Títulos públicos: entenda o que são!

Existem diversas modalidades de investimentos, as mais populares são as de renda fixa. Podemos destacar, por exemplo, os títulos públicos.

Os títulos públicos são papéis emitidos pelo Tesouro Nacional, que representa o conjunto dos meios financeiros que estão à disposição do Estado.

O que são títulos públicos?

titulos publicos

Os títulos públicos são emitidos pelo Governo Federal e servem para captar recursos para financiamento da dívida pública. Assim, os investidores “emprestam” dinheiro para o governo e em troca disso, obtém lucros.

À primeira vista, isso pode parecer estranho, e podem surgir dúvidas como “Por que o governo precisaria de dinheiro emprestado da população?” ou “Se o governo precisa de dinheiro emprestado, significa que ele está quebrando e não vai me pagar”.

Imagine a seguinte situação:

O governo quer construir um hospital que custa R$ 5 bilhões. Na situação atual, o governo não está com o orçamento livre e uma das opções viáveis seria aumentar os impostos para conseguir captar o valor necessário para a construção do hospital.

Nesse caso, quem pagaria a construção seria a geração atual. No entanto, todas as gerações iriam usufruir do hospital, mesmo que apenas uma parcela da população pagasse aquele custo.

Por isso, o Governo Federal capta subsídios através dos títulos públicos. Dessa forma, existe uma maior equidade quanto ao pagamento dos custos de um bem que várias gerações irão utilizar.

Renda fixa x Renda variável

Os títulos públicos são investimentos de renda fixa e uma dúvida comum é relativa ao significado dos “investimentos em renda fixa”, para entender o que significa isso, é preciso também conhecer um pouco da renda variável.

Renda variável

Essa modalidade de investimento não possibilita uma previsibilidade quanto ao retorno. Por mais que também exista flexibilidade quanto à aplicação, é impossível prever o quanto aquele dinheiro renderá ao final do resgate. Podendo oscilar para mais ou para menos.

Renda fixa

É uma forma de investimento que permite uma maior previsibilidade sobre o retorno do valor aplicado. Podendo ter noção das regras envolvidas, taxas e ganho no período de resgate. Uma das possibilidades de investimento através da renda fixa, são alguns tipos de títulos públicos.

Os tipos de títulos públicos

Para começar a investir em títulos públicos, é preciso entender que existem três variações para realizar aplicações nessa modalidade de investimento de acordo com a sua rentabilidade, são elas:

Títulos prefixados

Os investimentos em títulos prefixados possibilitam ao investidor uma rentabilidade de acordo com a valorização do momento atual da compra. Ou seja, mesmo que exista variações na economia, o valor recebido ao final do período do investimento, será equivalente ao indicado no momento de compra do título.

Essa opção pode ser boa do ponto de vista de manutenção dos ganhos, mas também retira qualquer possibilidade de se ganhar a mais, caso o índice atrelado a esse investimento suba.

Por exemplo, se alguém comprar um título prefixado com a Taxa Selic de 6,0% a.a, esse será o rendimento. Mas caso durante a vigência desse investimento a Selic subir para 7,5% a.a., o investidor continuará ganhando sobre a porcentagem de 6,0% a.a.

Títulos pós-fixados

Ao contrário dos títulos prefixados, os títulos pós-fixados acompanham o rendimento de acordo com as variações de índices financeiros e só é possível saber o “lucro” ao final do período.

Por exemplo, no primeiro ano a Selic pode estar em 6,0% a.a., já no segundo, ela pode chegar a 7,5% a.a., isso significa que o seu dinheiro investido estará crescendo junto com o aumento da taxa.

Títulos híbridos

Como o próprio nome indica, os títulos híbridos possuem uma mescla na rentabilidade. Ou seja, a valorização do valor investido é composto por uma parte variável e outra parte fixa.

Por exemplo, uma parte do título pode acompanhar o IPCA e outra, é determinada no momento da aplicação financeira.

Conheça alguns títulos que você pode investir:

É seguro investir em títulos públicos?

Muitas pessoas se sentem inseguras com a ideia de empresar dinheiro para o governo, mas a sensação deveria ser completamente oposta. Já que, o risco de o Governo Federal “quebrar” é quase zero! E antes que isso acontece, todas as demais instituições financeiras teriam falido, ou seja, o seu dinheiro investido na poupança também seria “perdido”.

Em resumo, investir o dinheiro no Tesouro Nacional é tão seguro quanto investir na poupança. Além disso, existem outras vantagens ao optar por pelos títulos públicos, por exemplo:

  • Alta liquidez: você pode resgatar o dinheiro em até um dia útil;
  • Acessibilidade: você pode começar a investir com pouco dinheiro;
  • Rentabilidade: o dinheiro rende sem precisar abrir mão da segurança.

Qual título público escolher?

Com tantas opções disponíveis, pode ser complicado para um investidor escolher por onde começar. A escolha é relativa de acordo com cada objetivo, existem variáveis como: liquidez, disponibilidade financeira, perfil do investidor e afins.

Por isso, é preciso fazer uma análise que seja o mais compatível com a característica do investidor e a própria característica do título público.

Assim, as chances de perda financeira é diminuída e as chances de ganhos são elevadas consideravelmente!

Outros tipos de investimentos:

Além dos títulos públicos, existem outros investimentos em renda fixa. No entanto, existem algumas variações quanto à liquidez e mínimo de valor para começar a investir, por exemplo.

Algumas dessas modalidades de investimento em são:

  • CDB: investimento direcionado para o Certificado de Depósito Bancário;
  • LCI: investimento no setor imobiliário;
  • LCA: investimento no setor do agronegócio.

Vale a pena investir em títulos públicos?

A decisão de investir ou não em títulos públicos é muito pessoal. No entanto, contra fatos não há argumentos: esse tipo de investimento é seguro e rende mais que a poupança, por exemplo.

Ou seja, é uma boa opção para criar uma reserva de emergência com maior liquidez e segurança.

Por isso, é válido procurar conhecer um pouco mais sobre esse tipo de investimento, que permite maior tranquilidade quanto ao acompanhamento do seu rendimento (como, em comparação à renda variável) e é flexível quanto ao seu resgate.

Os títulos públicos são algumas das variadas opções de investimento que quem quer aumentar a tranquilidade financeira e aprender a utilizar o dinheiro com inteligência, pode recorrer.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos