Vale a pena vender a prazo? Confira as vantagens e desvantagens!

vender a prazo 1

Uma das grandes questões de quem deseja comercializar um produto ou prestação de serviço, é sobre a disponibilidade em se vender a prazo. Já que, a recorrência de pequenas compras pode causar algumas ‘confusões’ financeiras no negócio.

Vender a prazo pode apresentar algumas vantagens, tanto do ponto de vista do empresário, quanto do ponto de vista do consumidor. O cliente, por exemplo, pode adquirir um produto parcelado que, se fosse necessário pagar integralmente, poderia não ter como adquiri-lo.

Ou seja, vender a prazo é uma possibilidade de manter um processo de compra. Mas existem outras alternativas, por exemplo, disponibilizar desconto para o comprador em pagamento que for realizado à vista.

Desconto à vista ou vender parcelado: qual é a melhor opção?

Para conseguir entender qual é o melhor forma de venda, é preciso analisar alguns fatores que não dependem apenas da própria empresa. Como, a disponibilidade financeira dos consumidores recorrentes do produto ou serviço comercializado.

Vendas a prazo exigem uma maior possibilidade de suportar as ‘pequenas’ contas a receber

Se for um negócio que não tenha dinheiro em caixa para suprir necessidade de reposição de estoque, matéria prima e afins, essa opção não é muito viável.

A gestão de vendas a prazo precisam ter um acompanhamento constante. Mas para além da manutenção, uma das vantagens de vender a prazo é aumentar a possibilidade de compra dos clientes e atrair novos consumidores.

Já na venda à vista, é possível criar formas de atrair o cliente pelo desconto e receber o valor integral de uma comercialização. Em geral, é a escolha que traz mais dinheiro em um prazo mais curto.

Conheça quais são as vantagens de cada opção: venda a vista x venda a prazo

vender-a-prazo

Não existem apenas riscos de vender a prazo, essa opção também traz alguns benefícios consideráveis, o que resulta em maior faturamento no final do mês.

  • Atrair novos clientes;
  • Garantir o recebimento de pagamentos traz a possibilidade de negociação com os fornecedores;
  • Pode aumentar os resultados gerais de venda.

Já na possibilidade de venda à vista, também existem outras vantagens que podem ser levadas em consideração na escolha do método a ser escolhido.

  • Pagamento imediato de fornecedores e outras despesas do negócio;
  • Possibilita descontos, o que pode atrair clientes;
  • Ajuda na manutenção do fluxo de caixa.

Como funcionam as políticas de vendas a prazo?

Existem algumas regras para vender a prazo que devem ser seguidas para não trazer problemas para o consumidor e nem para a empresa. As receitas a prazo precisam estar dentro de uma padronização.

  • Evitar exceções de utilização de crédito;
  • Definir regras claras para receber a prazo;
  • Trazer vantagens mesmo na utilização do parcelamento.

São algumas questões que trazem a comodidade ao cliente e possibilitam um retorno para futuras compras. O consumidor precisa ter as condições da compra bem definidas para que não se sinta lesado.

Por isso, escolher entre vender a prazo ou à vista, exige uma análise minuciosa. Em alguns casos, disponibilizar as duas opções é a melhor possibilidade. Assim, fica ao critério do cliente escolher a melhor alternativa de pagamento.

Acesso rápido

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos