Segurança digital: aprenda a se proteger em compras online

seguranca digital1

Na hora de fazer compras online, é necessário estar muito atento a questões ligadas a segurança digital para não acabar caindo em algum crime cibernético.

Por isso, para os consumidores e empreendedores, é muito relevante conhecer boas práticas de segurança digital e conseguir fazer negócios online sem nenhuma dor de cabeça.

O que é segurança digital?

seguranca digital

A segurança digital, na perspectiva do empreendedorismo, pode ser definida como um conjunto de práticas que protegem a identidade virtual do consumidor e as compras online.

Assim, você pode estar se perguntando: “do que eu preciso me defender online?”

Na verdade, a lista de crimes cibernéticos que os consumidores estão sujeitos é muito extensa.

Logo, é extremamente importante que, primeiramente, o consumidor saiba quais são os principais cybercrimes.

  • Vírus;
  • Furto de dados e identidade virtual;
  • Espionagem e acesso a informações pessoais, como conta bancária;
  • Aplicativos e sites falsos.

Vários consumidores, ao fazerem compras online em sites não confiáveis, acabam disponibilizando seus dados para cybercriminosos.

Assim, o criminoso tem a oportunidade de fazer compras utilizando a conta bancária do consumidor desprotegido.

5 práticas de segurança digital

É muito importante que o consumidor conheça algumas práticas de segurança digital que podem o ajudar na hora das compras.

Por isso, confira algumas dicas de segurança digital:

Conheça a reputação da loja

Sem dúvidas, buscar conhecer melhor a reputação de um loja antes de realizar a compra, é uma das principais medidas de segurança online.

Portanto, procure amigos, familiares, conhecidos e acesse portais do consumidor online, para saber se a loja é segura.

Desta forma, é possível ter uma estimativa realística de como será sua experiência baseada na experiência de outros consumidores.

Leia atentamente e guarde o contrato

Muitas vezes, nós, consumidores, não damos atenção aos contratos.

Quando isso é levado para o âmbito dos negócios online, o consumidor tende a ser ainda mais desatento.

Então uma forma de se previvir de cobranças indevidas, abusos e crimes gerais, é ler atentamente os contratos e guarda-los.

Atenção a segurança dos sites

É sempre responsabilidade da empresa a segurança dos seus endereços digitais.

Mesmo assim, na hora de comprar online, é sempre importante checar a segurança do site da empresa.

Existe uma maneira fácil de checar a segurança de dados do site: olhe no canto superior esquerdo da tela, ao lado do link do site deve haver um cadeado que diz que a conexão é segura.

Ao checar isso, você provavelmente já estará navegando em um site seguro, onde suas compras podem ser feitas.

Faça uma “faxina” no seu PC

Como destacado inicialmente, existem vários crimes que o consumidor está exposto a sofrer no meio digital.

Entre eles, sem dúvida alguma, está o vírus, que pode ser usado para danificar o seu equipamento e dar acesso às suas informações pessoais.

Por isso, é importante investir em boas ferramentas antivírus para garantir a segurança dos seus dados e do seu computador.

Não faça compras em computadores públicos ou de desconhecidos

Para fazer compras online, é necessário disponibilizar alguns dados importantes, como:

  • Endereço e CEP;
  • Informações sobre o Cartão e conta bancária;
  • CPF e RG.

Ou seja, se você usar um computador que pessoas desconhecidas tem acesso para fazer compras, poderá estar fornecendo todos esses dados.

Por fim, é importante lembrar que, para qualquer negociação com segurança digital, é necessário que o consumidor tenha suas informações protegidas e a garantia que o produto será entregue como previsto. Mais conteúdos? Inscreva-se no nosso WhatsApp.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos