O que é o saldo devedor de uma dívida?

saldo devedor

Entre tantos juros e taxas, quem está com o saldo devedor se complica na hora de entender como funciona o cálculo e o que é acrescido e diminuído no montante inicial de uma dívida em aberto.

A incidência de juros no saldo devedor pode ser um grande pesadelo. Mas com alguma compreensão sobre como funciona o cálculo do saldo, é possível entender e evitar as incidências de juros.

O saldo devedor é o valor que ainda precisa ser pago sobre determinada dívida. Essa negativação pode ocorrer tanto em empréstimo, financiamento ou até mesmo em conta corrente. No último caso, ocorre quando o cliente ultrapassa o valor disponível em caixa.

Como funciona o saldo devedor


Além de ser o débito em aberto, também pode ser acumulado à correção monetária caso não haja quitação do valor da dívida.

Ou seja, o montante da dívida pode sofrer alterações superiores com o decorrer do tempo.

●     Saldo de empréstimo;

●     Saldo  da conta corrente;

●     Saldo de financiamento.

Amortização do saldo devedor

A amortização do saldo devedor é o abatimento de um valor no custo total do serviço. Ou seja, o pagamento da amortização é o valor da parcela sendo descontado os juros da dívida em aberto.

Tabela SAC

No Sistema de Amortização Constante o devedor tem a amortização realizada mensalmente e de forma decrescente. Ou seja, nesse sistema a parcela é fixa em um valor mais alto e diminui no decorrer dos pagamentos. No entanto, é preciso ficar atento.

O valor pago mensalmente é referente tanto à amortização, quanto aos juros. Ou seja, o valor integral que está sendo pago não está sendo amortizado por inteiro do custo total da dívida, por mais que alguns devedores acreditem no contrário.

Vantagem

  • Possibilidade de liquidar a dívida em menos tempo.

Desvantagem

  • O devedor está sujeito à mudança de taxa no decorrer do tempo.

Tabela Price

No sistema Price, inicialmente há mais juros nas parcelas que serão pagas e pouca amortização. Ou seja, o valor que está sendo quitado é referente às cobranças adicionais além do valor original do serviço.

Esse processo costuma ocorrer quando o saldo devedor é elevado. No entanto, à medida que a diminuição existe  há alteração da cobrança. Nesse caso, o devedor começa a pagar mais amortização e menos composição de juros.

Vantagem

  • O devedor não está sujeito à alteração de taxa de acordo com a economia.

Desvantagem

  • As taxas são mais altas porque não há correção e o pagamento se dá em prazos mais longos. O que pode ser um problema para quem não tem planejamento financeiro.

Além do SAC e do Price, também existem outros sistemas de amortização:

  • Sistema Americano: pagamentos mensais equivalentes aos juros e a amortização acontece em um único pagamento ao final de um determinado período;
  • Pagamento Único: amortização efetuada de uma só vez, acrescida aos juros.

Calcular o saldo devedor

Alguns sites e aplicativos para dispositivos móveis permitem que o devedor tenha o cálculo do saldo devedor gratuitamente. Nestas plataformas, é preciso ter o conhecimento do valor necessário para quitar uma dívida de acordo com os dados do serviço utilizado.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos