Home Blog SLCE3: tudo sobre as ações da SLC Agrícola!

SLCE3: tudo sobre as ações da SLC Agrícola!

SLCE3

A SLC Agrícola (SLCE3) é uma companhia que atua no setor do agronegócio, sendo uma das maiores produtoras de commodities agrícolas, focando na produção de algodão, soja e milho. 

As ações da SLC Agrícola (SLCE3) integram parte da bolsa de valores brasileira, podendo tornar-se uma alternativa para investidores que percebem, no setor agrícola, boas oportunidades de negócios.

O que é a SLC Agrícola (SLCE3)? 

A SLC Agrícola (SLCE3) é uma empresa nacional entre as líderes em território brasileiro no segmento de agricultura. Suas ações são negociadas na B3 (Brasil, Bolsa e Balcão), através do ticker SLCE3.

Em suma, a SLC Agrícola atua desde 1945 priorizando a produção e comercialização de mercadorias agrícolas.

A empresa possui, em média, mais de 190.595.000 milhões de ações emitidas, com 35,7% destas em free float.

Além da SLC Agrícola, outras empresas integram o setor de agropecuária brasileiro, dentre elas a Brasilagro (AGRO3) e a Terra Santa (TESA3).

  1. Brasilagro: atua no agronegócio, realizando a aquisição, desenvolvimento, exploração e comercialização de propriedades rurais, além de realizar investimentos em tecnologia e infraestrutura. O portfólio de produtos da empresa é composto por cana-de-açúcar, soja, pecuária, milho e algodão;
  2. Terra Santa: a companhia foca na produção e comercialização de produtos vegetais, como: soja, milho e algodão. Ela também atua na industrialização e comércio de biocombustíveis, óleo vegetal e subprodutos.

Mediante a expressividade da SLC Agrícola para o mercado e sua participação na B3, é de grande relevância compreender a trajetória e o modelo de negócio da companhia. 

História da SLC Agrícola (SLCE3)

ações da slc agrícola investimento slce3

Foi em 1945 que o grupo SLC foi fundado na cidade de Horizontina, por três famílias de imigrantes alemães que criaram a primeira indústria de colheitadeiras automotrizes de grãos no Brasil.

No ano de 1977, a SLC Agrícola deu início às suas atividades, mediante o nome Agropecuária Schneider Logemann Ltda. Além disso, a empresa realizou a aquisição da Fazenda Paineira, sendo direcionada para o cultivo de soja e trigo.

No ano de 1979, ocorreu uma Joint Venture com a John Deere, proporcionando o pioneirismo da SLC na implementação da agricultura mecanizada no Brasil, através da utilização de maquinário agrícola de alta tecnologia. 

Além disso, a junção entre as empresas inspirou uma consolidação da gestão profissionalizada do Grupo SLC

Aquisições da SLC Agrícola

Logo após, em 1980, a SLC Agrícola adquiriu a Fazenda Pamplona, localizada no estado de Goiás, a partir de sua crença no potencial geográfico do Centro-Oeste brasileiro.

Posteriormente, no ano de 1985, a empresa também realizou a aquisição da Fazenda Planalto localizada no município de Costa Rica no estado de Mato Grosso do Sul.  

Foi em 1997, que a SLC Agrícola iniciou a implementação da cultura de algodão na Fazenda Planalto. Assim, no mesmo ano, a companhia realizou a aquisição da Fazenda Planeste, localizada em Balsas, no Maranhão.

Em 1999, o grupo SLC deixou o setor de máquinas agrícolas e a associação com a John Deere. 

Dessa forma, no ano de 2007, a SLC Agrícola tornou-se uma das primeiras empresas do seu setor de atuação a realizar a 1° Oferta Pública de Ações (IPO).

Ainda nesse ano, a SLC adquiriu a Fazenda Piratini, localizada em Jaborandi, na Bahia.

No ano de 2012, a empresa constituiu a SLC LandCo, com o objetivo de monetizar parte do ganho imobiliário obtido durante os 30 anos de aquisições de terras localizadas no cerrado.

Foi em 2013 que a SLC Agrícola realizou associações estratégicas com as empresas Dois Vales e Mitsui, com o intuito de reduzir a necessidade de aporte de capital. 

Assim, em 2018, a empresa arrendou uma área de 26.133 hectares no Chapadão do Sul, passando a se chamar Fazenda Pantanal.

Linha do tempo da SLC Agrícola (SLCE3)

  • 1945 – O Grupo SLC é fundado, na cidade de Horizontina;
  • 1977 – SLC Agrícola inicia suas atividades, através da utilização do nome Agropecuária Schneider Logemann Ltda;
  • 1977 – Aquisição da Fazenda Paineira, direcionada para o cultivo de soja e trigo;
  • 1979 –  Ocorre uma Joint Venture com a John Deere;
  • 1980 –  SLC Agrícola adquire a Fazenda Pamplona;
  • 1985 –  A empresa realiza a aquisição da Fazenda Planalto localizada no município de Costa Rica;
  • 1997 – SLC Agrícola inicia a implementação da cultura de algodão na Fazenda Planalto;
  • 1997 – A companhia adquire a Fazenda Planeste, localizada em Balsas, no Maranhão;
  • 1999 – O grupo SLC deixou o setor de máquinas agrícolas e a associação com a John Deere;
  • 2007 – A empresa realiza a 1° Oferta Pública de Ações (IPO);
  • 2007 – A companhia adquire a Fazenda Piratini, na Bahia;
  • 2012 – É constituída a SLC LandCo;
  • 2012 – Fazenda Perdizes é adquirida;
  • 2013 – Joint Venture entre a SLC LandCo e as empresas Dois Vales e Mitsui;
  • 2018 – A empresa arrendou uma área de 26.133 hectares no Chapadão do Sul.

Como atua a SLC Agrícola (SLCE3)?

A empresa SLC Agrícola (SLCE3) é uma das líderes na produção de commodities agrícolas.

Dessa forma, a companhia possui, em média, 16 unidades de produção distribuídas em território brasileiro.

Além disso, a empresa busca produzir seus produtos através de práticas mais sustentáveis, preservando áreas nativas em suas fazendas e otimizando a gestão de recursos naturais.

Em suma, percebe-se que a SLC Agrícola busca ampliar a distribuição de seus produtos, acreditando em um desenvolvimento sustentável. 

Características das ações da SLC Agrícola

As ações da SLC Agrícola (SLCE3) são negociadas na bolsa de valores brasileira ou B3 (Brasil, Bolsa e Balcão), sendo detentora das seguintes características: 

A classificação setorial da SLC Agrícola (SLCE3) tendo em vista as informações divulgadas pela B3 é: Consumo não Cíclico, Agropecuária e Agricultura.

Além do mais, seu segmento de listagem na B3 é o Novo Mercado.

Suas ações oferecem Tag Along de 100%, além de Free Float de 35,7%.

O que faz a SLC Agrícola (SLCE3)?

A principal atividade exercida pela SLC Agrícola (SLCE3) é a produção e comercialização de commodities agrícolas. 

Dessa forma, alguns produtos são oferecidos pela empresa, dentre eles:

  • Algodão;
  • Soja;
  • Milho;
  • Trigo;
  • Milho Semente;
  • Sorgo.

Assim, percebe-se que a SLC Agrícola possui como intuito atingir diversos tipos de consumidores através de sua produção.

As ações da SLC Agrícola (SLCE3): onde e como são negociadas?

O ticker da SLC Agrícola (SLCE3) é negociado na bolsa de valores brasileira.

Dessa forma, as negociações podem ser realizadas por meios digitais, proporcionando ao investir praticidade e segurança.

A companhia possui ações ordinárias (SLCE3 ON), que ofertam direito ao voto durante assembleias empresariais. 

Desse modo, para que o investidor adquira ações da SLC Agrícola, será importante realizar a abertura de uma conta em uma corretora de valores de sua preferência.

Logo após, o investidor deverá executar uma transferência TED com o capital desejado para realizar o investimento.

Posteriormente, será importante selecionar as ações da SLC Agrícola, referenciadas pelo ticker SLCE3.

Como ganhar dinheiro com as ações da SLC Agrícola (SLCE3)?

investir em slc agrícola slce3

Antes de tudo, é importante compreender que existem variadas formas de adquirir lucros com as ações da SLC Agrícola (SLCE3) na B3 (Brasil, Bolsa e Balcão).

Dentre essas formas, é possível incluir o recebimento de dividendos, dado que a empresa possui um histórico recorrente de pagamento de dividendos.

Além do mais, o acionista poderá adquirir múltiplos vantajosos através da venda de suas ações, por valores mais altos que o adquirido anteriormente.

Algumas estratégias que podem proporcionar aos investidores aplicações mais assertivas e seguras.

Dentre elas, é relevante destacar a diversificação da carteira de ativos, gerando uma carteira que inclua ativos da renda fixa e renda variável na busca por estabilidade.

Nesse caso, é válido se atentar a rentabilidade, liquidez e segurança antes de realizar a aquisição de uma ação. 

Vale a pena investir na SLC Agrícola (SLCE3)?

A SLC Agrícola (SLCE3) é uma das grandes empresas do agronegócio brasileiro

Visto que a empresa possui uma localização estratégica e diversa, além de um grande quantitativo de terras distribuídos entre 6 estados diferentes, a SLC consegue diminuir os potenciais riscos climáticos e incidências com pragas. 

Entretanto, a dependência do setor em relação ao clima adequado para o plantio e/ou colheita pode representar riscos.

Isso porque alguns fenômenos climáticos podem afetar as plantações e impactar de forma negativa a produção e lucratividade da empresa.

Portanto, antes de decidir a ação que você irá investir seu dinheiro, é importante realizar uma análise fundamentalista para verificar se o investimento está sendo realizado de maneira consciente, seja com a SLC Agrícola (SLCE3) ou com outra companhia negociada em bolsa.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle