Liderança situacional: entenda como liderar em diferentes situações

lideranca situacional 1 1

Ao se deparar com a necessidade de liderar um time ou uma ocasião específica, algumas pessoas podem se sentirem incapazes de realizar a atividade com qualidade. Por isso, para saber lidar com a liderança situacional, é preciso entender como essa ferramenta pode ser executada.

De forma abrangente, a liderança situacional, como o próprio nome indica, pode acontecer a qualquer momento. Não existe forma de saber exatamente quando será solicitada, mas existem maneiras preventivas de estar pronto para as emergências de direcionamento.

Neste tipo de liderança, o líder situacional precisa saber como reger a equipe e as atitudes se moldando à situação. Ou seja, a liderança situacional é a capacidade de adaptação aos diversos níveis de capacidade dos colaboradores.

A partir de uma identificação no comportamento, é possível adequar o formato de orientação que será utilizado. Por isso, além de saber como liderar uma equipe, é preciso saber identificar a maneira de utilizar a gestão de pessoas.

Diferença de líder e chefe?

lideranca-situacional

Antes de tudo, é preciso entender que existe uma grande diferença entre chefe e líder. Optar por uma das condutas pode trazer mais ou menos resultado. O chefe costuma a ser temido, o líder tende a ser alguém que é seguido e admirado.

Líder

O líder é uma figura que motiva os colaboradores através do exemplo. Além disso, nutre uma boa relação com todas as pessoas e atua através da admiração e influência.

  • Compreende e valoriza as habilidades de cada profissional;
  • Ouve e dá feedbacks;
  • Não tem medo de assumir falhas.

Chefe

O chefe é uma figura autoritária, na maioria dos casos, respeitado apenas através do medo. Não costuma ser admirado pelos colaboradores e por isso, a atuação pode ter um grande desgaste físico e emocional.

  • Não assume erros;
  • Não escuta opiniões que divergem da sua;
  • Enxerga os funcionários como subordinados e não como colaboradores.

Quais são os tipos de liderança?

Existem variados estilos de liderança. Algumas são pautadas em padrões e outras podem levar em consideração a abordagem situacional.

Liberal

O líder liberal pode ser um perigo para os rendimentos da equipe como um todo. Isso acontece porque o excesso de liberdade pode trazer baixa produtividade.

Ou seja, se não for acompanhado os perfis dos funcionários previamente, pode se tornar uma situação complicada.

Democrática

O líder democrático é alguém que trabalha em conjunto. Neste tipo de liderança, todos têm participação equilibrada e ativa.

Na liderança democrática, o senso de comunidade e pertencimento pode ser mais estimulado e por consequência, aumentar consideravelmente a produtividade.

Autocrática

O líder autocrático é muito parecido com a figura do chefe. As decisões são centralizadas no seu trabalho e posteriormente, delegadas para os funcionários.

Esse tipo de liderança não possibilita sugestões ou questionamentos. Se percebida a falsa sensação de liderança, as ações podem frustrar toda a equipe e trazer péssimos resultados.

Coach

O líder coaching é alguém que tem uma percepção aguçada sobre o grupo e trabalha através da motivação. A sua presença surge para encontrar e desenvolver as habilidades específicas de cada membro da equipe. É uma liderança cooperativa e que pode trazer grandes resultados.

Situacional

O líder situacional é alguém que se adapta de acordo com as demandas que são pedidas. Atua de forma similar ao coaching, já que lidera de acordo com as habilidades e maturidade de cada profissional que compõe o grupo.

Liderar em diferentes situações permite que não apenas seja entendido o perfil do profissional a ser liderado, mas também o perfil de acordo com determinada atividade.

Ou seja, a liderança em situações avalia a ocasião específica e não o processo de forma generalizada.

Por isso, a liderança situacional pode ser uma boa atitude frente à uma equipe. Se somada a outros perfis de liderança que agregam ao rendimento geral, alavanca a equipe de uma forma a ser mantida por longos períodos. Para mais dicas como essa, assine nossa newsletter no WhatsApp e receba ainda mais conteúdos gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos artigos