Private equity: entenda como funciona esse tipo de investimento

private equity 1

No mercado, dentre várias formas de investimento, uma bastante popular é o private equity.

Como o nome já indica, o private equity tem características privadas. Portanto, diferente do mercado de ações, esse aporte é feito em empresas com o capital fechado.

Mas o que significa private equity?

private-equity

O private equity é uma forma de investimento em empresas feito de maneira privada. Nessa modalidade, os aportes são feitos diretamente nas organizações escolhidas.

Essa aplicação é feita em troca de uma participação no capital social de organizações, como:

  • Empresas;
  • Fundos de investimento;
  • Instituições;
  • Investidores individuais.

Esse tipo de investimento surgiu nos Estados Unidos, na década de 80. O objetivo dessa compra de sociedade é que o investidor auxilie no crescimento e valorize a pequena ou média empresa.

Ou seja, nesse formato, as duas partes são beneficiadas. O empresa recebe os recursos necessários para crescer e o investidor lucra a partir da venda de sua parte após sua valorização.

Por isso, o private costuma ser feito em negócios com um grande potencial de crescimento no mercado.

Existe também o chamado buy-out, que corresponde à compra de parte da empresa por pessoas que já atuaram na gestão de um negócio.

Mas qual a diferença entre private equity e venture capital?

O venture capital é uma forma de investimento em empresas voltado aos negócios que estão iniciando no mercado.

Ele é uma aplicação de alto risco, já que empresas que estão começando ainda não geram lucros e são cercadas de incertezas.

Já no private equity, como dito, o investimento é feito em negócios já em fase de lucro, servindo como um intensificador desse processo.

Por isso, o seu objetivo não é bancar o processo inicial das operações de empresas, mas sim expandi-los.

Como funcionam os fundos de private?

O investimento em empresas de forma privada costuma ser coordenado por fundos de private equity.

Esses tipos de fundos são especializados no investimento privado, com o objetivo de injetar capital em empresas com potencial crescimento.

Após a valorização das ações do negócio, com a abertura do seu capital na Bolsa, ocorre a saída do fundo.

Nesse momento, eles vendem sua parte do negócio, obtendo lucro e conseguindo investir em novos negócios.

Vale destacar que o private pode ser feito em empresas de diferentes setores no mercado.

Quais as vantagens de investir no formato private equity?

Ao receber um investimento no estilo privado, além dos recursos, a empresa conta com o suporte de uma organização experiente.

Geralmente, esses fundos contam com um grupo de gestores bastante experientes, dispostos a auxiliar as empresas de diversas formas.

Ou seja, o private equity é uma forma de investimento de capital e conhecimento para a organização.

Entre outras vantagens do private equity estão:

  • Aumento do nível competitivo;
  • Elevação de recursos;
  • Melhoria da credibilidade da empresa;
  • Fortalecimento da gestão;
  • Networking.

Por isso, se você é um empreendedor, saiba que o private equity pode ser uma boa forma de ajudar no desenvolvimento do seu negócio. Acompanhe a nossa carta do fundador, com conteúdos diários e gratuitos!

Acesso rápido

Compartilhe:

Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos artigos