Home Blog Taxa de juros nominal: entenda o que diz essa taxa

Taxa de juros nominal: entenda o que diz essa taxa

taxa de juros nominal 1

A taxa de juros nominal está presente no dia a dia dos brasileiros, mesmo que a maioria não perceba e ainda confunda com a taxa de juros reais. Empréstimos, investimentos financeiros e outras diversas operações financeiras levam esse conceito dentro da sua aplicação.

Por exemplo, um plano de Previdência Privada pode prometer ao cliente que contrata uma taxa de juros nominal de 19% a.a, no entanto, outros quesitos devem ser levados em consideração antes de tomar isso como ganho real.

A taxa de juros nominal nada mais é do que a taxa declarada na operação financeira. Por exemplo, a Previdência Privada que promete um ganho de 19% a.a. está referenciando a taxa nominal e não a taxa real.

Entendendo a taxa de juros nominal

taxa-de-juros-nominal

O juros nominal está ligado diretamente a remuneração monetária. No entanto, esse recebimento está sujeito a sofrer alterações de acordo com aos efeitos da inflação daquele período.

Por exemplo, se o ganho em um investimento financeiro está especificado como 23% a.a. e a inflação alcançou a marca de 7% naquele período, o ganho não será 23%. Além disso, o ganho também não será a subtração de 23% e 7%, ao contrário do que muitos pensam.

Por exemplo, se um investidor aportar um valor de R$1000,00 neste período, o retorno real esperado será de aproximadamente 150 reais, enquanto o retorno nominal seria de 230.

Por esta razão, é necessário entender a diferença entre os juros nominais e reais, para assim analisar os impactos dos rendimentos nas suas finanças.

A diferença entre juros nominais e reais está ligado diretamente ao que a pessoa que dispôs do dinheiro poderá usufruir sem que aquilo seja abatido do valor total. Em alguns casos, a taxa real pode até mesmo ser negativa.

Por exemplo, se uma poupança tiver o rendimento de 8% ao ano e a taxa de inflação medida pelo IPCA daquele período for de 11%. A taxa real é negativa e também há perda no poder de compra.

Além disso, também é válido ressaltar que a taxa nominal básica da economia é a taxa selic. Essa taxa é utilizada no mercado interbancário para realizar o financiamento de operações com duração diária, difundida nos títulos públicos.

Como calcular as taxas de juros

Para efetuar o cálculo da taxa nominal e encontrar o juros reais de uma operação financeira, é preciso ter conhecimento sobre o valor final subtraído ao valor inicial dividido ao valor inicial.

Ou seja: Taxa Nominal = Valor Final – Valor inicial / Valor Inicial = Taxa de Juros Nominal ou Aparente

Já para encontrar a taxa de juros real, é preciso encontrar o valor nominal dividido pela inflação baseado no total de sua utilização, ou seja, 100%.

Desta forma: Valor Nominal / Inflação = Valor Real

Por exemplo: Taxa de Juros Nominal de 9% a.a. e Inflação de 3% é igual a Taxa Nominal de 1,09 divida pela Inflação de 1,03. Ficando assim, a Taxa Real de aproximadamente 6% a.a. Para mais conteúdos como este, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais dicas gratuitas!

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *