Home Blog TCSA3: vale a pena investir em ações da Tecnisa?

TCSA3: vale a pena investir em ações da Tecnisa?

TCSA3

A Tecnisa (TCSA3) centraliza suas atividades no mercado imobiliário brasileiro, operando de forma integrada através de uma plataforma de negócios completa. Além disso, a companhia possui mais de 42 anos de experiência no setor imobiliário.

As ações da Tecnisa (TCSA3) fazem parte da bolsa de valores brasileira, ou seja, B3 (Brasil, Bolsa e Balcão). Sendo assim, podem ser negociadas por investidores que analisam o mercado imobiliário e percebem no setor, oportunidades benéficas. 

O que é a Tecnisa (TCSA3)? 

A Tecnisa (TCSA3) direciona seus produtos para o mercado residencial, objetivando ofertar seus serviços através de incorporações imobiliárias. A companhia é brasileira e pode ser considerada pioneira na oferta de alguns serviços, com ações são comercializadas na B3, por meio do ticker TCSA3. 

Em síntese, a Tecnisa atua no setor de incorporações imobiliárias, desde o ano de 1977, através da disponibilização de serviços relacionados a engenharia. A empresa possui mais de 736.192.307 milhões de ações gerenciadas, sendo 74,4% destas em free float

Além da Tecnisa, outras empresas integram o setor de incorporações imobiliárias no Brasil, dentre elas a Construtora Tenda (TEND3) e a Ez Tec (EZTC3):

  1. Construtora Tenda: a empresa pode ser considerada uma das principais incorporadoras do Brasil, lançando seus empreendimentos nas faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV);
  2. Ez Tec: atua no setor de incorporação e construção do Brasil. Além disso, age de forma integrada e desenvolve programas relacionados a sustentabilidade.

Mediante a importância da empresa (TSCA3) para o mercado financeiro e sua participação na bolsa de valores, se torna relevante compreender sua trajetória e seu modelo de negócio. 

Isso porque, através das informações obtidas, os investidores poderão realizar suas aplicações de forma mais consciente e efetiva.

História da Tecnisa (TCSA3)

tecnisa ações da tecnisa tcsa3

No ano de 1977, a companhia foi fundada, iniciando seus serviços na área de engenharia e construção, através da Tecnisa Engenharia.

Foi em 1980 que a companhia criou um programa que visava reduzir o desperdício em obras, assim, conseguiu reduzir os custos, em comparação à média do mercado.

No período de 1987 a 1990, a companhia foi atingida por variados períodos de alta inflação, além de uma grande inadimplência dos mutuários.

Além disso, a empresa experimentou momentos de queda no valor dos aluguéis e de alta no preço das matérias-primas. 

Assim, muitas empresas do setor imobiliário implementaram novos serviços, oferecendo além de imóveis residenciais, flats e edifícios comerciais.  

Entre os anos de 1990 a 1994, a Tecnisa divulgou para o mercado o conceito “grand space”, em que a companhia construiria edifícios em regiões nobres da grande São Paulo, ofertando serviços residenciais em áreas maiores que as oferecidas por outras incorporadoras da região.

Nesse período, a companhia não cobrava acréscimos pelo serviço. 

Durante a época de 1995 a 1999, o segmento da construção civil sofreu com a quebra de algumas empresas, fazendo a Tecnisa investir na sua imagem.

Por conta disso, ela realizou parcerias com grandes incorporadoras, além de investimentos direcionados às condições de trabalho dos operários que atuavam nas obras.

Nessa época, a Tecnisa foi pioneira no conceito de “roof top“. 

Inovações da Tecnisa

Em 2000, a empresa aperfeiçoou a política de atendimento ao cliente.

Por causa isso, recebeu prêmios variados, dentre eles o importante “Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente”, concedido às empresas que possuem as melhores práticas de atendimento.

Foi em 2001 que a empresa complementou sua função de agente econômico, iniciando seu programa de responsabilidade social, desenvolvendo ações sociais relacionadas aos negócios da companhia.  

Posteriormente, em 2003, a companhia conquistou o prêmio “Folha de Qualidade Imobiliária”, concedido pelo jornal Folha de São Paulo.

Em 2005, a Tecnisa recebeu, o “Prêmio Master Imobiliário” na categoria relacionamento com o cliente, sendo esse, um dos prêmios mais importantes do setor de construção civil. 

No ano de 2006, a empresa foi biografada no livro “O Brasil que Encanta o Cliente” como uma das companhias que possuem uma dos melhores atendimentos ao cliente.  

Além disso, a Tecnisa ganhou o prêmio “Top Imobiliário” em 1997, 1999, 2002, 2007, 2008, 2009, 2012 e 2014.

A premiação é ofertada para construtoras, incorporadoras e vendedoras que obtiveram destaque na produção de imóveis residenciais e comerciais. 

Abertura de Capital

No ano de 2006, a empresa deu início ao processo necessário para se tornar uma companhia de capital aberto, concluindo a abertura de sua oferta pública de ações (IPO) em 2007.

Foi em 2009 que a Tecnisa lançou a marca Tecnisa Flex, uma linha de negócios dedicada, essencialmente, ao desenvolvimento de produtos imobiliários mais acessíveis.  

Desse modo, em 2011, visando sustentar o desenvolvimento da empresa, a Tecnisa concluiu o processo de distribuição pública primária de 39.830.500 ações ordinárias.

No ano de 2013, a companhia conseguiu o alvará de aprovação das primeiras atividades no Jardim das Perdizes, com localização em área nobre.

O projeto conta com padrões de sustentabilidade, combinando imóveis residenciais, comerciais, centros de conveniências e hotel, distribuídos em mais de 600.000 m².

Devido à sua grandiosidade, tornou-se um dos maiores empreendimentos da cidade de São Paulo. 

Em 2019, a empresa anunciou um follow-on de 300 mil ações. 

Linha do tempo da Tecnisa (TCSA3)

  • 1997 – A Tecnisa Engenharia é fundada;
  • 1980 – É criado um programa que objetivava reduzir o desperdício em obras;
  • 1987 a 1990 – A companhia é atingida por um período de inflação e inadimplência dos mutuários;
  • 1990 a 1994 – A Tecnisa apresenta ao mercado imobiliário o conceito de “grand space”;
  • 1995 a 1999 –  O setor de construção civil sofreu com a quebra de alguma empresas, assim a Tecnisa começou a investir na sua imagem;
  • 1995 a 1999 – A empresa torna-se pioneira no conceito de “roof top”;
  • 2000 – A companhia começa a aperfeiçoar a  política de atendimento ao cliente;
  • 2001 – O programa de responsabilidade social da empresa é iniciado; 
  • 2003 – A Tecnisa conquistou o prêmio “Folha de Qualidade Imobiliária”, concedido pelo jornal Folha de São Paulo;
  • 2005 – A empresa recebe o prêmio Master Imobiliário, um dos prêmios mais importantes do setor de construção civil;
  • 2006 – A Tecnisa foi biografada no livro “O Brasil que Encanta o Cliente” e deu início ao processo necessário para se tornar uma companhia de capital aberto;
  • 2007 – O processo de abertura de oferta pública de ações (IPO) é concluído;
  • 2009 – A companhia lança a marca Tecnisa Flex;
  • 2011 – O processo de distribuição pública primária de 39.830.500 ações ordinárias é concluído;
  • 2013 – A Tecnisa consegue alvará de aprovação para as primeiras atividades no Jardim das Perdizes.
  • 2019 Empresa anuncia um follow-on de 300 mil ações. 

O que faz a Tecnisa (TCSA3)?

A principal atividade da Tecnisa está relacionada a incorporação imobiliária em território nacional. 

Desse modo, dentre os serviços ofertados pela companhia, estão:

  1. Aquisições de terrenos;
  2. Incorporações Imobiliárias;
  3. Comercialização de serviços;
  4. Construção de residências.

Portanto, percebe-se que a empresa busca diversificar seus serviços, oferecendo inovações aos seus clientes.

Como atua a Tecnisa (TCSA3)?

A Tecnisa (TCSA3) é uma das grandes empresas do mercado imobiliário brasileiro, com mais de 3,7 mil unidades comerciais e 39,3 mil apartamentos construídos.

A companhia possui presença em diversas cidades brasileiras, como Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, São José de Campos, Salvador, Santos e São Paulo. 

Além disso, a companhia busca desenvolver seus produtos minimizando os impactos ambientais e alinhando seus projetos para um desenvolvimento sustentável.

As ações da Tecnisa (TCSA3): onde como são negociadas?


O ticker da Tecnisa (TCSA3) é negociado na bolsa de valores brasileira ou B3 (Brasil, Bolsa e Balcão). 

Além do mais, as ações da companhia podem ser adquiridas nos meios digitais, objetivando simplificar o processo de aquisição para os investidores, além de prezar pela segurança deles.

A empresa possui ações ordinárias (TCSA3 ON) que dão direito ao voto durante as assembleias empresariais.

Dessa forma, para realizar a aquisição de ações da Tecnisa, é de suma importância que o investidor efetue a abertura de conta numa corretora de valores de sua preferência

Posteriormente, será necessário realizar uma transferência TED, com o capital pretendido para realizar o investimento, após esse procedimento, o acionista poderá selecionar ações da Tecnisa, mencionada como TCSA3.

Características das ações da Tecnisa (TCSA3)

As ações da Tecnisa são negociadas na B3 e possuem as seguintes características: 

A classificação setorial da Tecnisa (TCSA3) segundo as informações disponibilizadas na B3 é: Consumo Cíclico, Construção Civil e Incorporações.

Além disso, seu segmento de listagem na bolsa de valores é o Novo Mercado.

Suas ações oferecem Tag Along de 100% ON, além de free float de 74,4%.

Como ganhar dinheiro com as ações da Tecnisa (TCSA3)? 

tecnisa ações tcsa3 investimentos

De início, é importante compreender que existem formas variadas de adquirir lucros com as ações da Tecnisa na B3.

Entre essas formas, poderia ser incluído o recebimento de dividendos, entretanto, a companhia não possui em seu histórico um pagamento recorrente de dividendos.

Além do mais, o investidor pode conseguir capital, através da venda de suas ações por um valor superior ao adquirido anteriormente.

Além disso, é relevante que o acionista se atenha a algumas questões que podem possibilitar a realização de investimentos com segurança.

Dentre essas questões, o acionista pode considerar diversificar sua carteira de ativos, criando uma carteira que detenha renda fixa e renda variável

Dessa forma, é válido que o investidor analise a liquidez, segurança e rentabilidade da ação, antes de realizar a aquisição da mesma.

Assim, diante do perfil do investidor de longo prazo e seus objetivos financeiros, garantir uma boa rentabilidade pode ser uma alternativa mais viável, em comparação busca por uma alta liquidez. 

Porém, priorizar alta liquidez ou rentabilidade irá depender dos objetivos do acionista, dado que o investidor poderá comprar ações para curto, médio e longo prazo.

Vale a pena investir na Tecnisa (TCSA3)?

A Tecnisa (TCSA3) é uma das principais empresas empresas brasileiras, atuando no segmento de incorporações imobiliárias. 

A empresa possui um modelo de negócio integrado, atuando em todas as etapas do desenvolvimento, desde a formação do banco de terrenos ou landbank, incorporações, vendas e construções.

Além disso, possui total controle sobre os custos, qualidade e prazos de entrega. 

Entretanto, a companhia exibe um histórico de margem líquida negativa, esse indicador refere-se a porcentagem do lucro em relação às receitas que a empresa divulgou.

Por isso, é importante ficar atento ao histórico negativo, relacionado à margem líquida da Tecnisa. 

Portanto, antes de definir qual será a ação que você investirá seu capital, é relevante realizar uma análise fundamentalista.

Assim, será possível verificar se seus investimentos estão sendo realizados de forma prudente, seja com a Tecnisa (TCSA3) ou com outra companhia que integre a bolsa de valores.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle