Home Blog Quais são os 6 tipos de e-commerce?

Quais são os 6 tipos de e-commerce?

envelope vazio 2

Existem diversos tipos de e-commerce no mercado, responsáveis por abranger negócios de todos os tipos.

Os tipos de e-commerce servem para diferenciar as diversas conexões entre comerciantes e clientes finais.

Se você busca descobrir quais são os tipos de e-commerce, vale a pena entender um pouco mais sobre essa definição antes disso.

O que é e-commerce?

tipos de e-commerce

O e-commerce nada mais é que um comércio dentro da internet. Dentro desse segmento, são vendidos diversos produtos e serviços dos mais variados tipos e características.

É no e-commerce que os empreendedores criam lojas virtuais e conseguem fazer transações completamente pela internet.

São diversos os tipos de e-commerce, já que o comércio de produtos e serviços pode ocorrer de formas variadas.

Quais são os tipos de e-commerce existentes?

Ao todo, são 6 tipos existentes de comércio virtual. O mercado de e-commerce proporciona o atendimento à diferentes tipos de clientes.

Portanto, é bastante importante para empreendedores com intenções de entrar no ramo digital o conhecimento sobre cada um deles.

1. B2C: Business to Consumer

A sigla B2C é utilizada no mundo dos negócios para definir o relacionamento comercial entre uma empresa e um consumidor.

Ou seja, a venda de produtos, serviços ou informações é feita diretamente entre o vendedor e o cliente, seja em um ponto físico ou online.

Portanto, esse segmento dispensa a necessidade de um intermediador ou fornecedor para sua efetivação.

No modelo de negócios B2C, é preciso um ponto de venda ou plataforma online para que o cliente tenha acesso aos produtos.

Alguns exemplos de negociações B2C são:

  • Revenda – Indústria, distribuidor ou comércio vendendo direto para um Profissional Liberal;
  • Consumo – Indústria, distribuidor ou comércio vendendo diretamente para uma pessoa física (cliente).

O ciclo de venda presente no B2C é o mais simples. Isso porque ele inclui somente o vendedor do produto ou serviço e seu cliente.

2. C2C: Consumer to Consumer

A sigla C2C se refere ao modelo de negócios chamado de Consumer to Consumer.

Ao contrário do B2B, que pode estar presentes em estabelecimentos físicos, o C2C é uma relação exclusiva online.

Ou seja, ela é um tipo de comércio online que não envolve produtores, mas sim um consumidor final com outro consumidor final.

Isso ocorre, pois entre eles existe uma plataforma intermediadora, como por exemplo:

  1. Consumidor 1 descobre o Site X para anunciar seu produto para a venda;
  2. Consumidor 2 entra no site X e encontra o produto anunciado pelo Consumidor 1;
  3. Após a compra, o Site X recebe uma comissão e repassa o restante do valor para o Consumidor 1.

Nesse caso, o portal funciona como um tipo de suporte de comunicação entre os dois consumidores finais.

Em casos de possíveis problemas com os produtos adquiridos, é a plataforma que recebe e repassa a reclamação ao responsável pela venda.

3. C2A: Consumer to Administration

Consumer to Administration é um modelo de comércio eletrônico que envolve todas as transações realizadas entre indivíduos e administração pública.

São exemplos de comércio C2A:

  • Programas de ensino à distância;
  • Serviço de segurança via GPS;
  • Marcação de consultas;
  • Resultado de exames em sites;
  • Emissão de declarações fiscais online.

O C2A é voltado para a melhoria e eficiência de serviços públicos direcionados à população através de tecnologias e informações.

 

4. B2A: Business to Administration

O Business to Administration é a parte do comércio online que envolve transações entre empresas e a administração pública.

Dentro dessa área, as empresas vendem produtos e serviços para a instituição pública. Eles são contratados com o objetivo de melhorar o funcionamento dos seus serviços, como por exemplo:

  • Desenvolvendo sites de órgãos públicos;
  • Criando softwares de gestão;
  • Possibilitando o armazenamento de dados.

No entanto, para oferecer produtos ou serviços para os órgãos públicos, as empresas precisam passar por um processo de licitação.

5. C2B: Consumer to Business

Já no modelo C2B, são oferecidos serviços para empresas, que os solicitam de acordo com suas necessidades. Esse tipo de comércio é considerado como uma troca de bens.

Um bom exemplo de C2B pode ser o crowdsourcing.

Nele, um grande número de indivíduos ofertam serviços ou produtos para serem comprados por empresas.

Nesses casos, apenas um deles é escolhido, como vemos em campanhas para mudança de imagem de produtos ou de marcas.

6. B2B: Business to Business

O Business to Business abrange as transações eletrônicas de bens e serviços entre empresas.

Esse modelo é bastante utilizado por produtores e lojas virtuais na entrega de produtos terceirizada.

Nesse caso, elas ficam responsabilizadas por toda a logística da empresa contratante.

Atualmente, ele é um dos tipos de e-commerce mais populares dentro do mercado, tornando mais eficiente o serviço oferecido aos consumidores.

Quais os benefícios do e-commerce?

Cada um dos comércios digitais podem gerar ótimos resultados para empresa, de acordo com cada estratégia.

É dentro da internet que milhares de empresas estão alcançando altos níveis de desenvolvimento financeiro.

Isso acontece por conta da grande acessibilidade da marca para os clientes, que podem encontrar seus serviços pelo próprio celular.

No entanto, para cada um dos tipos de e-commerce, devem ser criadas diferentes estratégias de gestão. Assim, se torna possível desenvolver a empresa para alcançar ainda mais novos públicos. Para mais conteúdos acompanhe a nossa carta do fundador, com insights valiosos todos os dias!

 

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *