Recovery: saiba como funciona a empresa de cobrança de dívidas

Você já recebeu a ligação de uma empresa de crédito oferecendo renegociação para você quitar uma dívida e isso te deixou com uma “pulga atrás da orelha”? Uma das principais instituições que fazem esse tipo de cobrança é a Recovery.

Dessa forma, se você deixar de negociar a sua dívida com a Recovery, pode perder uma ótima oportunidade de quitar a dívida com parcelas de valores mais baixos e melhores prazos.

Por isso, entenda melhor o que é e como funciona a Recovery para poder aproveitar as possíveis oportunidades que podem surgir nessas ligações.

O que é a Recovery?

Antes de tudo, a Recovery é um grupo que atua na recuperação de crédito. Ou seja: ela “compra” dívidas de outras empresas e renegociam com o devedor por melhores condições de pagamento.

Ela trabalha auxiliando na regularização de pessoas físicas e jurídicas que estão endividadas. Assim, pode-se voltar a ter crédito no mercado.

A empresa especialista em gestão de dívidas atua no Brasil desde 2006 e tem mais de 20 anos de mercado.

Além das formas tradicionais de contato, como o telefone, a empresa também faz contato por mensagem, e-mail e redes sociais (WhatsApp ou Facebook) para possibilitar a negociação.

O que ela faz é legal?

Sim! O processo de compra e venda de dívidas é assegurado por lei, desde que você está ciente dessa possibilidade. Por isso, todas as empresas devem sinalizar no contrato a possibilidade disso acontecer.

Então, leia o seu contrato com atenção aos detalhes para não ser pego de surpresa ao receber um contato para renegociação de dívida.

O que significa “comprar uma dívida”?

Como citamos anteriormente, existem algumas empresas que fazem esse serviço de recuperação de crédito e a Recovery é uma das mais conhecidas.

Assim, imagine a seguinte situação: você solicitou um empréstimo ao banco e não conseguir finalizar o pagamento e também não negociou com a empresa. Com o tempo, ela entende que não vale mais a pena ficar cobrando a quitação da dívida.

Então, ela vende a dívida para esse tipo de instituição e a partir daí, a responsabilidade passa a ser a Recovery. É importante destacar que, mesmo com a venda, a dívida continua existindo e é passível de cobrança, inclusive judicial.

Após a venda, o valor da dívida inicial não muda, mas as condições de negociação sim.

Por isso, a Recovery faz uma avaliação para oferecer condições de pagamento que sejam mais atraentes para os clientes, seja dando um desconto ou um melhor prazo.

É possível comprar dívidas de:

  • Lojas;
  • Bancos;
  • Operadores de telefonia;
  • Instituições de educação;
  • Imobiliários;
  • Companhia de água, energia e gás;
  • Entre outras.

Áreas de atuação da Recovery

Sendo assim, a instituição se divide em quatro áreas de atuação, sendo elas:

Cessão de créditos

Por meio de uma cessão de crédito, a Recovery adquire o direito de cobrança e recebimento da dívida de consumidores em débito com instituições financeiras ou varejistas.

Gestão de ativos

A transferência de obrigações de pagamento entre duas empresas financeiras. Ou seja, quando uma empresa compra a dívida do credor de outra, ela tornando responsável pela cobrança.

Normalmente, a recuperadora de crédito opta pela compra por débitos mais antigos.

Cobrança extrajudicial

A empresa entra em contato com a pessoa devedora oferecendo condições especiais para a quitação da dívida por meio de uma cobrança extrajudicial.

Por isso, se você possui uma dívida com uma parceira da Recovery, ela pode entrar em contato para realizar a cobrança.

Cobrança judicial

Caso os clientes não respondam às tentativas de negociação, o último recurso buscado é a cobrança judicial. Então, o devedor deve pensar bem antes de entrar em um processo jurídico, pois pode render bastante dor de cabeça.

Como consultar a dívida na Recovery (e evitar golpes!)

Recovery2

Depois de ler esse texto, você deve estar querendo saber se a empresa comprou alguma dívida sua.

E se você recebeu alguma ligação de uma recuperadora alegando que está com o seu nome sujo, você deve estar se perguntando se o contato é confiável.

Por isso, antes de pensar em pagar algum valor, faça uma checagem para saber a veracidade da dívida.

  • Entre em contato com a empresa que você deve

Você deve entrar em contato com a instituição que você está devendo e confirmar se ela fez a venda do seu débito para a Recovery. Este é um direito seu enquanto consumidor.

  • Entre em contato com a Recovery

Depois de confirmar que a dívida foi vendida, fale com a recuperadora para que ela confirme os dados da dívida em questão. Pode ser pelo site, WhatsApp e pelo telefone da Recovery.

  • Consulte os detalhes no site ou aplicativo

Agora, que você já atestou a veracidade da dívida, faça o seu cadastro no site e saiba quais as formas e condições de pagamento estão disponíveis.

Negociando a dívida

Confirmando que a cobrança é verdadeira, você deve entrar em contato com a Recovery para fazer a negociação. Você pode fazer isso online e até mesmo por telefone, se preferir. Para isso, siga os seguintes passos:

  • Entre no site da Recovery

O primeiro passo é fazer o cadastro no site. Logo depois, você visualizará as opções de negociação e ofertas oferecidas pela empresa para você.

Ainda é possível fazer propostas à empresa, caso nenhuma caiba no seu bolso.

Assim, essa proposta irá para análise, podendo a recuperadora aceitar ou apresentar uma contraproposta para chegar a um meio-termo.

A resposta ficará disponível para você na hora, para facilitar o processo.

  • Imprima os boletos de pagamento

Assim que você e a empresa chegarem a um acordo que seja benéfico para os dois, você deve aceitar e, em seguida, imprimir os boletos de pagamento para começar a quitar a sua dívida.

Depois da confirmação do primeiro boleto, o nome é retirado da lista de inadimplência do Serasa ou SPC em até cinco dias.

  • Organize-se financeiramente

Depois da negociação, pague os boletos em dia e faça um planejamento financeiro para evitar ficar devendo novamente.

Com uma vida financeira equilibrada, é improvável que você volte para a lista de inadimplentes do SPC ou que retorne a receber ligações da Recovery.

Acesso rápido

Compartilhe:

Arthur Dantas Lemos

Arthur Dantas Lemos

Especialista em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. É formado pelo Programa de Profissionais do Mercado Financeiro da Bolsa de Valores de São Paulo e pelo Programa CVM de Professores para Mercado de Capitais, Avaliador de Empresas pela NACVA - National Association of Certified Valuators and Analysts (EUA). Fundou a Empreender Dinheiro para democratizar o acesso à Educação Financeira de Alto Poder Transformacional e já impactou diretamente mais de 50.000 pessoas em suas soluções educacionais.

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos artigos