Home Blog Valor da empresa: como descobrir o valor da firma?

Valor da empresa: como descobrir o valor da firma?

valor da empresa 2

Descobrir o valor da empresa é algo extremamente importante para qualquer um que invista em renda variável.

Para saber qual o valor da empresa desejada, é preciso fazer um cálculo chamado de Enterprise Value, que ajuda a encontrar o Valor Real da empresa.

Com o valor da empresa, é possível entender se o valor da ação de um negócio está acima, dentro ou abaixo da média.

O que é Valor da Empresa (Enterprise Value)?

O Enterprise Value serve como um indicador financeiro que analisa o valor de mercado (ou cotação) das ações de uma empresa, além de seu balanço patrimonial.

Para isso, são analisados os seus ativos (caixa e patrimônio) e passivos (dívidas e obrigações), que determinam o Valor Patrimonial do negócio.

Esse tipo de análise é feito para que seja encontrado o valor que a empresa realmente deveria valer, e não o seu valor real.

Mesmo assim, ele é altamente importante para que investidores consigam comparar empresas e analisar o preço das suas ações disponibilizadas.

Como calcular o Valor da Empresa?

valor da empresa

Antes de calcular o Valor da Firma, é preciso entender melhor os fatores utilizados por essa análise, que são:

  • Capitalização: valor de mercado da empresa (preço da ação x quantidade de papeis disponíveis);
  • Dívida: valor total de todos os passivos não operacionais da empresa, como empréstimo, títulos e financiamentos;
  • Ativos não-operacionais: ativos que não interfiram no funcionamento da empresa, como parcerias entre empresas, empréstimos e imóveis inutilizados;
  • Caixa equivalente: valor total disponível no caixa da empresa.

Após isso, é utilizada a seguinte fórmula, que ajuda a entender o valor real da empresa:

EV = Capitalização + Dívida – Caixa e Equivalentes – Ativos Não-Operacionais

A importância dos múltiplos de mercado para o investidor

Os múltiplos de mercado servem para demonstrar a relação entre o preço de mercado de uma ação e duas variáveis operacionais, como os lucros e dividendos.

São três os múltiplos ou indicadores mais populares no mercado:

  • P/VPA;
  • P/L;
  • Dividend Yield (DY).

Confira a seguir qual a utilidade e importância de cada um para a análise do investidor:

P/VPA

O múltiplo de Valor Patrimonial tem seu cálculo baseado na divisão do preço de mercado da ação de uma empresa pelo valor de seu patrimônio líquido, encontrado após o balanço patrimonial.

O P/VPA é usado para realizar o valuation e encontrar cotações interessantes para o investidor.

Para entender como calcular, confira o esquema a seguir:

P\VPA = Preço de mercado \ patrimônio líquido por ação

Caso o resultado seja inferior a 1, percebe-se que as ações estão sendo negociadas por um valor menor que o patrimonial.

Para o investidor, existem interpretações a serem feitas por este cálculo.

No caso acima, é demonstrado que as ações estão baratas, podendo ser um bom momento para a compra caso elas se valorizem no futuro.

Já se for superior a 1, é demonstrado que as ações estão maiores que a média esperada.

Exemplo:

Ação está cotada em R$ 23,00, e seu VPA é R$ 18,00.

Dividindo-se o preço pelo VPA, temos: P/VPA = 1,27.

Ou seja, a ação está sendo negociada a um valor 27% maior que seu Valor Patrimonial.

 

P/L

Esse múltiplo é bastante utilizado por quem deseja descobrir se o preço de uma empresa está atrativo em relação aos seus lucros.

Para isso, é preciso seguir a fórmula:

P\L = Preço \ lucro por ação

Quando uma ação possui o P/L elevado, isso significa que a empresa está supervalorizada. Já quando baixo, é percebido que a empresa está subvalorizada.

No entanto, é importante lembrar que esse fator não é suficiente para a análise de uma empresa a curto prazo.

Isso porque, muitas vezes, esse resultado pode variar de acordo com fatores externos do mercado.

Dividend Yield (DY)

O DY representa a taxa de retorno do capital investido no ano anterior sobre o preço de uma ação negociada na Bolsa no período.

É importante lembrar que o dividendo é uma remuneração fornecida pela empresa aos seus acionistas após a execução de todas suas obrigações e obtenção de lucro.

Para calcular isso, basta utilizar a fórmula:

Dividend yield = Dividendo pago por ação \ Preço por unidade de ação

Quanto maior o resultado desse cálculo, melhor a remuneração dada ao acionista sobre seu capital investido.

Valor da empresa: quais os negócios mais valiosos?

O mercado é um ambiente bastante desafiador para qualquer empreendedor.

No entanto, existem alguns que conseguiram feitos extremamente relevantes no âmbito internacional, como aqueles donos das empresas mais valiosas do mundo.

Confira quais as 5 principais:

Amazon

A Amazon, empresa de Jeff Bezos, é considerada a marca mais valiosa do mundo, obtendo uma evolução tão relevante que ultrapassou gigantes como o Google e a Apple.

De 2017 para 2019, ela teve um aumento de 42% em seu valor de mercado, sendo avaliada em US$150,8 bilhões.

O negócio, que surgiu como um comércio de livros online, acabou se tornando o maior e-commerce do mundo, inclusive com atividades na nuvem.

Apple

Em segundo lugar, temos a Apple, bastante feroz no setor da tecnologia.

A empresa fundada por Steve Jobs é avaliada em US$146,3 bilhões, oferecendo produtos bastante inovadores e extremamente desejados pela grande maioria do público consumidor.

Sua atuação é reconhecida pela qualidade, design e atendimento ao cliente eficiente e diferenciado.

Google

Responsável pela ferramenta mais utilizada na internet, o Google está presente no terceiro lugar entre as empresas mais valiosas do mercado, com um valor de US$120,9 bilhões.

Sua atuação é resultado de uma equipe altamente competente, atuação inovadora e criação de serviços essenciais e revolucionários.

Além disso, o uso de dados oferece uma enorme possibilidade tanto publicitária quanto de desenvolvimento de experiência do usuário.

Samsung

A Samsung é avaliada em US$92,3 bilhões, sendo uma das maiores vendedoras de smartphones e outros variados produtos eletrônicos.

Criada na Coreia do Sul, ela possui resultados expressivos em todo o mundo, sendo a maior concorrente da Apple no mercado.

Facebook

O Facebook faz parte da vida de bilhões de pessoas no mundo todo, sendo uma empresa avaliada em US$89,7 bilhões, tudo em 14 anos de atuação.

Hoje, ela já conta com diferentes aplicativos além do Facebook, como Instagram e WhatsApp.

No entanto, surgiu a partir da ideia de Mark Zuckerberg de uma rede social para os estudantes de Harvard.

Para que serve o cálculo de Valor da Empresa?

O Enterprise Value é um dos métodos existentes de valuation ou avaliação de empresas.

Para os investidores, ele serve para demonstrar se as ações da empresa estão supervalorizadas ou desvalorizadas, a partir de um valor médio encontrado.

No entanto, existem algumas desvantagens relacionadas ao cálculo do Enterprise Value.

Por necessitar do valor de capitalização da empresa, ele é aplicável apenas para empresas com capital aberto.

Além disso, as informações necessárias só são disponibilizadas através das demonstrações financeiras da empresa.

Isso faz com que o cálculo represente a realizada da empresa apenas em um certo período.

Mesmo assim, para encontrar o valor da empresa e estimar o valor justo de suas ações, esse cálculo ainda pode ser bastante eficaz.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *