Home Blog Saque com o cartão de crédito: o que é e como funciona?

Saque com o cartão de crédito: o que é e como funciona?

saque com o cartao de credito

saque com o cartão de crédito funciona como um empréstimo para o banco. E como qualquer empréstimo, uma taxa de juros será cobrada.

As taxas de juros para saques com cartão de crédito são muito altas, então, para usar essa modalidade de saque é necessário muito cuidado.

Saque com cartão de crédito funcionam como: empréstimo de um dinheiro que você não tem em conta. Ou seja, ao o fazer você estará sujeito a tarifas bancárias, que podem custar muito caro.

Como funciona o saque com o cartão de crédito?

saque-com-o-cartao-de-credito

Se você não tiver dinheiro em conta e precisar fazer algum pagamento em espécie, você pode recorrer ao saque com o cartão de crédito.

Para fazer isso, basta ir a um caixa eletrônico e selecionar a opção do saque com o cartão de crédito. Funciona como um tipo de empréstimo pré-aprovado e que precisa respeitar o seu limite de saque. 

Entretanto, diferente do cartão de débito, que o valor da ação é quitado na hora da transação, o crédito só será cobrado no dia do pagamento da fatura, que foi escolhido previamente pelo próprio cliente.

No pagamento da fatura, constará além do valor do seu saque, acréscimos da tarifa de saque e dos juros incidentes.

Quanto custa? 

O valor cobrado vai depender da instituição financeira que vai conceder o empréstimo. Veja como esse valor pode variar:

  • Cartão 1: sem tarifas para saque; taxas de juros que chegam até 14% ao mês; IOF:6,38%;
  • Cartão 2: tarifa no valor de R$10,00; taxas para saque variando entre 10,80% a 17,99%; rotativo até 9,89%.

Existem diferentes preços e diferentes modelos de cobrança nesse tipo de operação. Consulte seu banco e estude quais melhores opções antes de recorrer a esse recurso.

Vale a pena sacar com o cartão de crédito? 

Como qualquer modalidade de empréstimo, os juros são cobrados em cima da sua dívida. Todavia, os juros do saque com o cartão de crédito são os mais altos do mercado, junto do juro cobrado pelo rotativo do cartão de crédito e pelo cheque especial. Os juros do saque, ultrapassam facilmente o valor de 10% ao mês, pelo menos.

Essas taxas são tão abusivas, especialmente, por conta da facilidade que o empréstimo é concedido. É pré-aprovado e pode ser feito diretamente em um caixa eletrônico. E além dos juros, podem ser cobradas taxas de saque, que independem do valor que foi sacado.

Caso você esteja com a conta no vermelho e necessite, de fato, de um empréstimo, existem outras modalidades que cobram taxas mais acessíveis e podem te ajudar a quitar suas obrigações, sem causar dívidas mais caras futuras.

Portanto, por conta dos altíssimos preços, o saque com o cartão de crédito deve ser o último recurso procurado em caso de urgência e real necessidade. Se organize e construa um planejamento financeiro que vai te ajudar a quitar dívidas, viver de uma forma compatível com a sua realidade financeira.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *