Home Blog O que é a Taxa de Custódia?

O que é a Taxa de Custódia?

taxa de custodia 2

Quando falamos de investimento em renda fixa pelo Tesouro Direto, é comum ouvir alguns comentários positivos e negativos sobre a Taxa de Custódia cobrada pela B3.

Isso acontece, pois algumas corretoras oferecem esses títulos com ‘nenhum custo’. No entanto, não é bem assim que funciona, por conta da Taxa de Custódia.

O que é Taxa de Custódia?

taxa de custodia

A Taxa de Custódia é um percentual cobrado para custodiar os títulos públicos investidos pelo sistema do Tesouro Direto.

Ela é direcionada à B3 (antiga BM&F Bovespa) por conta de serviços como:

  • Guarda dos títulos;
  • Manutenção do sistema;
  • Envio de extratos mensais.

Por esse motivo, independentemente da corretora de valores escolhida, sempre haverá a cobrança da Taxa de Custódia da B3.

A alíquota cobrada pelo Tesouro é de 0,25%. No entanto, existem instituições no mercado que realmente cobrem esse valor para seus clientes.

Taxa de Custódia na renda variável

Algo pouco citado é que a Taxa de Custódia também é cobrada nos investimentos em renda variável.

No entanto, se você investe menos de R$300 mil, seja em ações, fundos ou outros ativos financeiros, essa cobrança fica isenta.

Mas, a partir desse valor, ela varia entre 0,0130% e 0,0005%, seguindo uma tabela progressiva:

Valor (R$ milhões)Taxa/ano1
De 0 a 10,0130%
De 1 a 100,0072%
De 10 a 1000,0032%
De 100 a 1.0000,0025%
De 1.000 a 10.0000,0015%
Acima de 10.0000,0005%

Tabela retirada do site da B3 (15/8/2019)

1 Calculada progressivamente (pro rata mês), com base no valor da carteira do investidor no último dia útil de cada mês. Investidores não residentes são isentos do pagamento desta taxa.

Ou seja, comparando seus percentuais com a rentabilidade desses tipos de investimentos de alto risco, a Taxa de Custódia acaba se tornando bastante pequena.

Como a Taxa de custódia é cobrada?

A Taxa de Custódia tem seu valor debitado automaticamente da sua conta na corretora de valores utilizada.

Por isso, sempre é importante possuir algum valor em caixa para que o débito ocorra normalmente.

Mas para evitar problemas, o Tesouro Nacional envia um e-mail para o investidor avisando qual será o valor cobrado no momento.

Quando a cobrança ocorre?

O cálculo da Taxa de Custódia ocorre diariamente. No entanto, sua cobrança só acontece a cada seus meses, no primeiro dia útil de janeiro e junho, ou de acordo com seu período de seu investimento, no caso de:

Outras taxas que influenciam na hora de investir

Existem diversas outras taxas atreladas aos investimentos. Porém, seus valores cobrados variam de acordo com cada operação e produto escolhido.

Confira quais são elas:

Taxa de Performance

A taxa de performance é um percentual cobrado por um fundo de investimento pelo resultado superado da meta financeira definida junto ao investidor.

Ela é também conhecida como taxa de sucesso ou sucess fee, sendo um ótimo estímulo para que o gestor realize o melhor trabalho possível com o montante aplicado pelo seu cliente.

Ao contrário da taxa de administração, ela é opcional e condicional. Portanto, cada fundo pode decidir por cobrá-la ou não.

Taxa de corretagem

A taxa de corretagem é um valor cobrado como um tipo de comissão. Ou seja, são valores que estão atrelados as negociações de compra e venda.

Ou seja, uma taxa cobrada aos clientes por corretoras e bancos sobre operações que envolvem, geralmente, investimentos em renda variável.

Porém, a corretagem também pode ser cobrada em negociações de títulos, fundos, contratos futuros e outros ativos.

Taxa de administração

A taxa de administração é o valor pago à empresa responsável por intermediar operações e aplicações financeiras.

Essa taxa serve para cobrir os custos de administração e gestão do capital do cliente.

Por isso, é muito comum a cobrança dessa taxa para as instituições bancárias, pelo fato de ter que manter uma agência física, funcionários e afins.

Tabela Bovespa

A tabela Bovespa é uma taxa cobrada para quem investe através da mesa de operações.

Ou seja, uma espécie de serviço em que o investidor contata algum operador (assessor ou atendente) da corretora em questão e pede para que ele execute suas ordens de compra e/ou venda.

Por envolver um serviço a parte, essa tabela é cobrada (a Bovespa indica 0,5% do montante investido), mas poderá variar de instituição para instituição.

Taxa de carregamento

A taxa de carregamento é um percentual cobrado em todo valor investido na previdência privada.

Claro, com algumas variações de acordo com a modalidade, seja mensal, no momento do investimento ou no saque.

ISS (Imposto sobre Serviços)

A corretagem em si é um tipo de serviço. Por isso, ela está sujeita ao ISS (a depender da regionalidade e da corretora).

Em São Paulo, por exemplo, o ISS (Imposto Sobre Serviços) é uma tarifa municipal cobrada sobre o valor taxa de corretagem, variando até 5% da mesma.

Contudo, se a taxa for zero, o valor pago para imposto também será zerado.

Emolumentos

As taxas chamadas de emolumentos são cobradas pelas corretoras e incidem sobre cada operação que o investidor fizer no mercado à vista.

O mercado à vista é caracterizado por negócios em que o comprador só recebe as ações compradas em D+3, ou seja, apenas no terceiro dia útil após a transação.

Os emolumentos variam de acordo com o montante negociado (em cada transação) e seu valor muda de instituição para instituição.

Assim como as taxas de corretagem, os emolumentos podem ser fixos ou variáveis.

Imposto de Renda

Ao realizar um investimento será preciso declarar o Imposto de Renda.

A não ser que seja uma aplicação referente a renda fixa e/ou fundos de investimento, pois esse importe é automaticamente recolhido.

Já para quem investe em ações ou ativos em renda variável será necessário fazer o recolhimento manual através da guia de arrecadação, conhecida como DARF.

Vale a pena escolher investimentos apenas pela Taxa de Custódia?

Cobranças externas não devem ser o motivo exclusivo para a escolha de um investimento. Na verdade, o ponto mais importante a ser analisado é a rentabilidade líquida.

Além dela, existem também o perfil de risco da aplicação e prazo do investimento, bastante importantes na hora analisar um produto financeiro.

Inclusive, esse é um erro bastante comum a investidores iniciantes, que evitam investimentos com cobrança de Imposto de Renda.

Seja com IR ou Taxa de Custódia, o resultado do investimento pode ser positivo o suficiente para compensar essa cobrança. Tornando-se, assim, bastante vantajoso.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *