Troca de móveis: como trocar os móveis da casa sem gastar muito?

troca de moveis 1

Realizar a troca de móveis é uma atividade muito prazerosa. A sensação de dar cara própria ao lugar e trazer mais conforto, é sem dúvida uma das melhores atividades de mudança em um ambiente, seja na própria residência ou até, na área profissional.

No entanto, o que muitas pessoas esquecem de pensar é no custo adicional que a troca de móveis pode trazer. Principalmente, se não houver estudo prévio sobre os valores e planejamento financeiro para trocar móveis.

A troca de móveis é uma etapa importante na transformação da decoração do espaço. Por isso, tomar algumas pequenas atitudes pode trazer ainda mais entusiasmo e comodidade na sua alteração. Ou seja, aplicando a educação financeira.

6 dicas para economizar com móveis

troca-de-moveis

Um lugar bonito e organizado não significa necessariamente um lugar de alto custo. É possível comprar móveis baratos sem precisar abrir mão da beleza e do conforto.

1. Pesquisa e planejamento

Antes de sair à procura para trocar móveis de casa, é preciso saber o que se deseja. Economizar com móveis muita das vezes está mais ligado com saber o que não se quer comprar, do que com o que se quer comprar.

Diversas pessoas acabam adquirindo um móvel que sequer desejavam apenas por acreditar que aquela compra seria uma boa oportunidade. Essa ação pode levar a uma insatisfação com a composição do ambiente. Ou seja, aquisição de dívidas.

Pesquisar não apenas o valor dos móveis, mas o estilo em que se deseja, é primordial para fazer uma boa compra. Esse planejamento permite que o consumidor possa conhecer mais o material utilizado, bem como o preço disponível no mercado.

2. Reformas

É comum querer mudar a cara do ambiente e pode surgir a dúvida se aquela compra de novos móveis é realmente necessária. Uma boa possibilidade de economia é:recorrer a reforma. Principalmente, se o material do móvel for de boa qualidade.

Pagar para um profissional realizar algumas mudanças no móvel ou até mesmo se arriscar a desenvolver uma nova cara para o ambiente com as próprias mãos. O DIY pode ser uma boa alternativa.

3. Pagamento à vista

Depois da pesquisa, planejamento e o descarte da opção de reforma. Uma das formas mais eficazes de comprar móveis baratos é realizar o pagamento à vista. Muitas vezes é possível obter desconto por pagar o móvel em dinheiro.

4. Troca, venda e compra

Em um ambiente próximo podem existir pessoas que estejam com móveis em boas condições e queiram realizar trocas. Essa opção pode ser mais sustentável tanto do ponto de vista ambiental, quanto das finanças.

Além disso, também é viável buscar grupos e aplicativos de venda e compra para que o móvel antigo sirva de “entrada” para a compra do móvel novo ou até mesmo um móvel usado. Desde que esteja em bom estado e o valor seja acessível, é uma boa opção.

No entanto, é preciso prestar atenção em alguns pontos antes de adquirir um móvel seminovo. Por exemplo, avaliar:

  • Pensar na composição;
  • Avaliar os detalhes;
  • Custo de reforma (se for necessário);
  • Negociar o preço.

5. Outlet

Uma forma de encontrar preços mais baixos na compra de móveis é recorrer a Outlet. A venda de coleções passadas de móveis pode trazer bons achados, além de também possibilitar a compra de objetos para composição do ambiente.

6. Bons materiais

Para fazer a troca de móveis sem dores de cabeça, é preciso está atento a qualidade do material antes de adquirir o produto. Muitas vezes, o barato pode sair caro e requisitar a compra de um outro produto em um curto espaço de tempo. Assine a newsletter para receber conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos