Sazonalidade: entenda como funciona!

sazonalidade

Em períodos de festas, como carnaval, páscoa ou fim de ano, o mercado modifica sua estrutura para comportar novos hábitos de consumo e novos trabalhos gerados. Esse fenômeno de modificação é conhecido como sazonalidade.

A sazonalidade funciona por meio de uma rotação, modificação ou alteração na perspectiva vigente de serviços, produtos, negócios e até mesmo, sob a perspectiva geográfica, nos meses do ano. Por exemplo, o verão é uma época sazonal de maior intensidade de calor.

O que é sazonalidade?

sazonalidade

A sazonalidade é a habilidade ou efeito de ser temporário, ou seja, sazonal. Toda atividade de empreendedorismo detém momentos de baixa atividade comercial e altíssima atividade, esses períodos são demarcados como zonas de sazonalidade.

Sendo assim, a sazonalidade de um evento parte do pressuposto que ele tende a ser perene, periódico ou efêmero.

É comum que a sazonalidade, afete setores do mercado, ocasione quedas em investimentos ou até mesmo provoque mudanças políticas em um país.

Por exemplo, uma empresa estava com uma margem de crescimento programada, porém, com a mudança na economia (uma crise), fez com que os seus índices fossem diminuídos, claro, é esperado que toda crise seja encarada como um momento sazonal, ou seja, que mude.

Ainda na sazonalidade da economia, um momento específico do ano pode gerar uma melhora econômica para determinado governo e população.

Como é o caso do período de páscoa, em que a produção de ovos de chocolate (produto sazonal) demanda novos empregos para suprir a demanda de produção.

O que seria um negócio sazonal?


De acordo com a demanda sazonal, alguns negócios surgem ou ganham força.

Por exemplo, uma sorveteria em temporada de verão tende a vender mais sorvetes, consequentemente, no inverno terá uma baixa de vendas para essa segmentação, isso, é um negócio sazonal.

Inclusive, nesses períodos de demanda, é comum um marketing sazonal.

Por exemplo, próximo das festas juninas e São João, algumas cidades divulgam suas festas em mídias de massa, como a televisão e internet.

Para melhor clarificar o conceito de sazonalidade aplicada a negócios, segue alguns exemplos de negócios sazonais:

  • Material escolar – a volta as aulas;
  • Bebida, artigos de fantasia e maquiagem – carnaval;
  • Ovos de chocolate – páscoa;
  • Presentes e roupas – dia das mães e dos pais;
  • Brinquedos – dia das crianças.

Como lidar com a sazonalidade?

Empresas que possuem atividades sazonais tende a ter dificuldades em relação ao capital de giro e o fluxo de caixa presente nos meses comerciais por fora da zona sazonal.

Por isso, para lidar com a sazonalidade é importante um bom planejamento de vendas e do ano comercial.

Além disso, é possível dinamizar e lidar com os negócios sazonais através:

Da preparação dos funcionários

Bons negócios sazonais, geralmente, têm pouco turnover (troca de membros) e um treinamento reforçado para o momento de vendas intensas, já que a empresa dependerá desse momento para sua continuidade;

Dos cuidados com o capital

É preciso um planejamento estratégico para que o capital ganho no período sazonal e demais ações, consiga subsidiar a empresa ou negócio e permita seu desenvolvimento, caso contrário, estará estagnada ou em declínio;

Do olhar além do período de sazonalidade

Revisar os métodos utilizados durante o momento sazonal é um passo importante para aprimorar sempre. É viável inclusive, se atentar aos erros, não de forma punitiva, mas com espirito de aprendizagem;

Das receitas alternativas

Para subsidiar atividades da empresa em momentos sazonais é válido buscar fontes alternativas. Por exemplo, uma fábrica de chocolate foca em período de páscoa, mas faz ações durante o ano para vender suas barras e bombons.

Por fim, a sazonalidade é um conceito difícil de lidar, a depender do negócio, mas, se bem trabalhada pode funcionar a favor da empresa, atuando como um propulsor de vendas e momento de forte capitalização. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos