Encargos financeiros: entenda como evitar essa cobrança!

encargos financeiros 1

Um dos maiores erros de quem utiliza crédito é não ter conhecimento sobre as cobranças feitas pelas instituições financeiras. Os encargos financeiros podem estar presentes mesmo que o cliente não perceba e são eles que fazem a dívida crescer cada vez mais.

Os encargos financeiros estão implicados nas taxas de juros, faturas de cartão de crédito e atraso do pagamento de um empréstimo, por exemplo. A desatenção na contratação de serviços financeiros pode fazer com que o consumidor entre em uma bola de neve.

De maneira simples, os encargos são as cobranças financeiras realizadas através dos serviços disponibilizados pela instituição financeira. Geralmente, as cobranças mais comuns também são chamadas de despesas incorridas de juros a vencer.

Cobranças financeiras

Os encargos de financiamento, encargos financeiros do empréstimo ou até mesmo os encargos financeiros do cartão de crédito são usados no cálculo do Custo Efetivo Total da dívida. Ou seja, na taxa CET é considerada todos os custos incluídos na operação de crédito.

Custo Efetivo Total (CET)

O Custo Efetivo Total avalia de modo geral quanto o cliente irá pagar pelo serviço financeiro. Muitas vezes quem adquire o serviço analisa a parcela ou apenas os juros que serão cobrados.

No entanto, resumir a essa observação pode conter algumas “pegadinhas”, como:

No final das contas, com os acréscimos, a operação que aparentemente possuía os juros mais baixos, pode não ser a melhor escolha. Porque os outros custos adicionais somados podem sair mais alto do que os juros e as parcelas.

Como identificar encargos financeiros

encargos-financeiros

Os encargos financeiros do cartão de crédito podem ser cobrados, por exemplo, em atraso de pagamento de fatura, parcelamento de compras ou até mesmo na cobrança de utilização do cartão.

Existem quatro principais divisões:

  • Encargos financeiros rotativos;
  • Encargos financeiros parcelados;
  • Multa;
  • Permanência.

Como evitar encargos financeiros do cartão de crédito?

  • Controlar os gastos e saber como utilizar o cartão. Lembrando que o cartão de crédito não é uma extensão do dinheiro e deve ser usado com responsabilidade;
  • Comprar somente o que é passível de pagamento para não correr o risco de atrasar fatura. Ou até mesmo, não ser capaz de realizar o pagamento total e entrar no crédito rotativo;
  • Verificar o Custo Efetivo Total antes de contratar um serviço financeiro. Avaliar se a promessa de parcelas e juros menores é realmente uma vantagem a longo prazo e de custo coletivo;
  • Ter planejamento financeiro para conseguir economizar e consumir sem que prejudique a saúde financeira.
  • O cartão de crédito deve ser algo pessoal, emprestar para outras pessoas pode causar sérios problemas financeiros. Além de correr o risco de atrasar faturas e ter que pagar encargos financeiros, quem empresta o cartão também pode não conseguir cumprir com o pagamento e ficar com o nome sujo;
  • Escolher pagar à vista é uma opção mais viável para o consumidor, em caso de compras que exigem cobrança adicional na utilização do cartão e na aplicação de parcelas.

Conhecer os conceitos básicos do que é cobrado também ajuda para que o consumidor não pague mais pela função do crédito. Por isso, antes de contratar qualquer serviço financeiro, esteja atento aos encargos financeiros que estão sendo cobrados.

Acesso rápido

Compartilhe:

Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

10 respostas

    1. Lindinalva, os encargos podem ser cobrados mesmo que não ocorra atraso no pagamento. Por isso, recomendo que você entre em contato com o SAC da instituição para verificar por qual motivo os encargos no seu caso estão sendo cobrados.

  1. Olá ! Gostaria de saber se pode ser cobrado encargos rotativos por atraso em menos de 30 dias e sendo pago o valor total da fatura. Exemplo : atrasei minha fatura 20 dias , não paguei valor nenhum nesse período , quando fui efetuar o pagamento , paguei o valor total da fatura . Desde já agradeço .
    Alessandra .

    1. Alessandra, sim!
      Os encargos financeiros do cartão de crédito podem ser cobrados, por exemplo, em atraso de pagamento de fatura.

  2. Eu não peguei minha fatura no mês passado mais esse mês peguei toda e mesmo assim cobraram esse tal de encargos de rotativo pacial fora o juros que eu ja tinha pago por atrazo o que faço?

  3. Olá na minha fatura atrasei um mês aí paguei valor total quando fui observar minha fatura está sendo cobrado um financiamento de fatura isso pode sem meu consentimento ?

    1. Josiele, recomendo que você tente rever o contrato com a instituição do cartão, pode ser que tenha algo no contrato que possa explicar o que aconteceu. Caso você não encontre, recomendo que entre em contato com a instituição do cartão para entender o que pode ter acontecido.

    1. Carla, os encargos financeiros do cartão de crédito podem ser cobrados, por exemplo, em atraso de pagamento de fatura. Por isso, pode ter ocorrido a cobrança!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos artigos