Segundo imóvel: {13} dicas e cuidados para quem quer comprar o seu

segundo imovel

Existem diversos tipos de investimentos e um deles é investir no mercado imobiliário, seja pela compra de ações relativas à modalidade imobiliária ou até mesmo a compra de um segundo imóvel.

O segundo imóvel funciona pela compra ou aquisição de um imóvel além daquele em que já se reside. Partindo do pressuposto que o primeiro imóvel é para moradia, o segundo poderá servir para lazer, trabalho e outros fins.

Portanto, o segundo imóvel é um tipo de imóvel adicional que pode funcionar como fonte de renda por aluguel, para montar um negócio, lazer (casas de praia ou veraneio e afins) e como um tipo de investimento.

Porém, isso deve ser bem planejado, com alguns cuidados para não ocorrer o superendividamento.

Quais as dicas mais importantes na hora de comprar o segundo imóvel?

Investir no mercado imobiliário ou comprar um imóvel pode ser um pouco difícil. É preciso saber de alguns aspectos ou até mesmo se essa é a modalidade de investimento que se encaixa com o perfil do investidor.

Entre as principais dicas para comprar o segundo imóvel:

  • Organizar as finanças: comprometer uma parcela do salário ou da renda inteira é um ato que requer planejamento e comprometimento. Muitas pessoas acabam contraindo dívidas estrambólicas por conta da ausência de planejamento;
  • Envolver os familiares: fazer um investimento requer tanto recursos monetários quanto, pensar com os familiares. Na hora de comprar um novo imóvel é possível analisar se o segundo imóvel será uma casa de praia ou até mesmo uma casa menor;
  • O primeiro imóvel estar quitado: investir no segundo imóvel pode ser uma opção viável uma vez que terá aquela quantia em dinheiro livre, pois antes estava destinada para pagar o primeiro imóvel e ao comprar o segundo imóvel é possível alugá-lo;
  • Segundo imóvel como renda extra: o segundo imóvel quitado também atua na renda extra se alugado. Em alguns casos o segundo imóvel se paga, pois, ao alugá-lo poderá pagar uma parte ou total das prestações de um consórcio ou financiamento;
  • Possibilidade de valorização: ter aquele olho no mercado imobiliário pode te ajudar a fazer bons investimentos, escolher um imóvel que irá se valorizar e terá muita procura, pode representar um bom investimento;
  • Modo de pagar facilitado e oportunidades: existem diversas formas de comprar segundo imóvel (consórcio, parcelamento, desconto e apartamento em planta);
  • Eliminar dívidas prévias: manter um orçamento saudável e eliminar as dívidas é o melhor passo para começar a juntar um fundo reserva e talvez, investir no segundo imóvel;
  • Ajuda especializada: outra boa dica é procurar quem entende. Existem profissionais especializados que poderão dar orientações sobre imóveis importantes, bem localizados e que estejam de acordo com seu perfil. Assim, será mais assertivo no investimento;
  • Refinanciamento ou alienação de imóveis: é como vender o imóvel para uma instituição em troca de receber uma quantia em dinheiro e depois alugá-lo da mesma instituição para ficar pagando por ele parcelado. Com essa verba dá para comprar outro imóvel.

Entretanto, nessa do refinanciamento ou alienação é possível perder o imóvel caso o devedor não pague o acordado.

Além disso, é preciso ter cuidados ao fazer financiamentos, consórcios e outros tipos de compras que comprometam a renda fixa mensal, pois pode causar o endividamento.

Quais cuidados ao comprar outro bem imobiliário?

Entre os cuidados na hora de comprar apartamento, casa, imóveis no geral, é preciso ter algumas noções que, por exemplo, um profissional corretor poderia te auxiliar.

Entre as maiores preocupações, estão:

  • Desvalorização do imóvel por conta do local ou outros fatores materiais: por ser de frente para o sol, desgastes físicos e afins;
  • Cuidado com os financiamentos, empréstimos, consórcios e refinanciamentos: alguns aparentam ser bons investimentos quando na verdade são prejuízos em longo prazo;
  • Dívidas que não se consegue pagar facilmente: gera juros altos e bola de neve no acréscimo do valor devido;
  • O apartamento ou imóvel não é adequado para o perfil de vida e estilo do indivíduo.

É possível ter em aberto um financiamento e ainda financiar outro imóvel?

De fato, depende de como e onde será feito o pedido de financiamento. Por exemplo, em programas como Minha Casa, Minha Vida, não é permitido já possuir um imóvel.

Porém, se for uma instituição financeira ou bancária, ela poderá analisar novamente sua trajetória financeira e ver a viabilidade de ceder esse crédito para comprar outro imóvel.

Sendo assim, financiar outro imóvel, é possível.

Inclusive, na Caixa Econômica Federal, existe a modalidade de financiamento simultâneo.

O financiamento simultâneo consiste em permitir que o cliente financie imóveis já usados ou novos, mais de um imóvel e ainda oferece outras oportunidades, a depender do cliente.

Por conseguinte, levando em consideração que é um investimento feito para receber algum retorno, como por exemplo, montar um negócio naquele imóvel, fica mais fácil para as instituições cederem o crédito já pensando nesse retorno.

Além disso, se o individuo já possui um primeiro e deseja financiar outro imóvel, algumas instituições cedem esse financiamento mediante o oferecimento desse primeiro imóvel como seguro.

Assim, reduzem-se os riscos para as organizações, fazendo com que elas concedam ofertas melhores.

Por fim, vale lembrar que independente da opção escolhida para aquisição do segundo imóvel, é preciso planejamento e educação financeira. Saber qual é o momento certo de investir não é fácil e não tem problema procurar por profissionais, o pior é perder dinheiro por investir ruim.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Últimos artigos