Home Blog TED ou DOC: descubra as diferenças!

TED ou DOC: descubra as diferenças!

ted ou doc 2

Fazer uma transferência está cada vez mais prático com os aplicativos e internet banking. Se antes a pessoa precisava se deslocar até um banco e realizar todo o processo fisicamente, agora tudo pode ser resolvido no virtual e basta usa uma TED ou DOC.

Os TED ou DOC funcionam como transferências virtuais bancárias que podem ser realizadas entre empresas, pessoas jurídicas ou físicas.

Então, TED ou DOC são operações financeiras responsáveis pela transferência de valores entre contas de instituições financeiras ou bancos. A finalidade é transferir quantias sem precisar sacar o dinheiro e fisicamente concedê-lo. Por isso, é uma modalidade mais segura.

Entender essas duas modalidades de transferência bancária é fundamental para a sua educação financeira.

Como funciona a TED?

A Transferência Eletrônica Disponível (TED) foi instaurada em 2012 com a intenção de agilizar o processo de transferência bancária. O TED não possuiu um valor máximo e se for realizado em um dia útil, tem a chance de ser efetivado no mesmo dia.

Basicamente, se um TED bancário for realizado na parte da manhã, dentro de algumas horas ele irá chegar à outra conta. Porém, essa operação tem um prazo limite de até às 17h do dia útil.

Vale lembrar que caso ultrapasse esse horário, a compensação (depósito) será realizado apenas no dia seguinte ou no caso, no próximo dia útil (se a operação for realizada em uma sexta-feira, por exemplo).

O que é um DOC?

O DOC (Documento de Ordem de Crédito) é uma modalidade de transferência bancária que pode ser realizada apenas por instituições vinculadas ou autorizadas pelo Banco Central. Ele é o percussor do TED, porém, com algumas limitações.

Dessa maneira, com DOC bancário é possível realizar uma transferência com limite de até R$4.999,99. Geralmente, essa operação leva até um dia útil para ser concluída.

Portanto, se realizada em uma quinta-feira será depositada na sexta-feira.

Em contrapartida, se a transferência for realizada na sexta-feira, só compensará no próximo dia útil, ou seja, na segunda-feira.

O que é preciso para fazer uma operação de DOC ou TED?

Para realizar um DOC ou TED basta se direcionar a uma agência bancária ou utilizar internet banking (site ou aplicativo), através dos caixas eletrônicos ou até mesmo por telefone.

Os dados bancários necessários para fazer um TED e DOC são:

  • O nome completo do beneficiado ou razão social: será usado para definir quem receberá o valor, pessoa física ou empresa;
  • CPF ou CNPJ: a depender de ser uma pessoa física ou jurídica;
  • Dados bancários do beneficiado e os seus: banco, agência e conta;
  • Modalidade de conta: se é uma corrente ou conta poupança.

Para que a transferência de DOC e TED seja realizada perfeitamente é preciso que os dados estejam corretos, caso contrário à transação não ocorrerá.

Esse fato acontece, pois, no caso de um erro nas informações, a transferência é automaticamente cancelada.

Se a transferência foi cancelada, por exemplo, relativa a uma operação de DOC, o valor pode levar até dois dias úteis para retornar.

Já se a questão for um cancelamento de operação de TED, o valor deve ser devolvido no dia em que foi realizada a operação.

Qual a diferença entre TED e DOC?


A diferença entre DOC e TED está cerrada nas suas questões de agilidade de compensação e limitações.

Em um TED, é provável que o dinheiro seja compensado dentro de apenas algumas horas (de um dia útil). Já em um DOC, o dinheiro só entrará em conta num prazo de um dia útil.

Outra grande diferença entre TED e DOC é o limite que poderá transferir, enquanto o DOC apresenta limite de até R$4.999,99 reais, o TED é ilimitado.

A única coisa em congruência de ambas é o estilo de transferência e o despacho, uma vez autorizado não poderá ser cancelado. O cancelamento para ambos acontece apenas em caso de erro nos dados informados.

Algumas instituições financeiras e bancos permitem fazer um TED ou DOC sem custos adicionais (especialmente, bancos digitais e algumas casas de corretagem).

Porém, a grande maioria cobra uma tarifa e os valores variam entre R$ 10 até R$20 reais, a depender da instituição, banco e meio escolhido.

Por fim, se comparado com portar fisicamente o dinheiro, optar por um TED ou DOC sempre será a melhor opção. Geralmente, os bancos mantem a mesma precificação para ambas, porém, a TED apresenta uma superioridade em relação a sua agilidade, compensação e ausência de limite. Mais conteúdos? Inscreva-se no nosso Whatsapp.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

connect

we'd love to have your feedback on your experience so far

bicycle