ter se concentrado em metas surreais.

Uma meta muito exagerada mascara bons resultados, já uma fácil demais, mascara resultados pequenos (que tinham por essência maior potencial).

Por que fazer o ROI?

O ROI para empresa que está inserida na bolsa de valores é um forte índice que atua como chamariz para novos investidores.

Por isso, é preciso estar atento a esse indicador, especialmente para:

  • Planejar as metas;
  • Resultados;
  • Identificar quais investimentos precisam de ajustes;
  • Conhecer qual será o tempo de retorno concreto.

Ou seja, é importante controlar o ROI de todos os investimentos realizados na empresa.

Já quando o assunto são empresas, os investimentos variam desde:

  • Melhorias;
  • Maquinário;
  • Infraestrutura;
  • Marketing;
  • Eventos e afins.

Já o ROI para investidor é um indicativo de que a empresa obteve sucesso nos seus investimentos e isso atrelado ao DRE e balanço patrimonial, permite conhecer o status financeiro que aquela empresa se encontra.

Claro, é importante também estar alinhado com os fundamentos, saber se aquela empresa se mantém de forma sólida, tem uma boa gestão, parcerias e sua situação no mercado.

Na visão do investidor, o ROI pode ser utilizado para prever uma rentabilidade e medir a lucratividade de determinadas ações e investimentos.

Como calcular o Retorno sobre Investimento?

roi 3

Para melhor aplicar o ROI quando se está à frente da gestão de uma empresa: é preciso traçar metas realistas e monitorá-las de forma consistente.

Por isso, os empreendedores mantêm um registro dos ganhos e do fluxo de caixa.

Ou seja, das finanças da empresa, esse fator reverbera no que é exposto ao para o mercado.

Por isso, se você é um investidor em busca de boas ações, esse fator não deve ser deixado de lado.

Inclusive, se você encontrar uma empresa que não demonstra de forma efetiva o seu balanço, desconfie.

Se a empresa não consegue demonstrar bem a sua saúde financeira, pode ser um sinal de perigo.

No caso, se os indicadores são inexistentes, esse pode representar um mau investimento.

Fórmula do ROI

Para calcular o ROI basta:

  1. ROI = (VALOR LUCRADO – INVESTIMENTO INICIAL) / INVESTIMENTO INICIAL;
  2. Recomenda-se que multiplique o valor encontrado por 100, assim terá o valor percentual;
  3. Por exemplo, ao comprar materiais para fazer um bombom é necessário R$6 para 100 embalagens;
  4. Chocolate em pó (R$32) e leite condensado (R$15) produz 100 bombons;
  5. Investimento inicial = R$53;
  6. Valor lucrado = R$200 (vendendo 2 reais cada bombom);
  7. ROI = (200 – 53 / 53) x 100 -> (147/53) x 100 = 277,35%;
  8. Ou seja, lucrou R$147 reais sobre os R$53, aumentando em 277,35% do valor inicial.

Por fim, é crucial ter em mente que seja uma empresa ou investidor: o cálculo do ROI é sempre benéfico.

Ele auxilia a monitorar o desempenho dos investimentos realizados.

Portanto, o ROI é uma métrica importante e pode ser utilizado para medir a expressividade dos ganhos e perdas sobre qualquer tipo de investimento.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *