Home Podcasts Investir na Bolsa de Valores: qual o momento?

Investir na Bolsa de Valores: qual o momento?

investir na bolsa de valores 1

A maioria das pessoas que escutam falar sobre investimentos ficam receosas para começar a aplicar e, por conta disso, esperam o melhor instante para começar a investir na Bolsa de Valores.

Afinal, qual seria o “melhor momento” para investir na Bolsa de Valores? Essa é uma pergunta que, na maioria das vezes acaba sem resposta. Mas existem alguns tópicos que, se bem compreendidos, podem ajudar a entender a melhor hora para começar a investir!

O que é Bolsa de Valores?

investir na bolsa de valores

Antes de buscar compreender qual é o melhor momento para investir na Bolsa de Valores, é imprescindível saber do que se trata a própria Bolsa.

De forma resumida, a Bolsa de Valores é um ambiente de negociação no qual investidores podem comprar e vender ativos. Inicialmente, a Bolsa era um local onde se negociavam apenas valores mobiliários, mas com o passar do tempo, as transações foram ampliando.

Hoje, além de negociar as famosas ações, é possível que o investidor se depare com produtos, como:

Como funcionam as negociações na Bolsa?

Para entender o funcionamento da Bolsa, basta pensar em qualquer negociação de compra e venda. Para que alguém compre, é preciso que alguém venda. E para que alguém venda, é preciso que alguém esteja disposto a comprar.

Por isso, todos os investidores que estão participando das transações na Bolsa só conseguem fazer isso devido a presença de outros investidores que estão fazendo o movimento oposto.

Por exemplo, se você decide que quer comprar um lote de ações de determinada empresa, é preciso que algum outro investidor esteja vendendo um lote que seja referente a empresa que você quer comprar. Caso contrário, você não consegue enviar a sua ordem de compra.

Assim, quando dizem que “todo mundo está saindo da Bolsa“, isso não passa de um erro. Para que investidores consigam sair do ambiente, é preciso que outros estejam entrando.

Como investir na Bolsa de Valores?

Apesar de existir um espaço físico para a Bolsa de Valores, não é possível ir ao local e investir diretamente nas ações ou qualquer outro produto que você deseja aplicar.

Para conseguir realizar qualquer tipo de movimentação na Bolsa, é preciso que haja uma abertura de conta em uma corretora ou banco de investimento.

Na maioria dos casos, é possível encontrar instituições que oferecem baixas taxas para realizar as atividades de compra e venda de ativos, ou até mesmo, isenção de taxas.

Fatores que influenciam na performance de investimentos

É importante pontuar que, para o investidor ter uma boa performance nas suas aplicações, alguns fatores devem ser analisados, como:

  • Perfil de investimentos;
  • Reserva de emergência;
  • Objetivo financeiro;
  • Capacidade de risco.

Muitas vezes, a ânsia de começar a investir faz com que as pessoas percam de vista pontos básicos, mas que são essenciais no reflexo dos investimentos.

Qual é o melhor momento para investir na Bolsa?

Depois de entender toda a composição do ambiente de negociação de ativos, é comum surgir a dúvida de qual seria o momento ideal para investir na Bolsa.

A resposta é que, seja na busca do melhor momento para investir em ações ou em qualquer outro ativo, quanto antes se começa, melhor.

Muitas pessoas ficam na espera de uma movimentação que aponte para uma possibilidade de crescimento exacerbada nos investimentos, mas a realidade é que a consistência, junto com uma boa análise e a construção de estratégia, vão trazer ganhos significativos no longo prazo.

Lembrando que investir em conhecimento também é um fator crucial para conseguir ter uma boa performance nas aplicações.

Não adianta apenas “colocar o dinheiro em qualquer lugar”, se não existe um entendimento sobre a atividade que está sendo realizada.

Além disso, vale ressaltar que investir na Bolsa de Valores não é uma atividade que se restringe para pessoas ricas. A Bolsa é um ambiente democrático, onde todos podem participar.

Escrito por

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Compartilhe conosco suas experiências

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *