Conheça as linhas de crédito e saiba como elas funcionam

As linhas de crédito podem ser uma solução para quem precisa de dinheiro para a realização de um sonho, pagar dívidas ou até mesmo para alguma situação de emergência financeira.

Por isso, existem diversas opções de linhas de crédito no mercado para que você possa avaliar de acordo com a sua necessidade e o momento financeiro. É importante conhecer as particularidades de cada uma antes de decidir.

O crédito é um facilitador para obter capital para negociações financeiras, sejam elas para pessoas físicas ou paras pessoa jurídicas (que desejam empreender). Assim, as instituições financeiras oferecem linhas de crédito por meio de empréstimo e financiamento para finalidades específicas.

Como funcionam as linhas de crédito?

É necessário solicitar a uma instituição financeira ou banco e cada um tem um processo diferente para liberação desse serviço. Algumas delas pedem que o cliente tenha uma conta corrente ativa na empresa e o nome limpo para que seja disponibilizada, por exemplo.

As empresas também podem solicitar documentos de comprovação de renda como garantia, principalmente se o valor do empréstimo for muito alto.

O tomador do crédito paga juros de acordo com o montante usado e não pelo total liberado pela instituição. Ou seja, se você consegue uma linha de crédito de R$ 5 mil e usa apenas R$ 1 mil, pagará os juros pelos R$ 1mil.

Também fique atento(a) as taxas de juros e analise as opções disponíveis para optar pela que ofereça valores e condições de pagamento mais vantajosos para o seu bolso.

Critérios de análise para obter linhas de crédito:

  • Renda mensal;
  • Ativos oferecidos como garantia;
  • Histórico financeiro (também chamado de Score).

Quais os benefícios de obter linhas de crédito?

Como citamos anteriormente, você pode usar as linhas de crédito de diversas maneiras, de acordo com a sua necessidade. Isso porque suas maiores vantagens são:

A conveniência e a flexibilidade, já que, garantindo a aprovação, você terá um montante que pode ser usado quando necessário, da maneira que você achar mais proveitosa (a não ser que seja um financiamento de finalidade exclusiva).

Tipos de linhas de crédito para pessoal física

Empréstimo pessoal

Este é o mais comum dos tipos de linha de crédito. Em geral, o empréstimo pessoal não é difícil de conseguir e, por isso, tem taxas mais altas. Se você usar essa modalidade em situações de emergência. Desde que precise de pouco dinheiro e pode quitar o débito rapidamente.

Empréstimo consignado

Como tem parcelas descontadas diretamente do salário ou benefício do INSS do tomador, tende a ter juros mais em conta. O empréstimo consignado fica disponível apenas para aposentados, pensionistas, funcionários públicos e trabalhadores com vínculo CLT.

Pode ser uma boa opção se você deseja trocar uma dívida mais cara por uma mais barata, visto que as taxas são menores.

Consórcio

Esta é uma linha de crédito mais focada no longo prazo. Em resumo, você vai pagando o bem para o banco antes de adquiri-lo. Pode ser um carro, uma casa ou outro bem da sua escolha. Assim, você paga taxas mais baratas.

Financiamento

Você pode optar pelo consórcio para para uma finalidade específica, como a compra de um carro ou casa. Dessa forma, o valor do financiamento segue o do bem que será comprado.

As taxas de juros dessa modalidade ficam bem próximas a do empréstimo pessoal, mas caso haja uma outra fonte, como o FGTS, os juros caem.

linhas de credito 2

Tipos de linhas de crédito para pessoas jurídicas

Capital de giro

A linha de crédito para capital de giro é para quitar as despesas de uma empresa, como compra de mercadorias, pagamentos de salário, projeto de expansão e etc. Você pode optar pelo pagamento bimestral, semestral e até mesmo integral ao término do contrato.

Esse tipo de crédito é para curto prazo, já que seu prazo médio de parcelamento é em torno de 12 meses.

Microcrédito

Indicado para pessoa física ou microempreendedor que pretende abrir ou ampliar um negócio de maneira formal, como os MEIs. Nessa modalidade, cada empreendedor pode captar até R$ 20 mil.

Taxas de juros reduzidas, isenção de Imposto sobre Operações Finaceiras (IOF) e facilidade de aprovação são algumas das vantagens do microcrédito.

Investimento misto

Investimento misto ou capital de giro associado ao investimento, é a parcela de recursos para cobrir as despesas que a empresa terá com os investimentos realizados. Por exemplo, se há uma compra de maquinário, pode ser necessário capital de giro para comprar a matéria-prima.

Financiamento empresarial

Nesse caso, o dinheiro disponibilizado é usado para uma finalidade exclusiva, como por exemplo, a compra de equipamentos para o negócio. É possível financiar de 80% a 100% do bem e o prazo para pagamento pode chegar até 60 meses, dependendo da instituição que oferece.

Home equity

O valor está relacionado com o imóvel do tomador do empréstimo, que oferece a casa como garantia. Normalmente, é um percentual de 70% do valor do bem.

Pela segurança que essa modalidade oferece a instituição financeira que concede o crédito, costuma ter juros mais baixos.

Como utilizar as linhas de crédito?

Como todo tipo de crédito, é necessário se organizar para que o dinheiro que ajudaria na realização de um sonho se torne um verdadeiro pesadelo. Por isso, pense bem na necessidade de obter uma linha de crédito e saiba como ela será usada para alcançar o seu objetivo.

Analise o que você realmente precisa

A instituição financeira pode liberar um valor acima do que você precisa na sua linha de crédito, mas isso não significa que você precisa usar todo e nem de uma só vez. Por isso, tenha consciência do seu objetivo com o dinheiro disponibilizado e não o gaste em necessidades secundárias.

Além disso, os juros desse tipo de crédito são altos e você vai pagar em cima do montante que for usado por você. Ou seja, quando menos você gastar, mais rápido vai arcar com o empréstimo feito.

Gerencie os custos e juros

É importante comparar os produtos oferecidos pelas diferentes empresas para que você opte por um que seja acessível para o seu bolso. É importante lembrar que um maior prazo de pagamento implica também em mais juros a pagar.

Crie um planejamento financeiro

A não ser que você esteja em situação de emergência financeira, toda obtenção de linha de crédito deve ser feita apenas depois da criação de um planejamento financeiro. Assim, você evita de pegar empréstimos desnecessários e perder o controle das finanças.

Acesso rápido

Compartilhe:

Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos artigos