Como funciona a terceirização financeira em uma empresa? Vale a pena?

carta de credito

Devido às grandes exigências do mercado atual, diversas empresas têm optado pela terceirização financeira. Mas você sabe como ela funciona dentro das organizações?

Para implementar a terceirização financeira, é preciso bastante atenção e um bom conhecimento do negócio.

O que é a terceirização do setor financeiro?

Terceirização financeira

 

A terceirização financeira corresponde ao repasse das atividades contábeis e financeiras de uma empresa para outra. Ou seja, ela ocorre quando profissionais fazem as atividades relacionadas às finanças de outras empresas.

Essa atividade-meio aborda desde o controle de caixa até os mais complexos relatórios financeiros.

E justamente por conta disso, a terceirização do setor financeiro tem sido cada vez mais solicitada no mercado.

Possibilitando, dessa forma, que toda a equipe da empresa consiga focar em outras atividades, como a produção.

Quais empresas podem adotar o serviço de terceirização das finanças?

A terceirização financeira costuma ser mais utilizada por empresas maiores, com um volume maior de caixa e contabilização.

No entanto, qualquer organização pode contar com esse serviço financeiro.

Isso porque ele pode se adaptar a atuação interna de cada empreendimento, atendendo das menores às maiores atividades.

Como funciona a terceirização do financeiro?

Também chamada de Outsourcing Financeiro, a terceirização da contabilidade abrange diversas rotinas gerenciais e administrativas.

O objetivo das empresas ao contratar esse serviço é a busca por eficiência e produtividade.

Suas atividades incluem as tarefas mais básicas, como o controle do fluxo de caixa, como as mais complexas, como a tributação.

Ela começa com uma avaliação de todos os processos e atividades da empresa, que resulta na definição das atividades repassadas.

Isso significa que o contator faz um grande planejamento para que as atividades continuem a ser cumpridas, de forma ainda mais eficaz.

No entanto, durante a transição dessa função, é preciso que a empresa ofereça todo o suporte necessário. Assim, o profissional conseguirá atingir os objetivos almejados pela organização.

São alguns exemplos de funções financeiras terceirizadas:

  • Controle de fluxo de caixa;
  • Gestão de contas a pagar e receber;
  • Fechamento de caixa;
  • Conciliação bancária;
  • Preenchimento de relatórios;
  • Gestão da folha de pagamentos;
  • Departamento fiscal;
  • Monitoramento de desempenho.

Por isso, ao abraçar todas essas atividades, a empresa consegue folgar mais a equipe ou até reduzir seus custos com esse serviço.

Quais as vantagens da terceirização financeira?

Já deu pra perceber que existem várias vantagens na utilização do chamado BPO financeiro.

Além da grande redução de custos, o aumento de foco é um dos pontos mais fortes citados pelas empresas que utilizam esse serviço.

Isso significa que a equipe consegue direcionar 100% das suas ações na atividade-fim da organização. Contribuindo assim para o seu desenvolvimento.

Entre outras vantagens da terceirização financeira, estão:

  • Aumento de tempo para planejamento estratégico;
  • Melhoria na qualidade do serviço prestado;
  • Eficácia nos processos da empresa;
  • Dinamismo e flexibilidade de gerenciamento.

Sendo assim, uma solução ideal para o empreendedor que deseja descomplicar sua gestão.

Quais as desvantagens da terceirização financeira?

Como nem tudo são flores, é claro que existem desvantagens na terceirização dos serviços financeiros de uma empresa.

Entre as principais, estão a perda de controle financeiro, já que a empresa fica sem o conhecimento de alguns dos seus processos.

Isso  impossibilita o uso dessas informações para a prevenção de oportunidades ou riscos.

Outro ponto negativo também está nos riscos de desalinhamento das prioridades financeiras da empresa.

Mas para solucionar essa situação, é possível fazer com que a terceirização ocorra da maneira mais eficiente possível.

Como? Confira a seguir:

Como fazer a terceirização das finanças da empresa?

Se mesmo após analisar os pontos negativos da terceirização, ela ainda faz sentido para sua empresa, é preciso saber como aplicá-la.

Por isso, confira o passo a passo para uma boa terceirização do departamento financeiro:

1. Defina o que será terceirizado

Antes que procurar qualquer profissional financeiro, é preciso entender como está a realidade financeira da empresa.

Para isso, questione o departamento responsável sobre quais os processos mais complicados e custosos.

Assim, você conseguirá buscar a empresa já com uma boa definição prévia das funções financeiras e contábeis a serem repassadas.

2. Análise a empresa ou profissional com calma

Encontrar uma empresa terceirizada é uma tarefa que deve sempre ser feita com calma. Isso porque, muitas vezes, o trabalho por ela exercido não atinge as expectativas do contratante.

Por isso, busque mais informações sobre sua reputação no mercado, seja com empresas semelhantes ou em sites de reclamações.

Além disso, com as necessidades bem definidas, você já consegue analisar se a empresa é capaz de atendê-las de maneira eficaz.

Muitas vezes, o valor investido pode retornar com o aumento de produtividade. Por isso, nem pense em economizar nesse momento. Mas sim, buscar o melhor custo-benefício.

3. Alinhe seus interesses

Após o fechamento de um contrato bem detalhado, o alinhamento não acaba. Muito pelo contrário. É nesse momento em que todos os interesses devem ser acordados entre as partes, evitando assim possíveis questões futuras.

Para isso, deixe bem claro o sentido no qual os processos financeiros como relatórios e periodicidade de dados devem ser geridos.

4. Mantenha um bom contato com a empresa

Após o fechamento completo e início de execução das funções contábeis e financeiras, não se esqueça de manter um bom contato com a terceirizada.

Essa comunicação vale para que o repasse de informações ocorra em tempo real. Dessa forma, possibilitando que a empresa tome as atitudes necessárias no tempo correto, seja fazendo mudanças ou investimentos.

Assim, fazendo com que a terceirização financeira represente um enorme ganho no desempenho da empresa. Acompanhe a nossa carta do fundador, com conteúdos diários e gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos